No Crown Jewel do passado dia 21 de Outubro, Edge venceu Seth Rollins num Hell in a Cell Match bastante intenso que foi o culminar da rivalidade trilógica entre ambos.

Apesar do combate ter sido elogiado universalmente como um dos melhores do evento, o “Rated R Superstar” admitiu ao podcast The Kids on the Escalator que estava relutante em terminar a história com o “Visionary” na Arábia Saudita e que pediu especificamente a presença da árbitra Jessika Carr naquele país.

Nós [Edge, Seth Rollins e Jessika Carr] fizemos um teste no SummerSlam e ela é tão confiante e realmente muito boa. Ela não estava introvertida ou tímida, tomou controlo da situação e eu aprecio sempre quando alguém o faz. Tivemos [o show no] Madison Square Garden e eu disse “Acho que tens de estar na segunda parte, miúda.”

Quando me pediram para encerrar a história na Arábia Saudita, eu honestamente não estava lá muito interessado em fazê-lo. Mas à medida que falámos e eles [principais responsáveis da WWE] afirmaram “precisamos disto lá”, eu pensei “Vamos colocar a Jess como árbitra [do combate] lá”, não sabendo se o conseguiríamos.

Eu simplesmente amei a ideia de uma mulher estar no controlo de dois homens naquele país. Se isso fez impressão a muitas cabeças, tanto me faz, mas para mim, posso voltar para as minhas meninas um dia e dizer-lhes “Eu fui lá.” Creio que fizemos algo fixe. Ela [Jessika Carr] estava lá para tudo, não estava assoberbada pelo momento, e esteve à altura do desafio. Foi muito porreiro de assistir.

Quanto ao seu futuro na WWE, Edge salientou que ficará a aguardar pelos planos que se seguem.

Só estou à espera da próxima chamada. Quando necessitarem de mim, aí vou aparecer e tentar compreender qual é a próxima história.


Esperavas que Edge não tivesse interesse em lutar na Arábia Saudita?

6 Comentários

  1. Boa Edge!

  2. MC3 semanas

    … e fez o combate que fez. Imagine-se se tivesse vontade.

  3. Kay Orton3 semanas

    Referee JESS !!!!

    Mais uma presença FEMININA na Arábia Saudita e posso dizer que foi 90% despercebida por muitos fãs de wrestling.

    Os Refs são personagens secundários ou até easter eggs nas histórias do ringue, isso é tão legal. Edge é um dos meus heróis de infância, saber disso me faz admirar cada vez mais.

  4. El Cuebro3 semanas

    Acho que ninguém tinha lá muita vontade de lutar no Crown Jewel, mas enfim o combate dele foi muito bom e a Jess fazendo história!

  5. É mesmo bom e satisfatório, a Jessica é uma grande arbitra sem dúvidas!

  6. Anónimo3 semanas

    Foi um excelente combate, acho que o Edge fez bem em quer a Jessika Carr como árbitra do combate.