O Impact Wrestling transmitiu esta quinta-feira mais uma edição do seu show semanal na AXS TV, a partir do Old Forester’s Paristown Hall em Louisville, Kentucky, rumo ao Emergence do dia 12 de Agosto.

Resultados

– Bhupinder Gujjar venceu Vincent (Before The Impact)
– Eddie Edwards venceu Ace Austin
– Trey Miguel & Laredo Kid venceu Johnny Swinger & Zicky Dice
– Tiffany Nieves venceu Jada Stone
– Impact World Champion Josh Alexander venceu Shera (Non-Title Match)
– Kushida venceu Rich Swann

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Bhupinder Gujjar venceu Vincent (Before The Impact): Bhupinder Gujjar entrou de forma dominante, mas uma pequena distração por parte de Maria Kanellis abriu espaço para Vincent ficar com o ímpeto do seu lado. O lutador dos Honor No More dominou durante alguns momentos, mas Bhupinder Gujjar começou a equilibrar a contenda e as quase vitórias foram aparecendo. No final, até parecia que a vitória ia sorrir a Vincent, mas a música de Heath tocou, o que distraiu o lutador dos Honor No More, que foi apanhado num Small Package que deu a vitória a Bhupinder Gujjar.

O episódio desta semana abriu com um pequeno vídeo a relembrar a aparição surpresa de Kushida no final do último episódio.

– Eddie Edwards venceu Ace Austin: O opener começou de forma agressiva, tendo Ace Austin dominado os minutos iniciais este embate, sendo que o líder dos Honor No More só virou o ímpeto a seu favor, graças a uma distração de Kenny King.

Eddie Edwards dominou durante alguns minutos, mas o lutador do Bullet Club começou a equilibrar as contas e com isso as quase vitórias foram aparecendo de forma frequente.

No final, Ace Austin tentou o The Fold, mas sem sucesso e Eddie Edwards teve espaço para acertar o Die Hard e conquistar a vitória.

Nos bastidores, Heath explicou que vai atacar todos os membros dos Honor No More e que estes irão pagar pelo que fizeram a Rhino.

A seguir, vimos imagens da semana passada de quando Josh Alexander não ajudou os Motor City Machine Guns, porque deu de caras com Shera e os dois tiveram uma brawl.

No backstage, o Impact World Champion foi então entrevistado e explicou que já venceu adversários maiores como por exemplo Joe Doering e o também irá vencer Shera. Alex Shelley interrompeu a entrevista e afirmou que quer que o campeão não se lesione neste embate contra Shera, para não ter nenhuma desculpa para quando perder contra ele.

– Trey Miguel & Laredo Kid venceu Johnny Swinger & Zicky Dice: Johnny Swinger & Zicky Dice ainda colocaram duas máscaras idênticas para tentar enganar os seus adversários mas Trey Miguel & Laredo Kid usaram a sua velocidade para dominar desde cedo.

Ainda assim os veteranos conseguiram alguma ofensiva, mas no final, a velocidade de Trey Miguel & Laredo Kid foi um problema, tendo o luchador acertado um Frogsplash que lhe deu a vitória

Nos bastidores, Gujjar estava a pedir um combate pelo Digital Media Championship contra Brian Myers mas este estava a tentar safar-se da situação. Crazzy Steve apareceu e apontou que o campeão deveria enfrentar Black Taurus, mas Brian Myers tentou desculpar-se que Scott D’Amore é que marca os combates. O oficial do Impact Wrestling apareceu nesse momento e aprovou o embate entre Brian Myers e Gujjar.

– Tiffany Nieves venceu Jada Stone: As duas lutadoras tiveram hipótese de mostrar o seu valor no Impact Wrestling e tivemos um embate equilibrado onde as quase vitórias foram aparecendo rapidamente. No final, Tiffany Nieves acertou um DDT e aproveitou a ajuda das cordas para vencer este combate.

Assim que o embate terminou, Killer Kelly apareceu e sufucou Tiffany Nieves, no que foi uma mensagem enfática a toda a Knockout’s Division.

A seguir tivemos um video package, com Scott D’Amore, Kushida, Jimmy Jacobs, Chris Sabin, Sami Callihan, Johnny Gargano entre outros a falar de Alex Shelley e de como este merece ser Impact World Champion.

De seguida tivemos um video package de Eric Young, onde este deixou bem claro que os Violent By Design irão atrás dos Motor City Machine Guns e Kushida.

– Impact World Champion Josh Alexander venceu Shera (Non-Title Match): A força de Shera foi um problema para o campeão desde cedo e com isso o “Walking Weapon” foi dominado durante vários minutos. Josh Alexander conseguiu ir equilibrando com o passar dos minutos e nem uma distração de Raj Singh ajudou Shera que acabou por desistir com um Ankle Lock.

Moose foi entrevistado a seguir e continuou a afirmar que ele e Steve Maclin não tem nenhuma relação.

Nos bastidores, os Honor No More foram chatear Scott D’Amore, tendo perguntado o que este irá fazer em relação a Heath. O oficial da empresa explicou que isso era um problema do grupo e foi então que Matt Taven decidiu pedir uma oportunidade pelos títulos de equipas. A conversa foi interrompida por Maria Kanellis que veio pedir ajuda, o que fez Eddie Edwards perguntar onde estava Mike Bennett, tendo o segmento terminado com Scott D’Amore a dizer que este é um líder tão bom, que irá resolver as coisas.

Nos bastidores, Chelsea Green e Deonna Purrazzo estavam a falar da despedida de solteira desta última, mas foram interrompidas por Havok que pediu para ir à festa. As Knockout’s Tag Team Champions Taya Valkyrie & Rosemary afirmaram que Havok não poderia ir à festa das suas adversárias, o que deixou a lutadora triste.

Raj Singh ainda estava no ringue e afirmou que só iria sair de lá quando houvesse justiça. Foi então que Sami Callihan apareceu e acertou o Cactus Driver 97, tendo a seguir pegado no microfone e ameaçado tanto Moose como Steve Maclin.

A seguir, tivemos o momento Ric Flair da semana, tendo sido mostrado o épico confronto ao microfone entre o “Nature Boy” e Jay Lethal.

No backstage, Mia Yim estava a ser entrevistada e a falar do seu combate pelo Knockout’s Championship, mas problemas técnicos interromperam a transmissão.

Quando a imagem voltou, Scott D’Amore percebeu que foram os Honor No More que estavam no camião de produção da empresa e afirmou estar farto deles e que irá acontecer um combate 5 contra 5 e que se eles perderem, o grupo terá de se separar para sempre. Eddie Edwards ficou irritado com este anúncio e afirmou que o grupo nunca se irá separar.

– Kushida venceu Rich Swann: O main event começou de forma técnica, com a velocidade a ir aumentando de forma gradual, sendo que nenhum dos dois lutadores foi tendo um controlo claro.

Com o passar dos minutos, a ofensiva foi ficando cada vez mais agressiva e Rich Swann acabou por ter o ímpeto um pouco mais do seu lado, mas Kushida não veio ao Impact Wrestling para perder e com isso as quase vitórias foram começando a aparecer.

Com o cansaço já cada vez mais evidente, a vitória foi ficando cada vez mais perto, e no final o lutador nipónico aplicou o Hoverboard Lock da terceira corda e voou com um Moonsault para dentro do ringue, sendo que Rich Swann não teve outro remédio que não desistir.


O que achaste deste Impact Wrestling?

4 Comentários

  1. Bankonthat2 semanas

    Go Kelly! Que bom que é ver o destaque que ela teve no impact. Espero que a longo termo tenha frutos, ela merece!

  2. El Cuebro2 semanas

    Mais um bom episódio do Impact, destaco a estreia do Kushida, os momentos da MCMG também, bem como a rivalidade da Honor no More e Bullet Club, Josh Alexander dominando e acima de tudo o grande e imponente retorno de Killer Kelly ao Impact e aos USA, ela merece demais, força Kelly!

  3. Edge882 semanas

    E o impact lá vai fazendo as suas contratações cirúrgicas, a Kelly, agora o Kushida, esta com um ótimo produto a uns 2 aninhos já

  4. DaniFixe6 dias

    Mais interessante que Rampage