O Impact Wrestling realizou esta sexta-feira mais um dos seus eventos especiais e que pertencem à WrestleCon, o Multiverse of Matches, a partir do Fairmont Hotel em Dallas, Texas.

Resultados

– X-Division Champion Trey Miguel venceu Jordynne Grace, Chris Bey, Blake Christian, Vincent & Rich Swann (Ultimate X Match)
– Nick Aldis & Mickie James venceram Digital Media Champion & NWA World Heavyweight Champion Matt Cardona & Chelsea Green
– Mike Bailey venceu Alex Shelley
– Knockout’s World Tag Team Champions The Influence (Madison Rayne & Tenille Dashwood) venceram Knockout’s World Champion Tasha Steelz & Savannah Evans, Decay (Rosemary & Havok) e Gisele Shaw & Lady Frost
– Tomohiro Ishii venceu Eddie Edwards
– Josh Alexander & JONAH venceram Impact World Champion Moose & PCO
ROH Women’s World Champion & AAA Reina de Reinas Champion Deonna Purrazzo venceu Faby Apache
– Chris Sabin venceu Jay White
– The Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson) venceram The Briscoes (Jay & Mark Briscoe)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– X-Division Champion Trey Miguel venceu Jordynne Grace, Chris Bey, Blake Christian, Vincent & Rich Swann (Ultimate X Match): O Ultimate X Match abriu com todos os lutadores a darem tudo para tentar conquistar o título o mais rapidamente possível, sendo que os golpes de alto risco foram aparecendo com o passar dos minutos.

No final parecia que Jordynne Grace ia continuar a fazer história, mas Vincent atirou-a da estrutura abaixo, o que abriu espaço para que Trey Miguel pegasse no seu título e assim conquistasse a vitória.

Numa entrevista à FITE, os Good Brothers falaram do seu combate de sonho contra os Briscoes que acontecerá no main event desta noite.

– Nick Aldis & Mickie James venceram Digital Media Champion & NWA World Heavyweight Champion Matt Cardona & Chelsea Green: Nick Aldis & Mickie James começaram melhor, e só com batota é que Matt Cardona & Chelsea Green conseguiram ter vantagem. O casal dominou Mickie James durante vários minutos, mas esta conseguiu aguentar a ofensiva e o fez o tag ao seu marido que entrou com tudo e quase venceu o combate.

No final, e depois de Chelsea Green de forma inadvertida ter dado um estalo em Matt Cardona Nick Aldis & Mickie James aplicaram o Texas Cloverleaf em cada um dos seus rivais, que não tiveram outra hipótese que não desistir.

Nos bastidores a ROH Women’s World Champion & AAA Reina de Reinas Champion Deonna Purrazzo foi entrevistada e desvalorizou a conquista do ROH Women’s World Championship interino por parte de Mercedes Martinez, tendo dito que ela é que continua a ser a verdadeira campeã.

– Mike Bailey venceu Alex Shelley: Os dois lutadores entraram a grande velocidade, sendo que nenhum dos dois nunca teve grande controlo nesta partida. Com o passar dos minutos, o cansaço foi ficando cada vez mais presente e com isso as quase vitórias foram sendo mais frequentes.

No final, parecia que a vitória ia sorrir a Alex Shelley depois do Sliced Bread, mas “Speedball” manteve-se em combate e conquistou a vitória depois de um pin rápido.

A seguir tivemos uma entrevista à Knockout’s World Tag Team Champions The Influence, sendo que Gia Miller decidiu irritar as campeãs, questionando-as se a ausência de Kaleb With a K e das IInspiration estavam relacionadas.

– Knockout’s World Tag Team Champions The Influence (Madison Rayne & Tenille Dashwood) venceram Knockout’s World Champion Tasha Steelz & Savannah Evans, Decay (Rosemary & Havok) e Gisele Shaw & Lady Frost: As quatro equipas foram dividindo o ímpeto deste embate, sendo que as campeãs foram tentando estar sempre em ringue, para tentarem reter os seus títulos mais depressa possível.

No final, o combate ficou bastante confuso, com as Decay e a dupla da Knockout’s World Champion Tasha Steelz & Savannah Evans a acabarem por ir lutar para os bastidores, já no ringue, as campeãs conseguiram isolar Giselle Shaw e retiveram assim os seus títulos.

Gia Miller a seguir entrevistou Eddie Edwards e este explicou que hoje está a representar a Pro Wrestling NOAH e não o Impact Wrestling e tudo porque a empresa lhe virou as costas.

– Tomohiro Ishii venceu Eddie Edwards: Eddie Edwards foi utilizando a sua maior velocidade para tentar controlar Tomohiro Ishii, mas só com batota é que ficou no domínio, porém, o lutador que estava a representar a NOAH, não conseguiu controlar o “Stone Pitbull” durante muitos minutos e este foi usando os seus poderosos strikes para equilibrar esta contenda. Nos minutos finais desta “guerra” ambos tiveram hipótese para vencer, mas a vitória acabou por sorrir ao lutador japonês depois de acertar o seu Brainbuster.

– Josh Alexander & JONAH venceram Impact World Champion Moose & PCO: Moose & PCO tentaram usar batota para dominar os seus rivais, mas a força de JONAH e a agressividade de Josh Alexander fez com que estes tivessem o ímpeto do seu lado.Ainda assim a ofensiva pouco ortodoxa de PCO foi um problema para os seus adversários.

Depois de vários minutos onde a agressividade nunca diminuiu, o “Walking Weapon” aplicou o Ankle Lock em Moose, que ainda assim conseguiu fugir, tendo deixado o seu companheiro de equipa sozinho, tendo o final chegado quando Josh Alexander acertou o C4 Spike em PCO.

– ROH Women’s World Champion & AAA Reina de Reinas Champion Deonna Purrazzo venceu Faby Apache: Deonna Purrazzo fez do braço esquerdo de Faby Apache o seu alvo preferencial de ataque, mas a lutadora da AAA foi equilibrando a contenda, tendo até quase surpreendido a dupla campeã, porém no final, a “Virtuosa” aplicou o seu Fujiwara Armbar e Faby Apache não teve outro remédio que não desistir.

Assim que o combate terminou, Deonna Purrazzo afirmou que não quer saber se Mercedes Martinez é a ROH Women’s World Champion interina, pois ela continua a ser a verdadeira campeã. De forma surpreendente, tivemos o regresso de Taya Valkyrie ao Impact Wrestling, com a “Wera Loca” a desafiar a “Virtuosa” para um combate pelo AAA Reina de Reinas Championship no Rebellion.

– Chris Sabin venceu Jay White: Chris Sabin usou a sua maior velocidade para dominar Jay White, sendo que o líder dos Bullet Club só com alguma manha conseguiu colocar-se no controlo deste embate. O neozelandês dominou durante vários minutos, mas Chris Sabin nunca se deu por vencido e quase venceu depois de um Tornado DDT.

Os minutos finais foram bastante equilibrados com várias quase vitórias de parte a parte, sendo que o final chegou quando Chris Sabin contra-atacou o Blade Runner com um pin rápido e deu assim a primeira derrota a Jay White no Impact Wrestling.

Assim que o combate terminou, Steve Maclin veio ao ringue para atacar Chris Sabin, sendo que Jay White juntou-se ao ataque até acertar um low blow em Steve Maclin.

– The Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson) venceram The Briscoes (Jay & Mark Briscoe): Os Good Brothers entraram com tudo e fizeram de Jay Briscoe o seu alvo, mas este nunca se deixou ficar e depois de ter sido dominado durante vários minutos, conseguiu fazer o tag ao seu irmão e Mark Briscoe entrou com tudo, sendo que os “Dem Boys” quase conseguiram a vitória depois de um Double Team Neckbreaker Powerbomb.

No final, os Good Brothers com ajuda de Jay White e Chris Bey, viraram o ímpeto a seu favor e com o Magic Killer venceram este main event.


O que achaste deste Impact Wrestling Multiverse of Matches?

2 Comentários

  1. El Cuebro8 meses

    Grande show por parte do Impact e suas parcerias, a luta que abriu o show foi incrível, com o Trey se mantendo campeão, boa vitória do Sabin também, Deonna dominando, aliás a Taya voltou e vai atrás da Virtuosa, grande vitória do Ishii, Mike Bailey usando a inteligência, gostei também das lutas de duplas, seja a hardcore com Jonah e PCO e também o combate pelos títulos femininos, também a mista com Nick Aldis retornando ao Impact e vencendo bem demais e ainda o main event com grande vitória, mesmo com a intromissão dos Good Brothers, aliás os Briscoes perdendo duas na mesma noite hein, já que ele haviam perdido para os FTR no Supercard da ROH, aliás algum dos shows foi gravado antes para isso acontecer? Porque os Briscoes também estiveram num show da GCW.

  2. Gostei:
    – Ultimate X Match. Não como falhar em começar o show com o Ultimate X Match. Sempre um combate divertido de se assistir e este não escapou à regra.
    – Mike Bailey vs Alex Shelley. Como seria de esperar, um ótimo e divertido combate entre estes 2. Ritmo elevado, uma boa psicologia e a escolha acertada de vencedor.
    – Alexander & JONAH vs Moose & PCO. Um combate sólido, que ainda deu algum tempo de destaque a PCO e conseguiu dar mais build à feud entre Josh Alexander e Moose.
    – Deonna Purrazzo vs Faby Apache. Gostava que o combate tivesse durado um bocado mais. O combate que tivemos foi sólido, mas podia ter sido ainda melhor com mais algum tempo. Ah, e bem-vinda de volta Tay Valkyrie!
    – Chris Sabin vs Jay White. Parece-me que os membros dos Motor City Machine Guns estão on-fire neste show, porque os melhores combates até agora estão a ser deles. Ótima disputa aqui, com um final surpreendente (e ótimo)!
    – The Good Brothers vs The Briscoes. Uma grande escolha para main event, porque realmente o melhor combate ficou para último. Fantástico combate desde o início ao fim.

    Não Gostei:
    – Green & Cardonna vs James & Aldis. Não achei bom, nem achei mau. Relativamente desinteressante.
    – The Influence vs Decay vs Steelz & Evans vs Shaw & Frost. Achei esta match um bocado confusa e nunca me consegui realmente interessar no combate.
    – Eddie Edwards vs Tomohiro Ishii. Um combate que não deu o clique para mim. Não o achei mal, mas houve algo que faltou, a meu ver, para que fosse bom.

    Overall: 6/10. Foi um bom show, mas havia potencial para melhor. Destaco o main event e os combates dos membros dos Motor City Machine Guns.