Frank casino

Ontem dei por mim a assistir a combates do Cesaro no Youtube e a fazer aquela pergunta que todos fazemos com as mãos na cabeça: Como é que este gajo não está no main event? Como é  que ainda não foi campeão mundial?

Isto aplica-se a Cesaro porque é um dos exemplos mais flagrantes e mais falados, mas o mesmo se pode dizer de Dolph Ziggler, de Shinsuke Nakamura, de Sami Zayn e de outros tantos. Há vários argumentos que já foram dados para justificar todo este potencia desperdiçado e todos eles são válidos: alguns nunca chegam ao main event devido a barreiras linguísticas ou pouco à vontade no microfone, outros simplesmente não têm carisma suficiente ou o plantel da WWE é muito extenso e como tal nem todos podem chegar ao topo da “cadeia alimentar”.

Contudo apesar de todos estes argumentos serem válidos e fazerem todo o sentido, há casos aos quais nenhum dos argumentos, tirando talvez o último que é extensivel a todos, pode servir de justificação. Vou pegar em dois nomes que referi acima: Sami Zayn e Dolph Ziggler. O que é que estes dois têm que os impede de chegar ao main event da WWE? Não possuem quaisquer barreiras linguísticas, estão ambos bastante à vontade no microfone e costumam normalmente entregar boas promos, têm bastante carisma, conectam facilmente com a audiência e são muito talentosos em ringue. À partida não há aqui há nenhum fator que condicione a sua chegada ao topo.

No entanto, eu pensei um bocado melhor e cheguei à conclusão de que na realidade pode haver um fator para justificar o facto destes nomes nunca terem chegado ao main event. Sami Zayn e Dolph Ziggler não são propriamente duas bisarmas, são lutadores relativamente pequenos em comparação a muitos dos seus colegas e acho que esse é o principal motivo para Vince não ter apostado neles. Eu sei que parece absurdo estar a falar da importância da estatura física no wrestling quando temos nomes como Seth Rollins e AJ Styles no main event, mas a verdade é que esses nomes são apenas duas exceções.

Se olharmos para os lutadores que fazem parte do main event ou que já fizeram parte, podemos constatar que a grande maioria tem um físico bastante imponente. Drew McIntyre, Braun Strowman, Roman Reigns, Brock Lesnar, John Cena, Randy Orton, Bray Wyatt são nomes que estão ou estiveram no main event da WWE e todos eles têm um porte físico acima da média. Com isto não estou a dizer que nenhum destes merece estar no main event, todos eles são bastante talentosos e merecem todo o destaque que têm ou tiveram. Aquilo que estou a pôr em causa não é o talento destes homens, é o facto de todos eles possuirem um fator que Vince McMahon valoriza bastante, talvez demais.

Não é impossível que nomes como Zayn e Ziggler cheguem ao main event, afinal de contas, como referi acima, Seth Rollins e AJ Styles têm praticamente a mesma estatura que os primeiros e são dos wrestlers mais acarinhados por Vince. Mas lá está, são duas exceções, Rollins teve a sorte de ter sido integrado num grupo que se tornou rapidamente um dos mais populares da história da WWE de tal forma que era impossível ignorá-lo e AJ Styles teve uma reação completamente fora do normal para um wrestler que nunca tinha estado na WWE.

É claro que se nenhum deles fosse talentoso nenhum deles estava atualmente no main event da WWE, mas Zayn é tão talentoso como eles, Nakamura é tão talentoso como eles, Cesaro é tão talentoso como eles, o que é que Vince vê em Rollins e Styles e não vê nestes nomes que acabei referir? Absolutamente nada, tem tudo a ver com sorte. Pode-se argumentar que, por exemplo, Cesaro e Nakamura não são main eventers por serem relativamente fracos no departamento das promos, mas Lesnar é um dos nomes mais consagrados da indústria e raramente o vemos a fazer uma promo, logo este não parece ser um recurso assim tão essencial quanto isso.

A verdade é que o físico é e sempre foi um atributo de realce na WWE, afinal de contas o wrestling, mesmo sendo encenado, é um desporto de combate e portanto os maiores são sempre vistos como “os mais fortes”, aqueles que mais hipóteses têm de ser campeões.  Mas ultimamente a WWE tem feito um esforço para alterar esta tendência. Styles e Rollins já tiveram vários reinados como campeões principais da WWE, Daniel Bryan é um main eventer, Kofi Kingston foi campeão da WWE o ano passado, há 10 anos atrás tal seria impensável. E a juntar a isto tudo, surgiu o NXT. O NXT rompeu com todos os moldes do main roster. Para se chegar ao topo do NXT não é necessário ser-se um às ao microfone, não é necessário ser-se uma bisarma, o atributo essencial é a qualidade em ringue. Com isto não estou a tentar comparar o main roster ao NXT, não é sensato fazê-lo pois tratam-se de produtos totalmente diferentes dirigidos a públicos diferentes e eu estou a realçar estas diferenças porque por vezes parece que estas deixam de existir, especialmente agora que o NXT é considerada uma “terceira brand”.

O NXT tem cada vez mais público e muitos de nós gozamos frequentemente com o facto de este apresentar um produto bem melhor e mais consistente que o do main roster, de tal forma que nos parece inevitável que as estrelas do NXT tenham sucesso quando eventualmente forem chamados ao main roster. Zayn, Nakamura e outros tantos eram estrelas no NXT e assim que chegaram ao main roster foram completamente desaproveitados, porque não tendo o físico, necessitam de outros fatores para serem bem sucedidos no main roster, fatores que não eram muito necessários quando estavam no NXT.

O problema é que um desses fatores e talvez um dos principais é a sorte, a mesma sorte que permitiu Daniel Bryan chegar ao main event e a mesma sorte que permitiu Kofi Kingston ser WWE Champion. Zayn, Nakamura e Cesaro têm ou já tiveram grandes pops e sempre foram muito acarinhados pelo público, mas não o suficiente para ser impossível de ignorar como foi o caso de Daniel Bryan ou de Kofi Kingston. É muito dificil obter esse tipo de apoio e mesmo que o consigam isso ainda depende de outras circunstâncias que estão completamente fora do seu controlo.

No fundo, aquilo que eu essencialmente quero dizer com este artigo, é que os wrestlers com menor estatura partem sempre em desvantagem em relação aos lutadores com maior porte físico, pelo menos enquanto Vince estiver à frente da WWE. Sami Zayn, Nakamura, Dolph Ziggler etc. sempre tiveram a vida dificultada, não é ao acaso que são considerados underdogs e por esse motivo será sempre mais difícil que eles alguma vez cheguem ao main event. O físico continua a ter um peso maior que o talento quando se trata de chegar ao topo e depois há um ou outro que consegue romper o molde, mas isso requer alguma sorte e se a sorte fosse para todos não se chamava sorte.

Obrigado a todos os que leram este artigo, espero que tenham gostado, eu volto para a semana com mais um More Than Words.

14 Comentários

  1. PedrKo5 meses

    No geral concordo com tudo o que foi dito no artigo.
    O Kofi nem era para estar naquele gauntlet match, só participou porque o Ali se lesionou e daí foi parar ao main event da WrestleMania, se isto não é sorte não sei o que é, muito provavelmente e infelizmente para ele não voltará a ser campeão.
    O próprio Daniel Bryan não foi uma escolha da WWE, foi “imposto” pelo público e o resto é história que sabemos.
    O NXT veio sem dúvida abrir caminho para outro tipo de lutadores chegarem ao topo, mas assim que sobem ao main roster são muitos mais os exemplos de falhanços do que de sucesso.
    Quanto ao Cesaro não é propriamente um tipo pequeno, apenas acho que é um dos lutadores mais injustiçados de sempre, ou então tem um grande azar 😉

    • Obrigado pelo comentário. Estou de acordo com tudo o que disseste. Em relação ao Cesaro, eu sei que está longe de ser um gajo pequeno, apenas referi o nome dele quando falei de exemplos que não estão relacionados com o físico como é o caso do fator sorte ou das barreiras linguísticas.

  2. Excelente artigo, Vasco! Quando frisaste a questão de muitos lutadores do NXT não replicarem o enorme sucesso que tiveram por lá no main roster, lembrei-me assim de repente dum caso contrário que mostra a importância do tamanho no Raw ou no SmackDown: os Forgotten Sons não passavam de jobbers na brand amarela e em pouco menos de um mês já irão lutar num PPV do main roster pelos títulos de tag team. É realmente algo que dá que pensar…

    • Facebook Profile photo

      Os Forgotten Sons não são o único caso, tinhas os Heavy Machinery que também não eram niguém, e até têm tido algum destaque, principalmente o Otis.
      O Elias e o King Corbin também não eram dos maiores nomes do NXT, e até têm bastante destaque.
      É uma pena ver a quantidade de lutadores que a WWE desperdiçou, espero que em breve vejamos alguns regressarem ao NXT para tentarem relançar a sua carreira.
      Em relação artigo, excelente.

    • Exatamente, João Magalhães. Há vários exemplos, tanto para o bem (pushados mais agora do que antes) como para o mal (desproveitados no main roster em comparação com o NXT).

    • Doughc5 meses

      E na ala feminina temos a Alexa Bliss que gosto muito dela, mas graças a sua beleza (caso diferente dos homens e clara faz promos muito bem) virou uma estrela, no NXT jamais ela seria cogitada como campeã por não ser a melhor no ring.

    • Bem lembrado, Doughc! Alexa Bliss, Carmella e Lacey Evans beneficiaram dos seus looks para fazerem furor em Raw e/ou SmackDown, ao contrário do que conseguiram no NXT. Não haja dúvida que main roster e NXT são mundos diferentes.

    • Muito obrigado Jorge! Sem dúvida, os forgotten sons são a mais recente prova de que sucesso no NXT não significa sucesso no main roster, infelizmente o mesmo não se aplicou a nomes como Sami Zayn ou Nakamura, pelo menos não da maneira que muitos de nós gostaríamos.

    • Bea Ospreay5 meses

      Mas a Lacey é boa wrestler Steal, ja Carmella e Bliss(lutadora que sou fã) realmente foi apenas por beleza os pushs.

    • Verdade, Bea. Só falei na Lacey porque, tal como Alexa e Carmella, não tinha grande destaque no NXT e revigorou-se para melhor no main roster 😊

  3. yuumi5 meses

    Excelente artigo. Eu acredito que isso só vai mudar quando Vince não estiver mais a frente da WWE, e todos sabemos que isso só vai acontecer quando ele morrer.

    • Obrigado! És capaz de ter razão, o Vince já mostrou ser bastante intransigente em relação aos seus princípios.

  4. Bea Ospreay5 meses

    Muito bom artigo, conseguiu escrever um excelente texto sem precisar das legendas hehe(mas espero que volte logo), Ziggler é o caso mais triste da WWE, mas acho que ele ter aquela convulsão (não sei se ai em PT se diz assim) em 2013 foi um grande azar que talvez fez grande diferença, mesmo que não seja um bom argumento pro Vince fazer isso, mas se tratando do Vince, não duvido que ele tire push de um lutador que ele não gosta, só por ele ter cometido um pequeno botch kkk

  5. Anonimo5 meses

    Não concordo muito que o Wyatt tenha um fisico impressionante ele é gordo. E por essa logica entao lashley e EC3 teriam muito mais destaque que kevin owens por exemplo.