A GCW (Game Changer Wrestling) tem sido uma das maiores promotoras independentes norte-americanas dos últimos anos, mas nas últimas horas viu-se envolvida numa grande polémica relacionada com a COVID-19.

O promotor Brett Lauderdale foi acusado de encomendar testes falsos de COVID-19 para conseguir manter o “negócio a andar” durante a pandemia.

A acusação foi feita por Mikey Gordon da FIST Wrestling, também conhecido por “Dirty” Ron McDonald. O utilizador do Twitter, DoxxxyStocksy, compilou uma série de screenshots com mensagens nas quais Brett Lauderdale encomenda os testes.

Além destas acusações, Mikey Gordon também falou do quanto é que a GCW paga aos seus lutadores, e usou o desaparecimento de Mike Gevorgian e Atticus Cogar da empresa como parte do seu argumento.

Em resposta, Brett Lauderdale dirigiu um curto comunicado a Sean Ross Sapp do Fightful, no qual informa que dirigiu o caso para o seu advogado e que por muito que gostasse de comentar a acusação, foi aconselhado a não o fazer.

Apesar de toda esta polémica, alguns lutadores da GCW já se manifestaram para refutar as alegações, incluindo Jordan Oliver, Tony Deppen e Joey Janela, que foram destacados na acusação de Mikey Gordon.


Achas que a GCW vai ultrapassar esta polémica?

2 Comentários

  1. Não são brincadeiras nenhumas!

  2. El Cuebro1 mês

    Eu espero que isso se resolva da melhor forma possível, a GCW é uma promotora que cresceu muito esses tempos, foi fazendo parcerias por aí, por exemplo com AEW, Impact, NWA, NJPW, etc, comecei a acompanhar mais esses tempos também e certamente conquistou meu respeito com lutas e lutadores muito bons!