More Than Words #71 – Sem Personalidade

há 2 meses 13

Na passada segunda feira tivemos um episódio especial do Monday Night Raw que contou com a presença de várias lendas da WWE, como Stone Cold Steve Austin e Hulk Hogan, que se juntaram a outras lendas e superstars da atualidade, para criar um evento marcado por um certo clima festivo, muito à semelhança do que foi o RAW 25 há uns anos atrás. Confesso que este tipo de eventos não me diz muito, talvez por não ter acompanhado na minha infância as superstars que são classificadas como lendas, mas a verdade é que não costumo acompanhar este tipo de shows com muita atenção e este não foi exceção.

Porém não deixei de procurar saber o que aconteceu e quis ver pelo menos alguns dos momentos mais marcantes do show e houve um momento, em particular, que me saltou à vista, a promo de Seth Rollins. Como podem reparar pela minha foto de perfil, o Rollins é um dos meus superstars favoritos e é alguém que eu sempre admirei enquanto wrestler, é alguém com um talento inquestionável. No entanto, olhando para a promo que este fez na passada segunda feira, a única que consigo sentir é pena. O discurso de Rollins foi simplesmente horroso: A tentativa de comédia foi péssima, o facto de ele ter dito que o Lesnar queria ser como ele não faz sentido nenhum, a forma como ele disse não foi convicente e é impossível sê-lo pois ninguém fala daquela maneira. No fundo foi o que aconteceu ao Roman há uns tempos atrás.

Há ínumeras pessoas que depois desta promo dizem que o Rollins deveria virar heel outra vez, que este não consegue ser um babyface credível ou até mesmo que este não tem estofo para estar no topo da pirâmide da WWE, mas eu não sou uma dessas pessoas. Eu acho que o Rollins tem estofo para ser um babyface credível e até mesmo a cara da companhia, mas com a gimmick que tem atualmente é impossível. Rollins neste momento não tem personalidade, eu olho para ele e vejo um gajo que é bom no ringue, que tem uma namorada tão ou mais talentosa que ele, que gosta de crossfit e de dizer Burn It Down de vez em quando, ora quem é que se consegue identificar com estes traços? Ninguém.

Nos filmes, para um personagem ganhar notoriedade ou apoio do público precisa de ter traços de personalidade que lhe sejam logo reconhecidos. Todos os personagens mais bem sucedidos da história do cinema têm algo na sua personalidade que os torna mediáticos e fácilmente reconhecíveis e com os wrestlers passa-se o mesmo, para terem sucesso precisam desses traços e Rollins neste momento não os tem. E o Rollins não é o único, este é um problema que afeta grande parte do plantel atual da WWE, falo de Rollins em particular pois é sobre ele que incidem todos os holofotes neste momento.

O que torna um personagem interessante é ver como este reage perante desafios e problemas e consoante a forma como ele ou ela reage, criar uma narrativa à volta disso , não é difícíl, é o que se faz nos melhores filmes e nas melhores séries e é algo que que a WWE já soube fazer e bem. Mas atualmente, o que se tem passado, especialmente com Rollins, é que têm no colocado a reagir de certa forma para estar de acordo com a narrativa que eles pretendem contar. Isto é, em vez de fazerem a personagem de Rollins evoluir organicamente, com continuidade, mudam o seu comportamento consoante lhes parece melhor. Numa semana é algúem focado e obstinado em derrotar o seu adversário e na semana seguinte, sem qualquer explicação, é alguém que conta piadas e goza com o seu adversário de forma parva. Claro que pode haver mudança e a personagem não tem de se comportar de forma linear, mas nós espetadores precisamos de perceber o porquê de não o fazer e eles pura e simplesmente não se dão ao trabalho de explicar.

Ora se não nos explicam porque é que um personagem mudou o seu comportamento ou a sua forma de estar, como é que nós fãs podemos ficar interessados no seu desenvolvimento? A WWE não constrói uma narrativa para cada personagem, a WWE vai construindo e destruindo narrativas quase semanalmente. Não há um fio condutor, há várias pontas soltas que nunca se chegam a unir, porque não há um esforço para uni-las. Tudo bem que a WWE não tem temporadas, não tem um episódio piloto, nem nenhum season finale, mas é preciso isso para conseguir criar um personagem coerente? Eu não peço que construam uma história detalhada à volta do  Titus O’Neil ou de qualquer outro superstar do undercard, mas não se preocuparem em construir uma narrativa coerente para um dos seus pilares, para um superstar que está constantemente no topo, é frustrante.E sem a existência dessa narrativa, sem haver explicação para as suas ações e comportamentos, que mudam consoante o merch que utiliza, deixa de haver interesse no que esse personagem faz, pois este fica sem traços de personalidade que o individualizem e é isto que se está a passar com Rollins neste momento.

Quando Rollins se separou dos The Shield e se individualizou, era talvez o membro do grupo cuja personalidade mais se destacava. Todos odiavam Rollins e tinham motivos para isso, ele foi nos caracterizado como um materialista e oportunista que trocou a amizade e pela oportunidade de subir na companhia, isso é algo bastante real, a facilidade com que o ser humano é capaz de se corromper e portanto é algo que facilmente gera interesse. E foi assim durante anos, Rollins como heel era excelente porque se percebia quem ele era, era alguém que se aproveitava das pessoas por interesse, que não mandava alguém fazer o trabalho sujo por ele e que só lutava quando ele achasse necessário. Quando virou babyface, a mudança fez sentido, este sentiu que o que tinha feito estava errado e que só o tinha afastado dos fãs e quis redimir-se disso ao derrubar o homem que o corrompeu. E mesmo depois disso, quando este se tornou campeão intercontinetal, a sua personagem continuava a fazer sentido, era alguém que queria voltar ao topo, mas desta vez de forma honesta, lutando por isso.

O problema foi que quando chegou ao topo, todas as motivações que fizeram mudar os seus comportamentos deixaram de fazer sentido. Rollins conseguiu reconquistar o respeito das pessoas com quem errou, recuperou o carinho dos fãs e chegou ao topo de forma justa. Era necessário mudar a sua personagem, desenvolvê-la de forma a que não estagnasse. E o que é que a WWE fez? Pegou na relação da vida real que Rollins tem com Becky Lynch e tornou Rollins no namorado da Becky. Enquanto Becky manteve a sua personalidade, Rollins ficou sujeito àquilo que ela fazia e isso tirou-lhe toda a individualidade e os traços de personalidade que ainda lhe restavam. Portanto, Rollins já não é o arquiteto astuto, já não é o homem em busca de redenção ou o homem que escalou até ao topo. Agora é só o namorado de Becky Lynch que está amuado por ter perdido o título. E como disse no início, Rollins é um dos meus superstars preferidos, mas continuando assim prefiro quase que prefiro que este perca no SummerSlam, por mais que me custe admiti-lo.

Obrigado a todos os que leram este artigo, espero que tenham gostado e volto para a semana com mais uma edição do More Than Words, até lá, boa semana a todos.

13 Comentários

  1. Anonimo há 2 meses

    concordo com tudo mas sempre achei que o rollins nunca teve uma personagem bem vincada. Estava melhor que agora fato mas ainda considero que falta estabelecer-lhe uma caraterística que o destaque de todos os outros. O Dean Ambrose por exemplo era o lunatico, o damien sandow era um inteletual, o the miz era como uma estrela de cinema… acho que a rollins falta algo que o catapulte a outro nivel

    • Sim, percebo o que estás a dizer, de facto o Rollins em comparação aos wrestlers que referiste não tinha um personagem tão vincado. No entanto, logo após a separação dos The Shield, quando se aliou à Authority, o Rollins tinha algo que o caracterizava, o seu materialismo e neste momento não tem nada.

  2. Anônimo há 2 meses

    a verdade é que a Becry Linch está ofuscando o Seth Rollins, o rosto da wwe neste momento. é a Becry.

    • Dizer que a Becky o está a ofuscar é algo exagerado, mas não há dúvida que dos dois, ela é quem tem o carácter mais bem definido e quem está no topo da montanha.

  3. PedrKo há 2 meses

    “…tornou o Rollins no namorado da Becky.”
    Esta passagem resume a personagem do Rollins nos últimos tempos, desde que ganhou o título na Wrestlemania ficou sem objectivos, sem metas, chegou ao topo e perdeu o foco, ter tido como rival o Corbin (alguém de quem até gosto mas não tem credibilidade) também não ajuda, mas quando o actual lutador de topo da companhia é simplesmente o namorado da Becky algo não está bem.

    • Pois, é realmente frustrante o lutador de topo que é o Rollins, estar neste momento sem algo que o defina para além da sua relação com a Becky. Quando o ouço o nome Seth Rollins, a primeira coisa que me vêm à cabeça é que é um excelente lutador e tem uma relação com a Becky, mas em termos de personagem nada me que ocorre e lara um top guy isso é preocupante.

  4. Showstealer há 2 meses

    Excelente artigo de opinião, também sou um grande fã de Seth Rollins mas reconheço que a sua personagem está estagnada e essa junção no ecrã com a Becky Lynch tramou-lhe o momentum.
    Seth precisa claramente de fazer algo digno de destaque brevemente ou então cairá na zona de aborrecimento por parte dos fãs em que Roman Reigns se encontrava antes da doença.

    • Obrigado. Concordo, ele precisa de fazer algo em que possamos dizer: – Ah ok, ele é agora é assim, o acontecimento x levou a que ele agora seja y, caso contrário não há nenhum desenvolvimento de personagem e como disseste era exatamente isso que se passava com o Roman há uns tempos atrás.

  5. Mamal há 2 meses

    Excelente artigo Vasco. Na verdade os personagens mais fáceis de apoiar hoje na WWE (no main roster), são os heels. Sabemos como a WWE peca na construção dos babyfaces, e infelizmente com Rollins não seria diferente. Não que desejo que ele volte a ser, muito pelo contrário, assim como você, vejo potencial nele para ser o top face da companhia. Mas realmente, nos últimos meses, sua persona resume-se ao seu namoro com a Becky. Um desrespeito diga-se de passagem, devido ao seu enorme talento.

  6. Wwe is rollins há 2 meses

    O rollins precisa virar heel esta chato ve lo face …

  7. Duzonraven há 2 meses

    Concordo com o artigo e comentários
    Seth depois que ganhou o título perdeu o objetivo, ficou meio perdido
    Torná-lo heel para continuar no topo seria interessante, seu primeiro reinado como heel foi ótimo até a lesão
    Poucos são os wrestlers que possuem personalidade independente da situação, entre eles destaco o Kevin Owens, Samoa Joe, Rey Mysterio e o Adam Cole

  8. Aristot há 2 meses

    Não concordo hj Seth é o mais destacado de todos outros

  9. Adélvio Navisse há 2 meses

    Algo de errado não está certo Vasco, mas respeito tua opinião, penso que o Seth tem tudo pra ser o BFace, uma vez que o Ambrose anda sumido e das últimas vezes mostrou fragilidades, e o Ramain ainda está a recuperar os seus dotes depois da doença. Sou muito fã dessas três personagens do momento.

Comentar