A Anthem Sports & Entertainment transmitiu este sábado, dia 15 de Maio, a partir dos Skyway Studios em Nashville, Tennessee, mais um especial do Impact Wrestling, o Under Siege.

O Impact Wrestling Under Siege foi transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Brian Myers venceu Black Taurus
– Taylor Wilde & Tenille Dashwood venceram Susan & Kimber Lee
– Ace Austin & Madman Fulton venceram TJP & Petey Williams , XXXL (Larry D & Acey Romero) e Rohit Raju & Shera (Impact World Tag Team Championship Nº1 Contender’s Match)
– W. Morrissey venceu Willie Mack
– Fire ‘N Flava (Kiera Hogan & Tasha Steelz) venceram Knockout’s Tag Team Champions Jordynne Grace & Rachael Ellering
– X-Division Champion Josh Alexander venceu El Phantasmo
– Knockout’s Champion Deonna Purrazzo venceu Havok
– Eddie Edwards & Impact World Tag Team Champions FinJuice (David Finlay & Juice Robinson) venceram Impact & AEW World Champion Kenny Omega & The Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson)
Moose venceu Sami Callihan, Chris Bey, Matt Cardona, Trey Miguel e Chris Sabin (Impact World Championship 6-Way Nº1 Contender’s Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Brian Myers venceu Black Taurus: O membro dos Decay controlou o combate desde cedo graças à sua força, mas uma confusão entre o adversário e Crazzy Steve acabou por o distrair, e Brian Myers assumiu o domínio. Ainda assim, Black Taurus ficou próximo da vitória com um Crucifix Bomb. Pouco depois, Brian Myers aplicou o Flatliner, acabando por obter a vitória com um dedo no olho e o Roster Cut.

– Taylor Wilde & Tenille Dashwood venceram Susan & Kimber Lee: Taylor Wilde e Tenille Dashwood conseguiram colocar as suas diferenças de lado e juntar forças neste combate. Ainda assim, Susan e Kimber Lee quase venceram, mas o árbitro viu a primeira com os pés nas cordas. Com alguma ajuda de Kaleb With a K à mistura, Taylor Wilde capitalizou e com um German Suplex garantiu a vitória.

Sami Callihan afirmou que vai vencer o 6-Way Nº1 Contender’s Match e depois vencer Kenny Omega pelo Impact World Championship. O lutador também afirmou que Don Callis tem medo de si.

– Ace Austin & Madman Fulton venceram TJP & Petey Williams , XXXL (Larry D & Acey Romero) e Rohit Raju & Shera (Impact World Tag Team Championship Nº1 Contender’s Match): Este foi um combate repleto de ação do início ao fim, dada a quantidade de lutadores em ringue. Tivemos vários golpes de destaque como um Springboard Leg Drop de Ace Austin, um Canadian Destroyer de Petey Williams, uma “sandwichada” dos XXXL e muito mais.

No final, Madman Fulton despachou Larry D com um Black Hole Slam e Ace Austin aplicou um Splash para a vitória. Ace Austin & Madman Fulton são assim os novos candidatos principais aos Impact World Tag Team Championships dos FinJuice (David Finlay & Juice Robinson).

Fire ‘N Flava foram entrevistadas por Gia Miller e afirmaram que irão recuperar os Knockout’s Tag Team Championships quando venerem Jordynne Grace e Rachael Ellering.

– W. Morrissey venceu Willie Mack: Este combate foi uma confronto de força, mas também de alguma agilidade. Willie Mack começou melhor, mas W. Morrissey assumiu o controlo depois do combate ter vindo para fora do ringue. O “gigante” focou depois o seu ataque no pescoço do adversário e acabou por arrecadar a vitória com o East River Crossing e um pontapé na nuca do adversário.

Depois do combate, W. Morrissey continuou a atacar Willie Mack, até que Rich Swann fez o seu regresso e com a sua agilidade e uma cadeira fez o “gigante” sair do ringue.

– Fire ‘N Flava (Kiera Hogan & Tasha Steelz) venceram Knockout’s Tag Team Champions Jordynne Grace & Rachael Ellering: Kiera Hogan & Tasha Steelz até começaram por atacar as campeãs pelas costas, mas Jordynne Grace & Rachael Ellering assumiram o controlo do combate graças à sua maior força. No entanto, graças a alguma batota, as candidatas acabaram por dominar por mais tempo, isolando Rachael Ellering da sua parceira.

Tivemos depois um final de combate bastante equilibrado, com várias oportunidade de vitória para cada lado. No final, Kiera Hogan despachou Rachael Ellering com um Sliced Bread fora do ringue, enquanto Tasha Steelz aplicou um Frog Splash em Jordynne Grace para a vitória. As Fire ‘N Flava voltam assim a ser Knockout’s Tag Team Champions.

Depois de alguma confusão no Swinger’s Palace, Hernandez levou os XXXL para fora do casino.

– X-Division Champion Josh Alexander venceu El Phantasmo: O campeão começou melhor, recorrendo à sua técnica para controlar o adversário e manter o ritmo lento. No entanto, o combate acelerou e ficou bastante dividido entre os dois. El Phantasmo mostrou depois a sua arrogância e dominou por alguns minutos.

Josh Alexander resistiu e as quase vitórias começaram a surgir. El Phantasmo aplicou uma Hurricanrana da top rope, seguida de um Frog Splash, mas não foi suficiente. No final, Josh Alexander prendeu o seu Ankle Lock e obrigou El Phantasmo a desistir, retendo o X-Division Championship.

Eddie Edwards e os Impact World Tag Team Champions FinJuice (David Finlay & Juice Robinson) afirmaram estar preparados para enfrentar o Impact World Champion Kenny Omega e os Good Brothers.

– Knockout’s Champion Deonna Purrazzo venceu Havok: Deonna Purrazzo tentou controlar a adversária, mas a maior força de Havok foi sempre um problema para a Knockout’s Champion. Só uma distração de Kimber Lee permitiu a Deonna Purrazzo dominar por alguns minutos.

Havok ainda ficou perto da vitória com um Chokeslam e um Boston Crab, mas Kimber Lee e Susan subiram ao apron para a distrair novamente. No final, Deonna Purrazzo conseguiu prender o Fujiwara Armbar e obrigar a adversária a desistir, retendo o Knockout’s Championship.

– Eddie Edwards & Impact World Tag Team Champions FinJuice (David Finlay & Juice Robinson) venceram Impact & AEW World Champion Kenny Omega & The Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson): No primeiro main event da noite tivemos então um grande Six-Man Tag Team Match, com lutadores do Impact Wrestling, AEW e NJPW. A equipa babyface começou melhor este combate e Karl Anderson até atacou Doc Gallows acidentalmente. No entanto, Kenny Omega conseguiu impor domínio para a sua equipa, que se prolongou por vários minutos.

O final foi bastante dividido entre as duas equipas, com oportunidades de vitória para ambas. Eddie Edwards quase venceu com uma Blue Thunder Bomb e uma Double Underhook Powerbomb. Já Kenny Omega ficou próximo da vitória com um V-Trigger e um Snap Dragon Suplex.

No final tivemos uma grande brawl entre todos os lutadores e foi Eddie Edwards que aproveitou para arrecadar a vitória com o Boston Knee Party em Karl Anderson.

– Moose venceu Sami Callihan, Chris Bey, Matt Cardona, Trey Miguel e Chris Sabin (Impact World Championship 6-Way Nº1 Contender’s Match): No segundo main event da noite tivemos então um 6-Way para definir o próximo candidato ao Impact World Championship de Kenny Omega. Como seria de esperar, este combate foi o caos do início ao fim e foi raro o momento em que não tivemos ação no mesmo.

Ao longo do combate vimos o Death Valley Driver de Sami Callihan, Matt Cardona a atirar Moose contra a barreira de proteção, Trey Miguel e Chris Bey a aplicarem um Tope Con Hilo em simultâneo, um Dropkick de Moose em Chris Sabin, um Superplex de Moose seguido de um Frog Splash de Chris Bey, e muito mais.

Sami Callihan quebrou um pin com uma cadeira e aplicou um Exploder Suplex em Chris Bey. Já Chris Sabin ficou perto da vitória com um DDT Flatliner em Sami Callihan e Matt Cardona. Já este último quase venceu com o Radio Silence em Moose. Sami Callihan ficou perto da vitória com o Package Piledriver em Matt Cardona, mas foi depois atacado pelos Good Brothers.

No final, Chris Sabin quase venceu com o Cradle Shock, mas Moose puxou o árbitro e atacou o joelho do adversário. Depois, Moose aplicou o Lights Out Spear e venceu o combate, tornando-se o novo candidato ao Impact World Championship de Kenny Omega.

O Under Siege terminou com a celebração de Moose, que deixou uma mensagem ao “Belt Collector” de que irá recuperar para o Impact Wrestling aquilo que lhe pertence.


O que achaste deste Impact Wrestling Under Siege?

6 Comentários

  1. Wow, não contava nem com um reinado tão curto por parte de Jordynne Grace & Rachael Ellering nem com a derrota de Kenny Omega & The Good Brothers. De resto, foi um evento decente e com resultados relativamente expetáveis.

  2. Gostei:
    – Após o término do combate, W. Morrissey continua o ataque sob Willie Mack. Morrissey estava prestes a usar uma cadeira quando Rich Swann aparece para salvar Mack. Swann agarrou na cadeira e disse a Morrissey para se ir embora, teasing para uma futura feud entre Swann e Morrissey (?).
    – Josh Alexander vs El Phantasmo pelo X Division Title. Este é o 3º combate de Phantasmo na IMPACT e que combate! O estilo técnico de Alexander e o estilo de Phantasmo trouxeram uma dinâmica interessante ao combate e fizeram dele único! As near falls ajudaram imenso e Josh Alexander conseguiu a vitória. Sem dúvida alguma o melhor combate da noite que recomendo a verem!
    – Super Elite vs Eddie Edwards & FinJuice. Foi o teu típico 6-Man Tag, o que não tem nada de mal. A sequência nos últimos minutos foi ótima, mas é um combate que podes saltar. É bom, mas não necessário vê-lo. Eddie Edwards conseguiu a vitória para a sua team.
    – 6 Pack Challenge para determinar o #1 Contender entre Chris Bey, Chris Sabin, Moose, Matt Cardona, Sami Callihan e Trey Miguel! O ritmo do combate foi elevado e toda a gente fez o que podia para vencer. Os Good Brothers impediram uma vitória de Callihan e, com isto, Moose conseguiu o pin em Chris Sabin para termos Moose vs Omega no Against All Odds!

    Não Gostei:
    – Brian Myers vs Black Taurus. Este combate não era para estar aqui, muito lento. Black Taurus ainda teve alguns bons momentos mas a decisão de ele perder foi horrível.
    – Susan & Kimber Lee vs Taylor Wilde & Tenille Dashwood. Tal como o combate anterior, este combate não devia ter sido em PPV. Taylor Wilde com o pin após distração de Kaleb.
    – Team XXXL vs Petey Williams & TJP vs Raju & Shera vs Ace Austin & Sawyer Fulton. Lento e algo aborrecido. Alguns spots, mas o restante foi o que já referi. Ace Austin & Sawyer Fulton com a vitória.
    – W. Morrissey vs Willie Mack. Este combate provou que Morrissey é o futuro monstro desta promotora. Dominou completamente o combate, vencendo com a big boot. A única razão pela qual não gostei foi porque, apesar de cumprir o propósito, o combate podia ter sido algo melhorzito.
    – Fire N’Flava vs Jordynne Grace & Rachel Ellering pelos Knockouts Tag Titles. Em geral, foi decente. Mas houve alguns botches que arruinaram isto para mim. E tal como disse na League, a decisão das Fire N’Flava vencerem não é muito boa. Batata quente com títulos que regressaram à pouco tempo?
    – Deonna Purrazzo vs Havok pelo Knockouts Title. Não foi assim muito mau, mas acho que a história que elas tentaram contar não era a apropriada. A Deonna queria terminar isto o mais depressa possível com a Fujiwara Armbar, enquanto a Havok tentou de tudo. A Deonna venceu, mas acho que se podia ter feito aqui algo mais. ~

    Overall: 6/10. Isto parecia o teu IMPACT semanal, para ser honesto. O undercard foi algo aborrecido. O X Division Match e o Main Event salvaram este PPV de total aborrecimento e soube bem ver aquele X Division Match após tantos combates que, na melhor das hipóteses, foram decentes. Against All Odds é o próximo PPV e espero que seja algo melhor que isto.

  3. El Cuebro1 mês

    Grande show, ótimos combates, gostei muito da vitória do Moose, espero que agora o vejamos campeão, ele merece demais, no mais umas surpresas, como a derrota de Rachael e Jordy e também a vitória do trio de Eddie e FinJuice!

  4. Edge881 mês

    A deonna tem que trocar aquela roupa porque fez impressão a quantidade de vezes que teve que ajeitar no decote , uma coisa simples mas que estraga um combate , e até me pareceu que a desconcentrou bastantes vezes

  5. Três resultados surpreendentes: vitória do Brian Myers, vitória das Fire ‘N Flava, Kenny e GB terem perdido.

  6. TakerVanderVaart234 semanas

    Foi um bom PPV até. Não esperava que Jordynne Grace & Rachael Ellering perdessem já o título neste PPV!
    A derrota de Kenny Omega & The Good Brothers também veio um pouco como surpresa mas aqui eu dava hipoteses 60/40% e acabou por fazer sentido o resultado.
    Apesar de esperar que Moose fosse atrás do titulo, achei mesmo que não seria ele a vencer este combate e que teríamos sim ele mais tarde a ir lutar pelo titulo, por exemplo no Slammiversary