Há muito tempo que Hikaru Shida está no topo da divisão feminina da All Elite Wrestling, sobretudo depois de conquistar o AEW Women’s World Championship a Nyla Rose no Double or Nothing, a 23 de Maio de 2020.

As defesas têm-se sucedendo e a lutadora japonesa está a ficar sem adversárias, tanto que a All Elite Wrestling teve de organizar um torneio entre Estados Unidos da América e Japão para encontrar uma nova candidata credível.

Seja quem for que saia vencedora desse torneio e mesmo que Hikaru Shida venha a perder o AEW Women’s World Championship no Revolution, a verdade é que a japonesa já fez história na All Elite Wrestling.

Hikaru Shida já alcançou o 278º dia de reinado, ultrapassando o recorde anteriormente estabelecido por Jon Moxley como AEW World Champion, que perdeu o título no início de Dezembro para Kenny Omega. Ou seja, Hikaru Shida detém neste momento o reinado mais longo da história da All Elite Wrestling.

Depois da última defesa ter sido contra Abadon no New Year’s Smash de 6 de Janeiro, Hikaru Shida defenderá o AEW Women’s World Championship no Revolution de 7 de Março, contra a vencedora do Women’s Eliminator Tournament.


O que tens achado do reinado de Hikaru Shida como AEW Women’s World Champion? Achas que o seu reinado vai continuar após o Revolution?

10 Comentários

  1. Sinceramente esse reinado dela não me diz muita coisa por alguns motivos:
    1 – Essa Women’s Division praticamente nem existe, ela no ringue incontestavelmente é a melhor, mas a sua personagem é genética e como o post bem citou, não tem adversárias crediveis.
    2 – Eu teria dado no título para a Abadom, a “demônia” foi a mais credivel das adversárias e seria um refresh para essa fraca divisão, apesar de mais de 270 dias como campeã, não está sendo nada de memorável (só a quantidade de dias mesmo).
    Por fim, acho que q AEW poderia parar de demagogia ir atrás da Tessa Blanchard, pois essa seria seria uma cara pra divisão.

    • Jen King2 meses

      Entao que você está dizendo que a AEW deveria contratar aquela racista

    • Teve toda aquela confusão e o que aconteceu com a Tessa? Nada. Se ela foi ou é racista, essa questão realmente teria que ir pra frente e ser tomada as providências cabíveis, mas como tudo foi várias acusações, sem medida nenhuma, que a mulher volte a trabalhar e seja julgada/condenada se necessário.

  2. Jen King2 meses

    Um reinando muito fraco na Minha opinião a AEW deveria te colocado a britt baker como campea mas como a AEW parece juvenil na divisão feminina então ja era

    • A doctor até tem uma boa personagem, mas é franquita no ring… Aquela feud com a Big Swole deixou isso bem evidente, acho que teria que trabalhar esse quesito antes de ir para o topo (que cá entre nós, não é tão alto assim né haha)

  3. El Cuebro2 meses

    A Hikaru sem dúvidas é uma figura dominante na AEW e agora isso foi comprovado, ela sempre foi uma das minhas favoritas lá, não sei qual o resultado do torneio feminino, mas a próxima adversária virá com tudo para tentar conquistar o título dela!

  4. Rooben2 meses

    Como a empresa é relativamente jovem , este record nao me aquece nem arrefece.
    É uma excelente atleta , mas a divisao feminina da AEW é fraca .
    Espero que nao perca o titulo no revolution, porque o torneio feminino nao tem nenhuma superstar acima dela

  5. God2 meses

    Quem diz que a divisão feminina da AEW é fraca então não anda com atenção nenhuma a este torneio que tem sido recheado de bons combates, parem de demonstrar má fé e vejam a realidade que a divisão feminina da AEW em 2021 tem sido muito boa e digo mesmo que pelo menos na AEW, a campeã feminina nunca esteve fora do card de um PPV e nunca teve defesas do título em matches com menos de 5 minutos, comecem a abrir os olhos.

  6. O reinado não esta a ser grande coisa mas ela nao é culpada disso,bem pelo contrario,tem feito os possiveis com o que lhe é dado para trabalhar.
    No entanto ela merece este reconhecimento,é de longe a melhor wrestler de uma divisao com um booking fraco e desinteressante.

  7. Tem sido um reinado ok por parte de Hikaru Shida, pois geralmente entrega bons combates mas tem a “desvantagem” de aparecer poucas vezes no Dynamite. Creio que a japonesa irá perder o título no Revolution, precisamente para alterar o topo da divisão feminina da AEW.