Frank casino

Deonna Purrazzo foi uma das lutadoras despedidas pela WWE no passado mês de Abril e desde então que não tem parado de dirigir críticas à empresa. Já o fez, pelo menos, por duas vezes, e agora voltou a fazê-lo numa participação no podcast Wrestling Inc Daily.

A lutadora afirmou que está arrependida por, em 2018, ter trocado uma participação no All In pelo um contrato com a WWE, e sente que a empresa só a contratou porque ela ia participar no evento.

Sinto a 100% que eles me contrataram porque ia ser anunciada para o All In… Eles pensaram: “Ela vai para o outro lado e vai fazer algo bom com outras pessoas, pelo que é melhor trazê-la para cá”. Se eles tivessem feito algo comigo, estava tudo bem.

A lutadora também falou da grande quantidade de lutadoras que a WWE contrata e que depois não têm oportunidades por existir um excelente de talento no roster. Deonna Purrazzo disse o seguinte:

Sinto que no último ano ou dois, com a AEW, eles [WWE] têm acumulado talento. Não existem tantas demissões e existe muito que está a ser contratado. Eu sofri por muitas lutadoras estarem a ser contratadas [Chelsea Green, Io Shirai, Mercedes Martinez, entre outras] e tínhamos todas o mesmo background.

Lembramos o tweet de Cody em 2018 a confirmar que Deonna Purrazzo não poderia participar no All In, isto porque já teria assinado contrato com a WWE.


O que achas destas declarações de Deonna Purrazzo sobre a sua ida para a WWE e do excesso de talento que esta possui?

8 Comentários

  1. Quanto ao excedente de talento feminino que a WWE possui estou de acordo,agora se tinha a sensação que estava a ser contratada so por ir ao All In porque quis ir para a WWE?Existe mais sitios para ir e onde poderia ter tido mais oportunidades.
    Pessoalmente acho que ela tem bastante talento e quem a contratar(espero que seja a AEW) que a aproveite e lhe de a oportunidade que ela merece

    • Anónimo4 meses

      A AEW ainda não existia quando ela assinou, talvez se existisse tivesse pensado melhor nessa altura.

  2. Anónimo4 meses

    Não adianta ter tantas lutadoras e não as usar, isso é egoismo e insegurança da empresa.

  3. Alexandre4 meses

    wwe já tinha medo da AEW antes mesmo dela existir.

  4. Facebook Profile photo
    joão Vitor4 meses

    Na altura não existia AEW ainda e com certeza ela pensou no “conforto” que deve ser assinar um contrato com a WWE. Hoje eu acho que ela seria de grande valor para a divisão da AEW, que na minha opinião ainda falta certa profundidade de talentos, espero que contratem ela, é mt talentosa e pode agregar muito para a AEW.

  5. Colocando-nos na posição de Deonna Purrazzo, deve ter sido bem frustrante: teve a oportunidade de fazer furor no All In e, provavelmente, ser hoje em dia uma das caras da AEW (nasceria alguns meses depois) mas trocou isso pelo sonho de entrar na WWE e no final de contas não a souberam aproveitar. A ver vamos se a Deonna será All Elite quando esta situação atual passar.

  6. Anónimo4 meses

    Indo para a WWE que têm um roster cheio de lutadores com talento, era um risco que ela ia correr. Penso que ela devia ter pensado melhor nesse aspeto antes de assinar.