Segundo o Wrestling Observer, já se fala nos bastidores da forma como Daria Berenato irá ser retratada em televisão quando (e se) for promovida à programação principal. Como esta é homossexual, especula-se que tal irá ser integrado na sua personalidade em televisão.

Anteriormente, a WWE costumava usar estereótipos homossexuais de forma negativa, mas agora, por medo de insultar a comunidade LGBT e ferir a parceria com a GLAAD, a companhia terá de agir de forma diferente e assume-se que a personagem em questão seja babyface para evitar potenciais problemas.

Como foi noticiado anteriormente, a GLAAD já enviou emissários para falar com os membros da equipa criativa e lhes explicar que palavras, termos e expressões podem ou não ser usados.

Fonte: Wrestling Observer

10 Comentários

  1. NXT Fan5 anos

    WWE não faz nada além de sua obrigação. Daria tem um futuro brilhante pela frente, e só descobri a pouco tempo que ela é lésbica. Sua personagem de lutadora de UFC durona é muito boa e ela tem tudo pra bilhar futuramente.

  2. Boris5 anos

    Politicamente correto acabando com a liberdade.

    • NXT Fan5 anos

      Liberdade de ridicularizar uma pessoa apenas por ela ser homossexual? Realmente prefiro o “politicamente correto” e tratar ela com respeito como qualquer outro talento da WWE e sem ferir seu psicológico por causa da ignorância alheia ao invés de destilar preconceito, ignorância e intolerância. Estamos no século 21 e no ano de 2016, acorda.

      • Boris5 anos

        Quem está destilando todos esses impropérios é você, NXT. Em nenhum momento escrevi ou escreveram isso que afirmas. Então aprenda a ler e interpretar corretamente a notícia.

        O texto é claro em dizer que ela será face por conta da pressão que sofrem de grupos gays, que colocá-la como heel seria um problema para empresa. Isso sim é uma afronta à liberdade e igualdade.
        As pessoas são ridicularizadas por conta de todo tipo de estereótipo; não seria nem um pouco diferente do que ocorre com outros grupos, né?
        Isso é um show, não a vida real. Tudo aquilo é retratado, são personagens, situações forjadas. Tal qual uma novela.
        Então baixe o tom desse seu comentário intolerante e seja menos passional e quando for analisar um negócio (que é o que a WWE é).

  3. HBH5 anos

    Querendo ou não, se a WWE fizer estes novo personagems homesexuais como babyfaces, ai vão ser steriotypes na minha opinião. Se um personagem homem for introduzido com homosexual, em vez de transforma-lo como babyface, deviam torna-lo um heel e xingar as crowds e fazer shoot promos sobre como o mundo tem preconceito com isso e nunca iria “favorear” a crowd porque eles tambem são preconceituosos. Seria um personagem um pouco controversial, mas acho que faria sucesso.

  4. Matt Biazin5 anos

    Bela notícia, espero que ela receba um bom push, porém… Ela ficaria muito melhor sendo mantida como heel.

  5. Davmad5 anos

    Ela não precisa ser babyface, eu até acho que a gimmick dela ficaria melhor como heel, o que precisa ser feito é não usar a homossexualidade dela como piada ou começar a usar esteriótipos, ela é uma lutadora como qualquer outra q está dando o que pode no ring e isso que importa, de resto pode muito bem ser comentado mas o errado seria usar isso como se fosse algo constrangedor para a Daria, pois de constrangedor nada tem

  6. feed me more5 anos

    Daria .e lesnar com paul heyman …seria da hora.

  7. You suck5 anos

    Logo, WWE nunca mais poderá ter um personagem LGBT heel porque será ofensa da comunidade LGBT.
    Volta TV-14.

  8. Facebook Profile photo

    Isto é completamente parvo. Vão centrar a história na homossexualidade e não na personalidade ou em algo realmente importante na competição entre duas mulheres e ainda recebem a visita da brigada do politicamente correcto. Vão fazer o quê? Ganhar sempre porque ela é homossexual? As rivais são o demónio porque são heterossexuais? Fazer uma história marada com personagens homofóbicas que depois param porque aparentemente ninguém nos EUA sabe o que é wrestling e do que é uma heel? Centrar a personagem na homossexualidade é deixá-la sem conteúdo e sem qualquer futuro.