Frank casino

MVP tem sido um dos maiores destaques do Raw durante estes últimos meses de 2020, sendo agora o líder da Hurt Business, grupo composto por ele, o WWE United States Champion Bobby Lashley e Shelton Benjamin.

Durante várias semanas especulou-se que teríamos uma segunda versão da Nation of Domination, mas acabámos por ter como Hurt Business e não a Nation of Domination. Em entrevista ao Say Less with Kaz and Lowkey, MVP explicou que foi ele que recusou liderar a versão de 2020 da histórica stable.

Sim, fui eu que recusei. Ouvi durante semanas essa possibilidade e recusei. A Nation of Domination foi incrível na era em que aconteceu, mas já acabou.

Eu não quero pegar em algo que já foi feito, eu quero fazer algo novo e para ser honesto não sei qual foi o pensamento original da empresa para a Hurt Business, mas eu sou grande amigo de Bobby Lashley e o Shelton Benjamin é um dos meus melhores amigos neste mundo. Eu ando a fazer dinheiro enquanto trabalho com os meus amigos e isso é incrível.

Depois olho para o roster e vejo jovens talentosos. Fui eu que pedi para trabalhar com Apollo Crews, falei com os responsáveis da empresa e disse-lhes para me deixarem trabalhar com ele, pois eu tinha a certeza que nós [Hurt Business] íamos ajudar o Apollo Crews a crescer, porque ele é extremamente talentoso e tem o look, mas ao mesmo tempo precisa quase de um treinador e através de várias conversas, tanto depois como antes dos segmentos, percebi que para além disto tudo ele ainda é alguém que ouve e está disposto a aprender mais e é por isso que ele tem tido sucesso.

Não é só ele, eu sempre quis trabalhar com Ricochet, ele é um dos meus lutadores favoritos há vários anos. Eu já lhe disse umas quantas vezes “se tu falasses como lutas, eras milionário”. Infelizmente uma outra coisa que lhe digo é que nesta fase da minha carreira já não consigo ter com ele o combate que ele merecia que eu lhe desse, mas ainda consigo fazer um bom combate e não por causa das minhas capacidades físicas, mas sim por causa de tudo o que aprendi durante a minha carreira e que consigo aplicar ainda hoje em ringue.

Voltando ao tema da Nation of Domination e do porquê de eu ter recusado, é porque eu não quero que me apresentem a mim, ao Bobby Lashley e ao Shelton Benjamin como três lutadores negros de sucesso, mas queremos sim ser apresentados como três lutadores de sucesso.

A Hurt Business não é uma questão de raça, não interessa qual seja a raça, o que interessa é os títulos e o dinheiro que fazemos. Eu adoro pensar que as crianças negras podem olhar para nós e dizer que querem ser como nós, tal como eu quando era criança apontava para a televisão e dizia que queria ser como o Rocky Johnson ou o Tony Atlas.


Pensas que MVP fez bem em rejeitar a ideia de ser o líder de uma nova Nation of Domination?

9 Comentários

  1. Concordo com ele a 100% no que disse sobre o Apollo e sobre o Ricochet. Quanto a não querer ser lider de uma nova Nation of Domination acho que como ele disse fez bem, é escusado estar a repetir coisas que já se fizeram no passado.

  2. Nation of Domination já foi. E eu acharia muito interessante uma turn do Ricochet e uma entrada na Hurt Business.

  3. El Cuebro4 semanas

    Seria interessante ver a Hur Business com mais membros, o próprio Apollo, Cedric, Ricochet, R-Truth quem sabe!

  4. And4 semanas

    Esta ai um cara que não se utiliza da cor da pele pra receber destaque ou benefício

  5. Andy4 semanas

    Eu estava full animado com o retorno do MVP pós Royal Rumble, fiquei triste quando foi dito que ele só iria ter duas lutas e pararia novamente, mas começou a ganhar mais destaque com o VIP Lounge, e foi brilhante, fiquei com medo de ser mais do mesmo, como faz o The Miz, Alexa, enfim… Mas não, o cara ficava vendendo o peixe dele querendo ser “manager” sempre o tive como um dos meus favoritos, e hoje eu vejo que nada disso mudou, ele só se aperfeiçoou, espero que ele conquiste uns títulos esse ano ainda.

  6. 100% de acordo com ele,gostei de ver estas declarações por parte do MVP.
    Não faz sentido ter uma nova versão dos Nation of Domination em pleno 2020.

  7. Anónimo4 semanas

    Sim, ele fez bem.