O Impact Wrestling transmitiu esta quinta-feira mais uma edição do seu show semanal na AXS TV, a partir do The Factory in Deep Ellum em Dallas, Texas, rumo ao Victory Road do dia 23 de Setembro.

Resultados

– Bullet Club (Ace Austin & Chris Bey) venceram JD Griffey & Exodus (Before The Impact)
– The Kingdom (Matt Taven & Mike Bennett) venceram Impact World Tag Team Champions Good Brothers (Karl Anderson & Doc Gallows)
– X-Division Champion Mike Bailey venceu Kenny King
– Mascara Dorada venceu Alex Zayne
– Masha Slamovich venceu Knockout’s World Tag Team Champion Deonna Purrazzo (Knockout’s World Championship Nº1 Contender’s Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Bullet Club (Ace Austin & Chris Bey) venceram JD Griffey & Exodus (Before The Impact): Os Bullet Club entraram melhor neste combate, apesar de JD Griffey & Exodus terem dado alguma luta. Depois de algumas oportunidades de vitória, Chris Bey acertou o The Art of Finesse em Exodus, seguido do The Fold de Ace Austin para a vitória.

– The Kingdom (Matt Taven & Mike Bennett) venceram Impact World Tag Team Champions Good Brothers (Karl Anderson & Doc Gallows): Os quatro lutadores entraram de forma agressiva, o que fez com que os Good Brothers levassem a melhor durante os minutos iniciais, isto até que Matt Taven & Mike Bennett conseguissem fazer batota para virar o ímpeto a seu favor.

The Kingdom manteve o “Machine Gun” isolado durante alguns minutos, mas este foi sempre aguentando a ofensiva e quando teve uma abertura fez o tag a Doc Gallows que usou a sua força para virar o combate do avesso e quase o vencer sozinho.

Nos minutos finais as duas equipas tiveram várias hipóteses para vencer, mas no final Matt Taven & Mike Bennett acertaram o Proton Pack e conquistaram a vitória e os Impact World Tag Team Championships.

A seguir tivemos um video package a promover um futuro combate entre Killer Kelly e Tasha Steelz.

Nos bastidores, os Honor No More estavam a festejar a vitória de Matt Taven & Mike Bennett, Eddie Edwards a voltar a insultar PCO, tendo Vincent defendido o pouco ortodoxo lutador. O segmento terminou com Kenny King a prometer que também ele iria conquistar um título, quando vencesse o X-Division Champion Mike Bailey.

– X-Division Champion Mike Bailey venceu Kenny King: Kenny King entrou a controlar desde cedo e foi sempre parando todas as tentativas de Mike Bailey aumentar o ritmo deste embate. e com isso o lutador dos Honor No More foi dominando durante vários minutos.

“Speedball” aguentou o ataque do seu oponente e conseguiu virar o ímpeto a seu favor, porém quando isso aconteceu, de forma involuntário o árbitro ficou KO, o que abriu espaço para várias tentativas de batota por parte de Kenny King. No final, com ajuda de Maria Kannelis, Kenny King usou as cordas e conquistou o combate.

Porém, com o envolvimento dos dois árbitros e com toda a batota que aconteceu, o combate acabou por reiniciar.

Já com os Honor No More longe do ringue, Mike Bailey quase acertou o Ultima Weapon, mas Kenny King contra-atacou e parecia que ia mesmo conquistar o X-Division Championship, porém o “Speedball” com um pin rápido venceu o combate e reteve o seu título.

Nos bastidores, Brian Myers foi exigir a Scott D’Amore que este mandasse Bhupinder Gujjar devolver o seu título. O oficial do Impact Wrestling mandou o Digital Media Champion ir buscar o seu título, mas acabou por sofrer um ataque às mãos do seu rival.

A seguir, tivemos imagens de Jessicka num bar com Taya Valkyrie e Rosemary, com Jessicka a querer enfrentar Deonna Purrazzo, mas as suas amigas explicaram que este ainda não estava preparada.

Nos bastidores, os Aussie Open foram entrevistados e estes afirmaram que querem conquistar os Impact Tag Team Championships, tendo em seguida, desafiado os ex-campeões Good Brothers para um combate.

Depois da entrevista, tivemos imagens de Gia Miller a ouvir uma conversa entre Moose e Steve Maclin, com este último a dizer que o ex-Impact World Champion tinha de decidir se iriam continuar a discutir ou se iriam destruir Sami Callihan em conjunto.

Ainda no backstage, Eric Young falou com Joe Doering e este agora tem um caminho diferente a precorrer, mas que os seus caminhos se irão cruzar novamente no futuro. Já Deaner perguntou se Eric Young o iria abandonar, tendo o líder dos Violent By Design dito que cabe a Deaner saber se o irá seguir ou não.

De regresso ao ringue tivemos Mickie James e esta começou por falar que em Novembro irá fazer 24 anos que se estreou e que algumas das derrotas que teve num passado recente, a fizeram pensar que já não tem capacidade para enfrentar as lutadoras mais jovens. A veterana afirmou que está grata por tudo o que conquistou e que ainda não se irá retirar, mas que tem uma missão, que é voltar a tornar-se novamente Knockout’s Champion, mas que existe um senão nesta sua missão. Quando perder um combate, esse será o seu último.

Nos bastidores, o Impact World Champion Josh Alexander foi entrevistado e este afirmou que Eddie Edwards já foi a alma do Impact Wrestling, mas esse é agora o seu lugar, tendo também dito que os Honor No More só estão a perder tempo ao tentarem recrutá-lo, pois ele nunca irá virar a cara ao Impact Wrestling. Eddie Edwards interrompeu a entrevista e afirmou que não está ali para lutar, e acabou só por insultar o seu rival, porém a entrevista terminou de forma caótica, quando Heath atacou Eddie Edwards até que foi parado por vários seguranças.

Ainda no backstage, Scott D’Amore foi dizer a Heath que ele não pode andar a atacar o candidato principal ao título mundial e que por isso os dois irão lutar na próxima semana. Heath agradeceu ao oficial do Impact Wrestling, tendo pelo meio tido uma troca acesa de palavras com o Impact World Champion Josh Alexander.

– Mascara Dorada venceu Alex Zayne: Os dois lutadores entraram a 100 à hora e tivemos um grande equilíbrio, e mostraram todas as suas capacidades atléticas nos momentos iniciais do embate, mas acabou por ser Alex Zayne que ficou no controlo.

O domínio durou alguns minutos, mas o luchador foi começando a equilibrar as contas e com isso as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes.

No final, Alex Zayne falhou um 450 Splash, o que abriu espaço para Mascara Dorada acertar um DDT, seguido do Dorada Driver que lhe deu a vitória.

Nos bastidores, a Knockouts Champion Jordynne Grace foi falar com Mickie James e afirmou que mal pode esperar para enfrentar a veterana num combate pelo título.

A seguir tivemos um video package a promover a estreia de Yuya Uemura e dos Aussie Open no próximo Impact Wrestling.

– Masha Slamovich venceu Knockout’s World Tag Team Champion Deonna Purrazzo (Knockout’s World Championship Nº1 Contender’s Match): Masha Slamovich entrou melhor neste main event apesar de todas as tentativas de Deonna Purrazzo em baixar o ritmo do combate, sendo que a campeã de equipas só com uma interferência de Chelsea Green é que conseguiu ter o ímpeto do seu lado.

A “Virtuosa” dominou a sua adversária durante vários minutos, mas Masha Slamovich foi aguentando o ataque da sua adversária e com o passar dos minutos foi começando também ela a ter alguma ofensiva. Nos minutos seguintes, Chelsea Green foi tentando de tudo para ajudar a sua amiga, mas sem sucesso, pois apesar da desvantagem numérica, no final Masha Slamovich deixou Chelsea Green KO antes de acertar o Snow Plow em Deonna Purrazzo que lhe deu a vitória.

O episódio do Impact Wrestling terminou com um cara a cara entre a Knockouts Champion Jordynne Grace e Masha Slamovich.


O que achaste deste Impact Wrestling?

1 Comentário

  1. El Cuebro4 semanas

    Show interessante com boas surpresas, Masha em grande momento, Taven & Bennett vencendo bem demais, aliás praticamente cravando a saída dos Good Brothers do Impact, grande estreia do Mascara, uma pena pelo Zayne, queria ver algo melhor para ele, Bailey continua um campeão firme, o Kenny ainda deve ter mais chances, enquanto isso o Bullet Club anda meio deslocado na empresa!