Como sabemos, Keith Lee esteve afastado vários meses dos ringues, por ter sofrido efeitos secundários depois de ter estado infectado com COVID-19. Depois de um regresso a meio-gás, Keith Lee parece estar pronto para regressar e com uma nova personagem, a de “Bearcat”.

Em entrevista a Ryan Satin da WWE on FOX, Keith Lee falou sobre esta sua nova personagem e de como Vince McMahon o tem ajudado na mesma.

Depende da personagem de que se está a falar. Anteriormente, se nos estivermos a referir a algo no NXT ou quando cheguei ao main roster, diria que não havia realmente uma personagem. Era apenas eu a ser eu, a divertir-me. Era apenas eu a ter chegado a um certo nível acima da média.

“Bearcat” tem alguma relevância para quem eu sou, mas a um nível mais competitivo, quase relacionado com o futebol. Apenas alguém que quer fazer as coisas. “Bearcat” é alguém que está pronto para dizimar quem quer que esteja no ringue. É uma mudança muito interessante, com certeza.

Eu diria que ele [Vince McMahon] tem estado bastante presente, o que é honestamente algo de que preciso, porque quero saber o que ele quer em oposição a fazer uma suposição, estimativa ou hipótese. Se eu souber o que ele quer directamente, torna-se muito mais fácil dar-lhe o que ele procura. Ele é quem manda nisto e se quer uma coisa específica de um lutador, então o lutador tem de lhe dar o que ele quer.

Uma coisa com que me tenho divertido é que tem sido provavelmente um dos maiores desafios. É algo que as pessoas salientam, “És um tipo naturalmente simpático, eu quero ver o outro lado”. Eu penso: “Não queres ver essa pessoa”. Um Keith Lee mais profissional é o melhor cenário, porque é a pessoa que jogou futebol e que passou por muita coisa na sua vida, e um ser completamente diferente. Eles querem-no e está a chegar e não há muito que ninguém possa fazer, porque quando chego a essa mentalidade e estou tão fixado, é uma espécie de jacto que é difícil de parar. Tenta parar um jacto com um pedaço de papel. Vai ser interessante.

Não é só por estar mais distante nos dias de hoje, mas toca em coisas que tenho experimentado na vida. Como muitas pessoas questionaram realmente a forma como eu falo e a minha escolha de dicção, a minha cadência, o meu tom, a minha voz, como devo falar. Antes, eu era um leitor de livros e aprendi a ser eu próprio, a pessoa que andava na rua, e quem olhasse para mim ia se sentir desconfortável.

Por falta de um termo melhor, se eu não tiver uma abordagem que deixa as pessoas imediatamente confortáveis, se eu estiver a caminhar por um aeroporto e não tiver um sorriso na cara e não falar com as pessoas gentilmente e não for simpático, se apenas olhar para as pessoas, a maioria delas não lida muito bem com isso. Quando se aprende a ser diferente, é melhor. Este personagem é muito aquele tipo que deixa as pessoas desconfortáveis. Veremos como corre.


Que expectativas tens para esta nova personagem de Keith Lee?

3 Comentários

  1. Kay Orton1 mês

    Eu concordo, não quis opiniar sobre isso antes dele ver o que ele tinha a dizer.
    Keith Lee do NXT é apenas ele mesmo, ele sendo BEARCAT trás a ideia de ser um cara diferente do que a gente esta acostumando. Até agora, não nem bom e está longe de ser ruim, é apenas diferente. O tempo vai dizer se é um diferente bom ou diferente ruim, mas Keith BEARCAT Lee tem meu apoio pra essa nova fase, espero vê-lo como campeão em breve.

  2. Para ser sincero, saudades daquilo que ele era no NXT!

  3. El Cuebro1 mês

    Realmente o Keith Lee do NXT vai fazer uma falta, toda a personalidade e popularidade que ele tinha enquanto um top face, vamos ver se a heel turn dá um jeito para ele, mas claro que isso tudo não é culpa dele, é culpa de algumas pessoas da WWE que não sabem planejar as coisas como deveriam ser e ainda arranjam nicknames ridículos, só desejo sucesso ao Keith e também à Mia Yim!