Frank casino

MVP tem sido um dos lutadores que mais destaque tem tido na WWE durante esta fase de eventos no Performance Center por causa da pandemia causada pelo coronavírus.

Depois de cerca de 10 anos fora da empresa, este destaque ganho por MVP foi algo inesperado, mas aconteceu porque a WWE necessitava de um lutador experiente para trabalhar ao lado dos mais jovens que tem no roster.

Em entrevista ao podcast de Lilian Garcia, o Chasing Glory, MVP explicou porque quis sair da WWE em 2010 e também porque demorou 10 anos a regressar à empresa.

A resposta é simples: o meu sonho era poder lutar no Japão. Quando estava no território de desenvolvimento da WWE, Norman Smiley apresentou-me Wrestling japonês e eu fiquei agarrado logo desde o início, porque estávamos a falar de uma intensidade totalmente diferente.

Eu queria lutar na NJPW e no Tokyo Dome e muitas vezes, depois dos eventos, eu bebi umas cervejas com John Laurinaitis e ele contava-me histórias dos combates dele na AJPW. Essas conversas só me faziam querer ainda mais lutar no Japão.

Quando faltava cerca de um ano para o meu contrato acabar, ofereceram-me um contrato com 5 anos, mas eu disse a Vince McMahon que não podia aceitar e que tinha o sonho de lutar no Japão. A resposta dele foi simples: “Tudo bem, vai cumprir o teu sonho e as portas estarão sempre abertas para ti. Daqui a 1 ou 2 anos, quando quiseres voltar, serás uma estrela ainda maior”.

Depois a verdade é que demorei 10 anos a voltar. Estive perto de regressar em 2014, mas a TNA fez-me uma proposta irrecusável, o mesmo dinheiro que a WWE me oferecia, mas tinha de fazer muito menos datas. Então fiz o melhor para mim.

Agora regressei porque senti que seria a altura certa para regressar à WWE.

MVP, que ainda no último Raw lutou ao lado de Bobby Lashley contra os Viking Raiders, voltou a homenagear o seu amigo Shad Gaspard numa entrevista no backstage, onde usou uma t-shirt do falecido lutador.

Estavas à espera que MVP justificasse a sua saída da WWE em 2010 por ter o sonho de lutar no Japão?

11 Comentários

  1. É uma razão.
    Vi um vídeo no Instagram no outro dia com o MVP e o Shad emocionados a se abraçarem após a vitória do Kofi pelo título da wwe na wrestlemania. Rip Shad.

  2. Querer ir para o Japão é sempre um bom motivo para querer sair.
    Possivelmente até voltava mais cedo mas as condições não se proporcionaram para acontecer até ele regressar este ano.
    Tenho gostado de o ver nos últimos tempos,tenho pena que já não esteja como lutador a full time mas o papel atual acenta-lhe bem

  3. Anônimo4 meses

    Grande ação do MVP ao homenagear seu amigo e falecido Sand Gaspard. Que Deus o tenha

  4. Ainda bem que voltou, sinceramente. Tem sido uma das grandes figuras do Raw nos últimos meses e tem basicamente sido um “godsent” para a carreira do Lashley na WWE. Tem mic skills fantásticas e muito carisma, é o manager ideal.

  5. Desconhecia os motivos de MPV, mas diria que é completamente aceitável.

  6. Anónimo4 meses

    Se ele tinha o sonho de lutar no Japão fez bem em fazer por isso. Ainda bem que voltou para a WWE de novo.

  7. duzonraven4 meses

    E ele chegou a lutar no japão?

    • Carlosilva4 meses

      Chegou sim, foi inclusive o primeiro campeão intercontinental na NJPW!!

      Fico contente por saber que ele tinha este sonho e o conseguiu cumprir. MVP merece muito respeito porque é daquelas pessoas que teve de mudar muito a sua vida, e é bom ver que não só concretizou os seus objetivos, como os seus sonhos.

      Nunca me esquecerei que no primeiro evento de wrestling que vi completo, lá estava ele a combater com Chris Benoit na WrestleMania 23, sempre me chamou muito à atenção pela personagem, e o primeiro show do iMPACT Wrestling que vi completo, foi quando ele se estreou! Irá ser sempre um lutador que me marcou muito.

    • duzonraven4 meses

      Obrigado pela informação Carlosilva, vou procurar esses combates dele na NJPW para assistir!
      Também me recordo dele de quando a WWE foi transmitida no Brasil, daquela feud interminável contra o Batista pela US Title!