Faz login e reduz a publicidade

More Than Words #56 – Muitos Cenários Possíveis

há 3 meses Artigos 7

O Elimination Chamber está aí porta e apesar de já não ser o último PPV antes da WrestleMania, muitas das storylines que culminarão na Grandest Stage Of Them All começam a desenovelver-se neste PPV. Este ano o card não me entusiasma praticularmente, com a exceção de um combate, o Elimination Chamber Match com o título da WWE em jogo, onde 6 superstars do SmackDown Live vão defrontar-se pelo mais prestigiado título da WWE. Este ano, o campeão da WWE, Daniel Bryan defende o título contra outros 5 homens, AJ Styles, Jeff Hardy, Randy Orton, Samoa Joe e Kofi Kingston e este é sem dúvida o combate que mais me entusiasma, não só pelos intervenientes do mesmo, mas também pelo gauntlet que vimos no SmackDown anterior e que deu um cheirinho do que pode muito bem ser combate de hoje.

Para além disso, a imprevisibilidade do vencedor, é um aspeto que faz deste combate ainda mais interessante, pois apesar de muitos atribuirem o favoritismo a uma vitória de Bryan, a verdade é que os outros 5 participantes podem muito bem impedir que tal aconteça e todos eles podem muito bem conquistar o título já este domingo.

Portanto, temos 6 possíveis cenários de vitória e eu vou analisá-los a todos. Primeiro temos aquele que é mais previsível, que é a vitória de Daniel Bryan. Desde que este ganhou o título e se autoproclamou como New Daniel Bryan, as suas prestações quer no ringue, quer no microfone, têm sido bastante aclamadas e elogiadas por todos e este tem estado intocável como campeão e por esse motivo, a maioria das pessoas não vê a necessidade de terminar já o seu reinado. Pessoalmente, como grande fã do Bryan que sou, não me importava nada de vê-lo manter-se como campeão e também considero o cenário mais provável. Bryan tem funcionado muito bem como Heel e uma rivalidade contra um Face credível pode ser um programa bastante interessante para a WrestleMania.

Para além disso, quem é que não quer ver este título na WrestleMania? Seria o primeiro passo para uma WrestleMania sustentável.

Depois de Bryan, temos o seu arqui-inimigo AJ Styles, que tem também muito favoritismo atribuído por ser simplesmente AJ Styles. Styles já tem mais que provas dadas como campeão e já se estabeleceu como alguém com quem a companhia pode contar. No entanto, apesar de ser sempre um candidato à vitória, onde quer que esteja, não acho que neste momento mais um reinado de Styles seja o cenário mais adequado nesta altura do campeonato. De há uns meses  para cá, as prestações de Styles em ringue não tem atingido o nível habitual a que nos habituou, o que indica não só que Styles já não vai para novo e que pendurar as botas pode ser um cenário não muito distante, mas que também precisa de um descanso dos ringues e do desgaste que esta modalidade provoca e um título à volta da cintura proporcionava tudo menos isso. Por esse motivo, não vejo Styles a sair como campeão do Elimination Chamber, mas também não me surpreenderia se tal acontecesse, pois afinal de contas, este continua a ser Fenomenal.

Styles precisa de descanso e esta fotografia é uma prova disso. Reparem só na forma como ele abre os braços, como quem chega a casa após um longo dia de trabalho pronto para receber um abraço de família.

A seguir temos o Charismatic Enigma Jeff Hardy e este é na minha opinião o candidato com menos hipóteses de vitória, não porque não tenha condições para ser campeão, porque isso tem, mas sim porque não tem sido construído como tal. Desde que Jeff se mudou para o plantel do Smackdown e se separou do seu irmão Matt, o seu papel tem sido elevar talentos mais novos ou estabelecer-se como figura proeminente do Midcard, mas nunca mais que isso. Jeff Hardy já não é o mesmo de outrora, o seu estilo high-flyer, altamente destrutivo para o corpo, não lhe permite dar o mesmo que dava há uns anos atrás e neste momento já muitos superstars suplantam-no nesse estilo. Sim, seria engraçado ver Jeff Hardy conquistar mais um título como prémio de uma grande carreira, mas neste momento não o vejo como mais do que um campeão de transição e não é isso que a WWE precisa neste momento, a caminho da WrestleMania.

Por outro lado até seria engraçado ver Jeff Hardy como campeão, gostava de ver o gajo a tentar aplicar o design do título na cara.

Por falar em transição, temos a seguir alguém cujas transições em ringue são simplesmente sublimes, falo pois da víbora, Randy Orton, que com o palmarés mais recheado de todos os participantes deste combate, tem muitas possiblidades de alargá-lo já este domingo. Uma vitória de Orton não é o cenário mais aliciante de todos, até porque Orton é bastante inconstante no que tocas às suas performances em ringue, mas caso uma rivalidade com Styles esteja no horizonte, não me incomodaria muito com esse desfecho. Sem dúvida que a rivalidade não precisa do título à mistura, os dois já são nomes mais que estabelecidos, mas seria um bónus agradável. Para além disso, Orton é um veterano com quem a companhia gosta de contar, especialmente numa altura em que se aproxima um grande PPV, portanto não convém descartar que este pode ganhar só porque sim.

Tal como este RKO, Orton pode muito bem ganhar o título Outta Nowhere.

Quem não ganha o título só porque sim, ou que não ganha título nenhum, é Samoa Joe. Este nunca ganhou um título no Main Roster apesar de já ter tido várias oportunidades, nunca conseguiu concretizá-las com êxito. Portanto, não fosse Joe o talento que é, a sua situação seria bastante comparável à de Strowman, um monstro que devido a falta de vitórias, perdeu todo o vapor que tinha. A sorte de Joe é que este consegue sempre reinventar-se e de alguma forma voltar à ribalta, mas a verdade é que isto não pode durar para sempre e se não quer acabar como Strowman, tem de conquistar algum título, o que pode acontecer já este domingo. Samoa Joe é sem dúvida um dos candidatos mais credíveis à vitória, não porque tem cúrriculo dentro da WWE para tal, mas sim pela aura que consegue manter e pelo perigo que representa, neste momento Samoa Joe está acima do booking da WWE, independentemente do booking, se saír a notícia “Samoa Joe torna-se campeão da WWE” ninguém responde com admiração, pois é algo que todos à exceção da WWE consideramos inevitável e por isso ele é um sério candidato à vitória.

O Joe é mesmo bom a meter pessoas a dormir, resultou muito bem com a equipa criativa.

Chegámos ao último participante, aquele que entrou para substituir outro e que teoricamente é que tem menos chances de vencer, falo pois de Kofi Kingston. Caso não tenham visto o último episódio do SmackDown é normal não perceberem porque é que ele está no combate ou até mesmo porque é que ele merece estar, mas caso tenham visto, percebem concerteza o porquê. Kofi é um atleta excecional e sempre foi, mas teve o acesso bloqueado ao Main Event por pertencer a uma tag-team ou por ser conotado como alguém do Midcard, mas é verdade é que ele tem talento mais que suficiente para conquistar um título principal e a sua performance no Gauntlet do último SmackDown foi mais uma prova disso. Essa prestação fez com que Kofi, numa noite, ganhasse credibilidade suficiente para gerar um “movimento” nas redes sociais de apoio a Kofi, para que a WWE finalmente o recompense devidamente e lhe dê um push de Main Event. Para ser sincero, não acredito que aconteça, mas por outro lado não vejo porque não pode acontecer, afinal de contas também ningúem esperava que Jinder vencesse o título no ano passado. Portanto, se há alguma chance de Kofi ganhar o título? Muito provavelmente não. Se Kofi merece ser campeão? Sem dúvida alguma e seria uma jogada bastante interessante por parte da WWE, caso decidissem arriscar.

AJ Styles: – Kofi, ouve, eu não tenho culpa que os gajos te tenham mantido em cativeiro no Midcard

Kofi Kingston: – Estou-me a lixar pá, não é um sósia do pai da Miley Cyrus que me vai retirar a opurtunidade de conqusitar o que eu sempre quis!

Portanto, já analisei todos os participantes e as suas chances de ganhar, mas a verdade é que o desfecho não depende só destes participantes, há outras variáveis a ter em conta, mais precisamente variáveis com 1,91m e 219 Kg com o apelido Wyatt. É verdade, Bray Wyatt ainda está vivo e pode muito bem ser decisivo no final deste combate, o que é irónico, pois este ganhou no ano passado, o mesmo tipo de combate e caso este decida a aparecer, podemos contar com uma vitória de Bryan, com quem um babyface Wyatt irá combater, pois afinal de contas, este transformou o seu amigo barbudo num amigo do ambiente e isso é uma traição imperdoável.

Acabo este artigo com uma imagem de Bray Wyatt ao perceber quais eram os seus planos para a WrestleMania no ano passado.

Obrigado a todos os que leram este artigo,  comentem aí em baixo as vossas opiniões no que toca a este combate e vemo-nos no próximo domingo com mais um More Than Words.

7 Comentários

  1. Guilherme há 3 meses

    Melhor postatus que eu já vi nessa página

  2. O Wyatt é gordo, mas de certeza que não pesa 219 kg

  3. “Styles precisa de descanso e esta fotografia é uma prova disso. Reparem só na forma como ele abre os braços, como quem chega a casa após um longo dia de trabalho pronto para receber um abraço de família.” Quer me matar cara? hahahahahaha.

  4. Rodrigo há 3 meses

    Só uma pequena correção, o Wyatt venceu o título à 2 anos, não o ano passado

    • Pois é, tens razão, já foi à dois anos. Não sei porquê tinha a ideia que tinha sido no ano passado, o tempo passa mesmo rápido.

Comentar