Frank casino

“Não se pode agradar a gregos e troianos”.

Esta frase pode ser aplicada a uma grande variedade de contextos e áreas e a indústria do wrestling não é uma exceção.  E se isso é muito difícil para qualquer, torna-se numa tarefa quase impossível para uma superstar da WWE, que tem milhões de olhos postos nele(a).

Isto é uma situação frequente no Wrestling, um dia gostam de ti, no outro dia já não, isso já aconteceu a muitos wrestlers e vai continuar a acontecer, é inevitável. Basta um ou dois combates de menor qualidade do que o habitual, um  um booking algo questionável ou mesmo tweet infeliz para se virarem contra ti e quanto mais no topo se está, mais exposição se tem e mais propício a essa situação se torna.

No entanto há uns quantos que conseguem aguentar bastante tempo sem serem alvo deste tipo de situações, mas são muito poucos e quase que se podem contar pelos dedos das mãos. Digamos que se a WWE fosse um rodeo, e acho que até é algo comparável, muito poucos se conseguem aguentar em cima do touro mais que o normal e Drew McIntyre é um desses poucos.

O escocês tornou-se campeão na passada WrestleMania ao derrotar Brock Lesnar e desde aí o homem tornou-se num campeão babyface de que ninguém desgosta. Eu posso estar errado, mas até agora, por aquilo que tenho observado na comunidade de wrestling online, não tenho muita a gente a queixar-se de ver Drew McIntyre no topo da WWE e todos sabemos o quão difícil é ser um campeão mundial babyface na WWE.

O reinado de Rollins como campeão Universal começou muito bem mas rapidamente foi perdendo gás, Kofi Kingston que era adorado por todos também viu o seu reinado ser algo criticado durante a sua feud com Orton, John Cena nunca conseguiu ser universalmente adorado e de Roman Reigns então não se fala.

Acho que nos últimos tempos, com a exceção de Daniel Bryan, nunca tivemos um campeão babyface que fosse tão adorado pelo WWE Universe como Drew McIntyre. E porquê? O que é que Drew McIntyre tem que Seth Rollins e Roman Reigns não tiveram e que John Cena nunca conseguiu ter?

Logicamente que há uma grande panóplia de fatores que podem explicar isto, mas eu acho que se deve essencialmente a um: Drew McIntyre não é um babyface. Estar no topo da WWE sendo um babyface sem ser odiado por alguns é práticamente impossível e tudo se deve ao modelo de babyface que a WWE vindo a apresentar nos últimos anos.

O protótipo de babyface da WWE consiste num indíviduo que é tão bonzinho que chega a ser ingénuo, gosta de competição justa, nunca infringe as regras e procura combater aqueles que as desrespeitem. Ora como é que se gera empatia desta forma? É muito difícil criar empatia com os fãs seguindo este modelo, reparem por exemplo em Apollo Crews. Quem é que sentia empatia pelo Apollo Crews quando a única coisa que fazia era esboçar um sorriso?

A partir do momento em que este deu aquela valente chapada no Almas, eu consegui pela primeira vez na vida ver alguma personalidade no Apollo e acredito que não tenha sido o único. Eu sei que isso pode apelar ao público mais infantil, mas a verdade é que não é esse o público que se faz ouvir nas arenas ou o público que se manifesta online.

Esse público, e eu incluo-me nele, quer é alguém que de vez em quando infrinja as regras quando estas tem de infringidas, que não seja ingénuo e não esteja sempre com um sorriso na cara, que não se deixe enganar de forma parva pelos heels e Drew McIntyre está a conseguir fazer isso mesmo.

Contudo, há outro aspeto do qual eu queria e que considero que também tem bastante importância no sucesso de Drew McIntyre e que difere de alguém como Rollins, por exemplo. Rollins não era um babyface como aqueles que eu descrevi acima, por isso até se estava a safar bastante bem nos seus primeiros meses enquanto campeão universal, no entanto ele tinha outro problema que o impedia de ser universalmente adorado pelos fãs: as redes sociais.

Como todos sabemos, Rollins fez uma série de tweets que não foram muito bem recebidos por grande parte da comunidade de wrestling online e o seu comportamento nas redes sociais é por vezes algo questionável e muito impulsivo e isso levou a que a sua gimmick enquanto babyface rapidamente se tornasse inviável

Neste momento, aliada á dificuldade de conseguir construir uma gimmick que seja adorada por todos, existe ainda a dificuldade de conseguir interagir nas redes sociais sem causar polémica e enquanto Rollins não foi capaz de concretizar esta última tarefa, McIntyre está a conseguir fazer as duas de forma exemplar. Quando é que viram o Drew McIntyre envolvido em algum tipo de controvérsia online? Eu pessoalmente nunca vi tal coisa e para mim esse é outro fator que o torna tão popular com o público.

Claro que tudo aquilo que eu disse neste artigo não impede com que daqui a uns tempos os fãs se virem contra Drew McIntyre ou fiquem fartos dele, mas permitem-no escapar a uma série de problemas a que outros antes dele não conseguiram escapar e isso tem-se refletido no mar de críticas positivas que o atual campeão da WWE tem recebido.

No entanto tudo pode mudar numa questão de meses, basta inserirem-no numa feud de três meses com o Corbin e vão ver como as coisas mudam de de um dia para o outro. Mas enquanto isso não acontece, Drew McIntyre é o novo campeão do povo que já precisávamos há algum tempo.

Obrigado a todos os que leram este artigo e espero que tenham gostado deste artigo apesar de ter sido mais pequeno que o habitual. Aproveito também para pedir desculpa, mais uma vez, pelas minhas semanas de ausência mas os trabalhos universitários têm vindo a multiplicar-se na últimas semanas e não queria estar a escrever um artigo à pressa só para não falhar uma semana, espero que consigam entender.

No entanto eu voltarei para a semana com mais um artigo e até lá, uma boa semana a todos.

13 Comentários

  1. Anônimo4 meses

    acho que precisa esperar para ver ele lutar em arenas lotadas,
    para ver se ele é realmente tão adorado assim.

    • Obrigado pelo comentário. Sim, é verdade que só quando as arenas puderem voltar a receber público é que vamos perceber os pops que ele vai receber, mas olhando para a opinião geral da comunidade de wrestling online, diria que não há muita gente descontente com o facto de ele ser campeão.

  2. Facebook Profile photo

    Concordo com o artigo, principalmente com a parte do Baron Corbin 😂. The New People’s Champ for me e espero que fique com o título por muito tempo. Merece, lutou bastante para estar onde está. Ele é o Chosen One. Está-lhe destinado o trabalho e principalmente, sucesso!

    • Bea Ospreay4 meses

      Como diz o Jorge Marques, nem mais.

    • Facebook Profile photo

      Obrigado pelo o feedback Bea.

    • Obrigado, Bruno e Bea. Só posso concordar com tudo o que disseste, se alguém que mereceu esta chegada ao topo da montanha foi o Drew. Ele tem um talento enorme e trabalhou como ninguém para conseguir alcançar este patamar, é completamente merecido.

    • Facebook Profile photo

      De nada meu amigo. Já agora, boa sorte para os trabalhos universitários. 🙏

  3. Bea Ospreay4 meses

    Let’s go Drew.

  4. Anonimo4 meses

    O Ronaldinho Gaucho discorda disso que não se pode agradar a gregos e a troianos ele foi adorado pelos gregos (barcelona), troianos (real madrid) e pelo mundo todo

  5. Anonimo4 meses

    Essa critica ao Baron Corbin era excusada

    • Eu nem desgosto muito do Baron Corbin, mas temos que reconhecer que quando um campeão entra em feuds com ele que duram largos meses as coisas rapidamente se tornam cansativas. Olha o que aconteceu ao Rollins, por exemplo.

  6. Leleco4 meses

    O pior que essa parte do corbin é verdade. Kkkkk

    Seth, Roman e Balor que o digam.

    • Nem mais Leleco, pelo menos o Rollins e o Balor foram algo prejudicados pelas longas feuds com o Corbin.