Karrion Kross foi despedido pela WWE em Novembro de 2021 e tem lutado em pequenas promotoras desde então, tendo também feito uma aparição na brand norte-americana da NJPW.

De acordo com Sean Ross Sapp do Fightful, Karrion Kross recusou-se a lutar na AEW no início deste mês de Maio.

O ex-lutador da WWE iria enfrentar Wardlow, mas quando Karrion Kross percebeu que Scarlett não o ia acompanhar na sua entrada, preferiu recusar a oferta da empresa, tendo sido W. Morrissey chamado para enfrentar o “Wardog”.

Ao que parece, o ex-NXT Champion ficou com receio que esta sua aparição fosse bastante parecida às suas aparições no main roster da WWE, algo que foi um ponto baixo na sua carreira na empresa.

Ainda assim, é apontado que as relações entre Tony Khan e Karrion Kross estão em bons termos, e ficou no ar a possibilidade do lutador vir a lutar nos ringues da AEW.


Pensas que Karrion Kross fez bem em recusar lutar na AEW?

11 Comentários

  1. Italo1 mês

    Foi melhor não ter aceito mesmo ia só perder, se for pra contratar só pra lutar no YouTube deixe ele ir pra outra empresa que lhe dê o destaque que merece

    • L26MC1 mês

      Se o show têm lutadores desconhecidos, ninguém vê e ainda reclamam. Se aparece grandes nomes no show e ainda podem assistir grátis, reclamam na mesma.

  2. L26MC1 mês

    Fez bem em não aceitar, apesar de tudo, fez um grande percurso no NXT e têm já o seu nome no mundo do wrestling. Uma derrota em que ele nem é nenhuma peça na AEW, nem nesta rivalidade entre o Wardlow e o MJF, só ia atrapalhar o seu início, caso um dia fosse contratado pela empresa.

    Gosto do Kross, mas não encaixa na AEW, já há pessoal mais interessante.
    Para ter ele e a sua mulher, prefiro ter o Miro e a Lana, que trabalham tão bem juntos, para não falar no carisma.
    Depois também vejo um pouco do Black, no Kross, talvez por terem feito quase o mesmo trabalho no NXT, tiveram tudo aos seus pés e quando foram para o main roster, eram personagens muito fortes que acabaram por ser deitados fora.

  3. ??1 mês

    Tratam ele como se fosse super talentoso.

  4. Vitor Oliveira1 mês

    Vejo nadaaaaaaa de mais nele

  5. therock981 mês

    Não é lutador que aprecie.

    Seja como for o Morrissey fez o trabalho certinho, foi uma boa oportunidade para ele, lutou para uma crowd de 6.000 pessoas e recebeu o seu pagamento.
    A derrota em si não prejudicou em nada o trabalho que tem vindo a fazer no Impact.

  6. El Cuebro1 mês

    Bom ele estar participando em eventos na NJPW já é algo, pois está dentro das parcerias da AEW, quem sabe no futuro possa acontecer sim, eu acho que ele poderia fazer bem por lá, tendo o devido espaço e tempo, algo que é difícil com o roster inchado da AEW, mas ainda poderia acontecer, ainda mais se tiver a Scarlett consigo, a entrada deles dos tempos de NXT era boa demais, foi um grande erro por parte da WWE em não colocá-los juntos e depois destruíram a gimmick do Kross, no mais que ele tenha sucesso ainda, o mesmo para a Scarlett! Imagino até numa possibilidade de poderem usar o Kross numa possível parceria AEW-MLW, já que ele tem grande popularidade nessa outra empresa!

  7. The Name1 mês

    Desde aquela promo do Adam Cole no nxt, este homem nunca mais foi o mesmo 😅😂
    Mas ainda bem que recusou, o Morrisey foi uma melhor aposta e foi bom vê-lo novamente depois de ter ultrapassado as suas dificuldades na vida, ele mereceu!

  8. Zoro1 mês

    Karrion Kross é daqueles nomes que tem de trabalhar mais fora dos grandes palcos para poder voltar e mostrar o seu verdadeiro valor.
    Ele é bom, mas precisa de algo mais…
    Mas quem sabe o que poderia fazer no ROH.

    • Jacob Cass1 mês

      Metade do roster da AEW ou mais não está pronto para tv, só ver as Dark Orders, Jelly Janelas e Sonny Kisses 🤣

  9. Chicago Made1 mês

    Na AEW teria um bom início porém no mês seguinte já estaria renegado para o Dark, infelizmente a AEW não consegue dar destaque a todas as estrelas por ter um plantel enorme, então seria ótimo vê-lo na IMPACT, com certeza ia ter muito destaque e entregaria ótimos combates com alguns nomes como Cardona, Young e Maclin.