Depois de duas edições de recap e best of, a Anthem Sports & Entertainment transmitiu esta terça-feira, a partir da Skyway Studios em Nashville, Tennessee, a primeira edição deste ano do Impact Wrestling na ASX TV, a última antes do Genesis deste sábado e a penúltima antes do Hard To Kill da próxima semana.

Como main event tivemos um combate entre Eddie Edwards e Sami Callihan, que andam numa intensa rivalidade há algumas semanas. A agressividade foi tanta, usando várias armas antes do combate que começar, que o árbitro ordenou o término do mesmo por no contest. Depois do combate, Eddie Edwards tentou salvar Alisha, mas foi apanhado por Ken Shamrock e pelo rival. Para o Hard To Kill ficou marcado um Barbed Wire Massacre entre os dois.

Outro destaque foi uma entrevista de Rich Swann e dos Motor City Machine Guns que falaram sobre o Six-Man Tag Team Match do Hard To Kill. Pouco depois, foram surpreendidos e atacados pelos seus adversários, Kenny Omega e os Good Brothers, que enviaram uma mensagem violenta para o pay-per-view. Para a próxima semana ficou marcado um Rich Swann vs Karl Anderson, com os restantes lutados banidos da zona do ringue.

Na divisão feminina, destacar: um segmento de promo em que tivemos um confronto entre a Knockout’s Champion Deonna Purrazzo e a candidata ao título Taya Valkyrie; e a vitória de Havok & Nevaeh sobre Jordynne Grace & Jazz com um Tombstone Piledriver, qualificando-se assim para a final do Knockout’s Tag Team Championship Tournament; Jordynne Grace desafiou Jazz para um combate no Genesis deste sábado; Tenille Dashwood procura uma nova parceira, mas Rosemary rejeita a sua proposta; e Su Yung torna-se em Susan, uma terceira personagem da lutadora.

Já na X-Division tivemos: um Fatal 4-Way Match envolvendo quatro dos lutadores que irão lutar este sábado na Super X-Cup, com Crazzy Steve a sair vencedor com um DDT e a ganhar ímpeto para o torneio; e novos desenvolvimentos na luta pelo X-Division Championship, com Rohit Raju e Chris Bey a tentarem obrigar TJP a fazer equipa com o campeão Manik, para ele provar que não são a mesma pessoa.

Neste show tivemos ainda: uma vitória de Cody Deaner & Joe Doering sobre a dupla de Cousin Jake & Rhino, no qual o primeiro assumiu o lugar que era de Eric Young e depois do combate Tommy Dreamer apareceu para salvar a dupla e marcar um Old School Rules Match para o Hard To Kill; novos desenvolvimentos no caso de Larry D e John E Bravo; Matthew Palmer sobreviveu 3 minutos contra Moose graças a uma distração de Willie Mack; e Ethan Page desentende-se com o The Karate Man e vão enfrentar-se no Hard To Kill.

Por fim, mencionar ainda um novo anúncio por parte de Tony Khan e Tony Schiavone, desta vez a promover o que vai acontecer na primeira noite no AEW Dynamite New Year’s Smash, que acontece esta quarta-feira.

Resultados

– Crazzy Steve venceu KC Navarro, Blake Christian e Ace Austin (Fatal 4-Way Match)
– Cody Deaner & Joe Doering venceram Cousin Jake & Rhino
– Havok & Nevaeh venceram Jordynne Grace & Jazz (Semi-Final do Knockout’s Tag Team Championship Tournament)
– Matthew Palmer venceu TNA World Heavyweight Champion Moose (3 Minute Challenge)
– Eddie Edwards vs Sami Callihan (No Contest)

Vídeos

Watch Wrestling


O que achaste desta edição do Impact Wrestling?

2 Comentários

  1. O Cody Deaner ficou careca, cortou um bocado a barba, e lutou sem camisola. Para além disso ficou com o “trabalho” de fazer o pin. Estou interessado no que vem a seguir.
    O Crazzy Steve ganhou a Fatal-4-Way, mas acredito que no Genesis o vencedor da X-Cup será o Ace Austin.

  2. El Cuebro3 semanas

    Impact cheio de boas lutas, gostei da confusão no main event, aliás Eddie vs Sami até poderia ser o main event do Hard to Kill! Gostei de ver o Crazzy Steve vencendo, também gostei da vitória de Nevaeh e Havok, para mim a dupla mais certa para enfrentar Tasha e Kiera, a julgar pela rivalidade anterior! Moose e Mack farão grande luta logo sem dúvidas, gostaria de ver o Moose unificando os World Titles, ele merece há muito tempo ser o campeão principal da empresa! No mais teremos a luta old school de trios e ainda é difícil imaginar o Deaner como heel, mas o visual novo ajuda um tanto, parece uma outra pessoa e ele realmente está muito bom no papel, quanto ao Cousin seria bom vê-lo vencer!