O nosso YouTube está de volta. Subscreve!
Frank casino

Nikki e Brie Bella sempre foram figuras controversas no mundo do wrestling. Foram contratadas pela WWE numa altura em que em infelizmente o único requisito para uma mulher ser contratada era a beleza e onde o wrestling feminino era muito pouco desenvolvido e como tal nunca tiveram que desenvolver as suas habilidades no ringue.

Felizmente os requisitos para a contratação de wrestlers femininas foram evoluindo e como tal surgiram novos talentos cujas habilidades em ringue eram substancialmente superiores às das gémeas. Nomes como AJ Lee, Paige e Natalya foram construindo uma revolução no wrestling feminino e as Bellas por lá continuavam e não deixavam de ter destaque, principalmente Nikki Bella que teve o maior reinado com o já reformado Divas Championship.

Como o talento das Bellas seja ao nível do ringue, seja ao nível das promos sempre foi inferior ao de muitas das suas colegas de profissão, grande parte dos fãs de wrestling sempre se mostrou algo revoltadA com o facto da WWE dar-lhes tanto de destaque, sendo que existiam lutadoras muito mais talentosas no roSter à espera de oportunidades. Eventualmente, uma devida a lesão, outra por opção, as gémeas retiraram-se dos ringues e agora estão ambas grávidas e prontas para entrar no WWE Hall of Fame.

Esta indução das Bellas no Hall Of Fame só foi ontem confirmada durante um episódio do talk show de Alexa Bliss e no entanto já gerou uma grande controvérsia na internet. Grande parte dos fãs de wrestling considera que as Bellas não são merecedoras de entrar no Hall Of Fame, enquanto que outros apenas afirmam que é demasiado cedo. Se calhar tenho uma opinião algo diferente da maioria, mas não concordo com nenhuma das afirmações.

Falando primeiro da questão temporal, do facto de ser demasiado cedo, eu não acho que seja. As Bellas já deixaram claro que estão retiradas dos ringue e que não tencionam regressar num futuro próximo, logo já têm um dos “requisitos” necessários para entrar no Hall Of Fame e não são as únicas a entrar pouco depois de se terem retirado.

Por exemplo, Edge entrou no Hall Of Fame em 2012, um anos após ter de se retirar dos ringues e acho ninguém considerou ser demasiado cedo. O mesmo se passa com as Bellas. Elas retiraram-se dos ringues por volta do ano passado ou em 2018, não me recordo e estão a ser introduzidas um ou dois anos depois.

Tudo bem que existem vários nomes que poderiam ser homenageados antes, mas se essa regra fosse seguida à risca, Edge ainda não estava no Hall Of Fame, assim como Batista não estaria a ser induzido este ano, porque primeiro do que eles estariam todas as lendas, que, por uma questão de idade, teriam obrigatoriamente de ser induzidas primeiro.

Mas pronto, a questão do tempo ainda consigo perceber, as Bellas podiam de facto esperar mais uns anos até serem homenageadas, nem que seja por uma questão de nostalgia. Seria de facto mais emblemático elas serem homenageadas alguns anos depois de se terem retirado.

Agora, aquilo que não consigo perceber são as afirmações relativamente ao facto de elas não serem merecedoras do Hall Of Fame. Eu não sou fã das Bellas, nem nunca fui, acho que existem indubitavelmente dezenas de wrestlers na WWE muito mais talentosas que elas, mas não tenho dúvidas de que estas merecem entrar para o Hall Of Fame.

Acho que grande parte das críticas se prendem com uma divergência de opiniões relativamente àquilo em que deve consistir o Hall Of Fame. Aqueles que não acham as Bellas merecedoras de entrar para o Hall Of Fame provavelmente consideram que o Hall Of Fame deve celebrar aqueles que tiveram um grande currículo dentro da WWE, um grande palmarés e uma data de combates de grande qualidade.

Não acho que esta concepção de critérios para se entrar no Hall Of Fame esteja errada, os lutadores que reúnem os critérios que acabei de referir devem sem dúvida ser homenageados, mas a verdade é que a WWE não vive apenas daquilo que se passa dentro do ringue, mas também daquilo que se passa fora dele e é precisamente neste último aspeto que as Bellas de destacaram.

Se é verdade que as Bellas não têm um grande palmarés (Apenas Nikki Bella teve algum successo neste aspeto) e que não tiveram nenhuma performance de encher o olho (Liv Morgan pode discordar), também é verdade que estas tiveram um papel fulcral como embaixadoras da WWE e em atraír a atenção dos media para a companhia. Nikki e Brie Bella são das lutadoras mais mediáticas da história WWE, quer se goste ou não. E isso também é extremamente importante.

Tudo bem que numa companhia de wrestling o foco deve ser o wrestling, mas a meu ver no Hall Of Fame aquilo que está a ser homenageado não são os títulos, nem aquilo que fizeram ringue, mas sim as carreiras dos homenageados. E se forem perguntar a qualquer wrestler que esteja ou já tenha estado na WWE, ser-se uma superstar da WWE não é meramente dar ótimas performances em ringue e ganhar títulos, requer também uma panóplia de outros fatores como entrevistas, participação em eventos e presença online nos quais as Bellas foram absolutamente exemplares.

Tudo isso são contributos para a empresa multi-milionária que é a WWE e para a qual as Bellas tiveram um papel financeiro bastante importante.

Acho que as Bellas são excessivamente criticadas por serem para a WWE as pioneiras de uma revolução de que na verdade não foram. Não acho que as Bellas se considerem as pioneiras de uma revolução feminina na WWE, mas acho que a WWE de forma involuntária ou não acabou por passar essa ideia que, aliada à imagem de divas que estas sempre tiveram e não têm vergonha de mostrar, fazem com que estas não sejam as wrestlers mais universalmente acarinhadas pelo público.

É fácil criticá-las, não são grandes wrestlers, foram contratadas com base na sua aparência, fazem parte de reality-shows que são fáceis alvos de paródia e tiveram mais destaque do que muitas wrestlers com muito mais talento do que elas, mas muitos se esquecem que o Hall Of Fame é essencialmente uma homenagem às carreiras daqueles que mais contribuíram para a WWE e não para o entretenimentos dos fãs.

Chris Benoit foi um excelente wrestler, proporciou-nos excelentes combates e rivalidades, teve um palmarés digno de um Hall Of Famer, mas infelizmente acabou por denegrir bastante a imagem da empresa. Por mais que nos tenha entretido na sua carreira, o seu contributo para a WWE acabou por ser bastante negativo e por esse motivo ele não é induzido no Hall Of Fame.

Eu sei que foi um exemplo algo extremo, mas as Bellas são precisamente o oposto. Elas não universalmente acarinhadas como era Chris Benoit, nem tiveram um contributo tão importante para o desenvolvimento do wrestling, mas foram extremamente úteis para a WWE, Vince McMahon deve estar eternamente agradecido pelo seu contributo.

Quer se goste ou não, as Bellas são mais do que duas caras bonitas que fazem parte de um reality-show e mesmo que o talento em ringue ou ao microfone não seja um fator de destaque nas suas carreiras, a verdade é que é impossível negar tudo aquilo que elas fizeram pela empresa.

O facto de terem tentado adaptar-se a uma nova etapa do wrestling feminino e terem tentado perfurar a “bolha” do wrestling para atrair uma maior diversidade de fãs é algo louvável e merece ser homenageado. Mesmo que não consigam reconhecer o seu contributo, a empresa que as homenageia consegue e no final de contas isso é o mais importante.

Obrigado a todos os que leram este artigo, esperam que tenham gostado, eu volto para a semana com a nonagésima edição do More Than Words.

5 Comentários

  1. Foto de perfil do Facebook
    RFBM1 mês

    Bom artigo Vasco. Acabo por concordar. O HOF da WWE não é só composto por grandes wrestlers ou campeões, mas por todos aqueles que, de uma maneira ou outra, promoveram a WWE para fora do seu pequeno mundo. As Bellas encaixam nestes critérios, sem dúvida.
    Contudo, não posso deixar de dizer que é completamente injusto que as Bellas sejam associadas pela WWE à mudança de mentalidade quanto ao wrestling feminino da WWE. Até tiveram a oportunidade de serem main-event do Evolution. Na minha opinião, elas não fizeram nada para que a sua divisão fosse melhor.

  2. Bom artigo, concordo bastante com seu argumento, só não entendo quando dizem que a Aj era mais talentosa que as Bellas, pra mim elas estavam no mesmo nível.
    Quero dizer, no microfone claro era mais talentosa que ambas, mas in ring só era melhor que a Brie, diria até que a Nikki teve mais boas lutas que a Aj teve em sua carreira. Aj teve até uma grande luta contra a Kaitlyn, mas decepcionou quando na serie de lutas contra a Paige e a Nikki raramente decepcionava quando estava no ringue contra uma boa wrestler (a exemplo da própria Paige, Charlotte, Natalya ou até uma super verde Carmella em 2016)

  3. PedrKo1 mês

    Bom artigo, concordo com o que está escrito.
    As Bellas tendo muito ou pouco talento, marcaram uma época na WWE e isso é um facto.
    Acho muito mais estranho não wrestlers como o Mr.T, Kid Rock, Donald Trump ou o Snopp Dogg estarem no HOF.

    • Tirando o Kid Rock e o Snopp Dogg, eles tiveram grande contribuição para o crescimento da WWE.

  4. Duarte1 mês

    Entendi sua opinião e acho que você usou argumentos válidos,porém não sei se concordo com elas atraindo publicidade para a compania.Na época eu via elas em grandes eventos muito mais para se auto promoverem do que promoverem a empresa.
    E sobre a questão do wreslting,a Nikki pode até ser argumentado o fato de merecer ou não,até porque ela quis e evoluiu suas ring-skills ao longo do tempo,e mesmo sofrendo uma lesão grave no pescoço quis voltar aos ringues e voltou.
    Agora a Brie não merece absolutamente nada,0 de carisma,ring-skills horríveis e não melhorou nada com o tempo(nem se comprometeu a melhorar),e ficou muito mais tempo como side-kick da Nikki do que qualquer outra coisa.