O Impact Wrestling transmitiu este sábado, dia 7 de Maio, mais um dos seus especiais, o Under Siege, a partir do PromoWest Pavilion at Ovation em Newport, Kentucky.

O Impact Wrestling Under Siege foi transmitido no Impact Plus e FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Heath & Rhino venceram Raj Singh & Shera (Countdown)
– Rich Swann venceu Laredo Kid e Mike Bailey (Countdown)
– Gisele Shaw venceu Knockout’s World Tag Team Champion Madison Rayne
– Chris Sabin venceu Steve Maclin
– AAA Reina de Reinas Champion Taya Valkyrie venceu Deonna Purrazzo
– X-Division Champion Ace Austin venceu Trey Miguel
– Honor No More (Eddie Edwards, Matt Taven, Mike Bennett, Kenny King & Vincent) venceram Bullet Club (Jay White, Chris Bey, El Phantasmo, Doc Gallows & Karl Anderson)
– Knockout’s World Champion Tasha Steelz venceu Havok
– The Briscoes (Mark & Jay Briscoe) venceram Impact World Tag Team Champions Violent By Design (Eric Young & Deaner)
– Impact World Champion Josh Alexander venceu Tomohiro Ishii

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Heath & Rhino venceram Raj Singh & Shera (Countdown): A dupla de Heath & Rhino entrou melhor, mas Raj Singh & Shera com alguma batota à mistura viraram o ímpeto a seu favor. Esta dupla controlou durante algum tempo, mas quando Heath fez o tag a Rhino, este entrou com tudo e pouco depois acertou o seu Gore em Raj Singh e conquistou a vitória.

– Rich Swann venceu Laredo Kid e Mike Bailey (Countdown): Este combate começou a alta velocidade e nenhum dos três lutadores conseguiu um domínio muito prolongado, num embate que foi algo caótico.

Com o passar dos minutos, as quase vitórias foram começando a surgir e depois de todos terem tido a sua oportunidade, Rich Swann acertou o Phoenix Splash em Laredo Kid e ganhou este embate.

– Gisele Shaw venceu Knockout’s World Tag Team Champion Madison Rayne: Gisele Shaw entrou melhor neste embate e dominou até que as Influence conseguiram fazer alguma batota. Madison Rayne dominou a sua adversária durante alguns minutos, mas esta foi aguentando e começou a equilibrar o ímpeto com a sua ofensiva.

No final, Tenille Dashwood tentou novamente fazer batota, mas Alisha impediu-a, o que abriu espaço para Giselle Shaw acertar uma joelhada em corrida e garantir assim a vitória.

Nos bastidores, os Brisoces foram entrevistados e prometeram que iam conquistar os Impact World Tag Team Championships.

– Chris Sabin venceu Steve Maclin: Chris Sabin usou a sua velocidade para começar melhor, mas fora do ringue Steve Maclin virou o combate a seu favor.

O domínio durou vários minutos, mas o ex-Impact World Champion foi aguentando e quando conseguiu voltar a aumentar o ritmo do combate, este ficou mais equilibrado.

Nos minutos finais, ambos tiveram hipótese para vencer, mas Chris Sabin acertou um Tornado DDT seguido do seu Cradle Shock e conquistou a vitória.

No backstage, Deonna Purrazzo afirmou que ela irá recuperar o AAA Reina de Reinas Championship e provar a todos porque é a “Virtuosa”.

– AAA Reina de Reinas Champion Taya Valkyrie venceu Deonna Purrazzo: A “Virtuosa” atacou Taya Valkyrie ainda antes do combate começar de forma oficial e com isso dominou durante vários minutos, mas a “Wera Loca” conseguiu usar a sua maior força para equilibrar este embate.

No final, Deonna Purrazzo tentou usar as suas submissões para vencer, mas quando não o conseguiu tentou usar o título como arma, tendo sido impedida pelo árbitro, e toda esta confusão abriu espaço para Taya Valkyrie com um pin rápido para vencer o combate.

Assim que o combate terminou, a “Virtuosa” voltou a atacar a sua rival, até que Mia Yim fez o seu regresso ao Impact Wrestling e atacou Deonna Purrazzo até que esta conseguiu fugir.

Nos bastidores, Trey Miguel prometeu que ia reconquistar o X-Division Championship.

– X-Division Champion Ace Austin venceu Trey Miguel: Os dois lutadores quiseram usar toda a sua velocidade desde os primeiros momentos deste combate e com isso o equilíbrio foi a nota de destaque deste encontro.

Os dois mantiveram o pé no acelerador e com isso a vitória foi ficando cada vez mais perto para ambos, no final Trey Miguel falhou o Meteora, o que abriu espaço para Ace Austin acertar o The Fold e reter o X-Division Championship.

– Honor No More (Eddie Edwards, Matt Taven, Mike Bennett, Kenny King & Vincent) venceram Bullet Club (Jay White, Chris Bey, El Phantasmo, Doc Gallows & Karl Anderson): O caos ficou instalado desde o primeiro segundo como seria de esperar e nenhum das equipas conseguiu ter o controlo do seu lado. Com o passar dos minutos, os 10 lutadores foram aumentando ainda mais a agressividade, o que fez com que as quase vitórias fossem sendo cada vez mais frequentes.

No meio de todo o caos, os Honor No More mostraram ser mais astutos e no fim, Mike Benett & Matt Taven acertar o Proton Pack em Karl Anderson e conquistaram uma importante vitória.

– Knockout’s World Champion Tasha Steelz venceu Havok: Havok usou a sua força para dominar desde cedo, o que deixou a campeã em apuros, sendo que Tasha Steelz só depois de um erro da lutadora dos Decay é que conseguiu ter alguma ofensiva.

Com o passar dos minutos, as quase vitórias foram aparecendo cada vez mais e no final, a campeã acertou o seu Black Out e reteve assim o seu título.

– The Briscoes (Mark & Jay Briscoe) venceram Impact World Tag Team Champions Violent By Design (Eric Young & Deaner): Os Violent By Design aproveitaram a vantagem numérica para começar o ataque ainda antes do embate começar, mas os Briscoes não vieram ao Under Siege para perder e com isso tivemos um combate bastante agressivo por parte das duas equipas.

Os quatro lutadores tentaram vencer o mais rapidamente possível e por isso as false finishes foram bastante frequentes e até pareceu por várias vezes que os Violent By Design iam reter, mas no fim, os Briscoes acertaram o Doomsday Device em Deaner e conquistaram os Impact World Tag Team Championships.

A seguir tivemos Moose em ringue, que explicou que não está arrependido do que fez nos últimos meses, porque foi isso que fez dele o melhor Impact World Champion de sempre. Enquanto o ex-campeão continuava a falar, as luzes apagaram e quando voltaram a acender tivemos Sami Callihan no meio do ringue, tendo este atacado Moose com o seu taco de basebol antes de acertar o Cactus Driver 97.

– Impact World Champion Josh Alexander venceu Tomohiro Ishii: O main event começou de forma agressiva como seria de esperar com Josh Alexander e Tomohiro Ishii em ringue e os dois foram tentando impor a sua lei perante o seu adversário, mas nunca nenhum conseguiu estar por completo no controlo.

Os dois lutadores foram ficando perto da vitória com o passar dos minutos, mas a força de vontade de ambos foi incrível e parecia que seria impossível um deles ficar no chão para uma contagem de três.

No final, Josh Alexander conseguiu aumentar a parada e depois de uma Powerbomb acertou o seu C4 Spike e reteve assim o seu Impact World Championship.


O que achaste deste Impact Wrestling Under Siege?

5 Comentários

  1. Depois desse evento, acho que vou voltar a acompanhar o Impact, muito bom!

  2. Neves Gabriel3 semanas

    A impact vem a cada mês se superando em seus eventos

  3. Gostei:
    – Madison Rayne vs Gisele Shaw. Um bom combate de abertura, que foi surpreendente, dado que é um heel vs heel (apesar do face turn da Gisele estar para breve).
    – Steve Maclin vs Chris Sabin. Ótimo combate. Tudo aqui correu bem, desde as manobras, a psicologia, tudo mesmo.
    – Deonna Purrazzo vs Taya Valkyrie (c). O combate foi bom, mas o fim foi fraco, com o roll-up a não sair da melhor forma e com Deonna a ficar um bocado mal. Entendo porque o fizeram, mas podia ter sido muito melhor executado. Mas pronto, bom combate e bem-vinda Mia Yim!
    – Trey Miguel vs Ace Austin (c). Ótimo combate, talvez o melhor destes 2 em singles matches. Cumpriram todas as expectativas.
    – Honor No More vs BULLET CLUB. Mais um combate altamente positivo, com este em particular a ser fantástico. Partiram tudo e cumpriram todas as expectativas.
    – Havok vs Tasha Steelz (c). Apesar de ter tido alguns momentos menos bons, foi um combate desfrutável com uma boa sequência final e com Tasha a conseguir uma boa vitória sem ajuda para solidificar o seu reinado. Foi um combate decente, em geral.
    – The Briscoes vs Violent By Design (c). Simplesmente fantástico. O pop quando os Briscoes vencem é muito bom e ainda bem; fantástico combate com um final de doidos.
    – Promo de Moose interrompida por… Sami Callihan! É tão bom ver Sami Callihan de volta e não podia ter voltado em melhor altura.
    – Tomohiro Ishii vs Josh Alexander (c). Isto não foi o teu habitual combate do Tomohiro Ishii: foi ainda melhor do que ele nos habituou. Um fantástico combate que mostra porque mereceu ser o main event deste PPV!

    Não Gostei:

    Overall: 7/10. Ótimo show, talvez o melhor PPV da Impact neste ano. É um show que vale a pena ver, com vários combates de destaque (Maclin vs Sabin, Miguel vs Austin, 10-Man Tag, Briscoes vs VBD e Ishii vs Alexander).

  4. El Cuebro3 semanas

    Que grande show do Impact, acho que o melhor que vi no ano até agora, grandes lutas, retornos e surpresas, tudo o que faz um bom PPV, só esperando pelo Slammiversary agora, vem mais coisa boa para o Impact no futuro hein!

  5. TakerVanDerVaart233 semanas

    Grande PPV por parte da Impact!