Nos tempos recentes, a WWE tem-se mostrado muito mais aberta a trabalhar com outras empresas, como podemos ver pelas parcerias com a NOAH, TNA, entre outras.

Muitos fãs ainda estão em choque com a aparição de Jordynne Grace, Frankie Kazarian e Joe Hendry na programação do NXT, e com a aparição de Tatum Paxley no Against All Odds.

No programa Grilling JR, o WWE Hall of Famer, Jim Ross, falou sobre o estado atual do mundo do Wrestling. Este foi questionado se conseguia ver um cenário em que a WWE e a AEW pudessem trabalhar em conjunto.

É difícil de o ver, mas aparentemente nada é impossível. Mas é algo que não consigo compreender neste momento. Não consigo imaginar isso neste momento. Acho que a WWE vai aceitar pensionistas e inquilinos para o seu espaço, mas mantê-los permanentemente pode ser um exagero.

Mas acho que é uma boa ideia. Os fãs de wrestling, já o disse antes, gostam de novidades, gostam de mudanças, gostam de surpresas, e não há muitos grandes talentos a trabalhar.

Têm de os encontrar onde quer que seja, e quem é que não está disposto a vir para a WWE ou para a AEW? Porque o trabalho é estável e o pagamento é bom, e eles sabem que estão a ser pagos.

Não estou a ver parcerias prolongadas. Espero estar enganado, porque acho que é bom para o wrestling, quando se consegue novos talentos e eles têm uma oportunidade, estão motivados, são habilidosos. É uma coisa boa.

Por isso, estou a gostar do clima atual do wrestling profissional. Gosto do facto de estes tipos estarem a ter uma oportunidade de se tornarem estrelas, estrelas maiores, de desenvolverem o seu repertório e de lhes dar esperança de que haverá mais dinheiro no futuro, se conseguirem.

Pelo menos eu espero que sim. Quero que estes rapazes tenham todas as oportunidades possíveis para se tornarem estrelas e, quando nos tornamos uma estrela, temos a oportunidade de trabalhar mais e ganhar mais dinheiro.

No final do dia, muito francamente, é isso que interessa, ganhar dinheiro.


Concordas com as palavras de Jim Ross?

2 Comentários

  1. El Cuebro3 semanas

    Seria interessante com certeza, há muitos bons nomes em ambos os lados e seria talvez a grande parceria da história do pro-wrestling, mas parece que num primeiro momento as duas partes não estão lá muito interessadas nisso, talvez queiram fazer outros lados e possibilidades antes, é ver o que pode acontecer.

  2. Eu gostava de ver o que iria sair dali se realmente acontecer! Seria estranho? Claro que sim. Mas seria bastante interessante!