Faz login e reduz a publicidade

O Cantinho do Ferreira #1 – Uma Lufada de Ar Fresco

Foto de perfil do Facebook há 3 semanas Artigos 26

Em primeiro lugar, antes de falar sobre as minhas angústias, gostaria de me apresentar a toda a comunidade do Wrestling PT. O meu nome é Pedro Ferreira, conto com 29 anos de vida muito “desgraçados”, sou licenciado em Jornalismo, e o mais importante, vejo pro wrestling desde os meus 3 anos de idade.

É possível que alguns de vocês já tenham lido algumas notícias publicadas por mim, com a supervisão dos nossos amigos Luís Salvador e Luis Bernardo. Mas, já há algum tempo que não publico nada, pois cheguei a um ponto onde algo não está certo. E eu sinto isso em todos os fãs.

Nestes últimos anos, uma das minhas paixões, que é o pro wrestling, tem vindo a ser uma deceção. “Mas Pedro”, dizem vocês, “porque te sentes assim?”. Eu irei responder, não se preocupem.

Ao longo de todos estes anos, o meu amor por este mundo, foi-se desenvolvendo e amadurecendo. E foi mesmo por isso, que me fui apercebendo de que algo não estava a bater certo. Existia um certo conflito dentro de mim, do qual só me apercebi mais tarde. Após muita reflexão, comecei a compreender a razão pelo qual teria essa batalha com o meu interior. Depois da meditação, eis que a desilusão bateu na minha porta. E eu atendi.

A primeira promoção de pro wrestling que assisti foi a WCW. Mais tarde, foi-me apresentada a WWF. Mesmo tendo um certo contraste entre elas, eu adorava ver os programas. Monday Nitro e Monday Night Raw, as tão aclamadas Monday Night Wars. Eram dias de rejubilo para mim. É claro que não me lembro de muito, mas tenho memórias de felicidade e bem-estar ao ver aqueles programas. Era uma sensação incrível.

No ano 2001, deu-se um evento que me trouxe alguma tristeza. A WWF compra a WCW. Eu sabia que iria ver os dois mundos juntos, no mesmo programa, mas não iria ser a mesma coisa. A partir dessa altura, eu comecei a sentir que algo não iria correr bem. Algo iria prejudicar este universo. Como eu estava certo.

É claro que os problemas não foram notórios nos primeiros anos. Eu continuava a apoiar e a vangloriar a WWF, que mais tarde se tornou WWE. Foi a partir dessa alteração que vi uma certa alteração de paradigma, no entanto, mantive a minha postura de cego e a não reparar nas pequenas degradações que a empresa foi sofrendo aqui, ali e acolá.

Com a chegada do ano 2007, já existia algo dentro de mim que avisava que as coisas não andavam bem, mas eu continuava de olhos fechados, a apoiar incessantemente a companhia. 2012 foi aquela altura em que esse sentimento começou a falar mais alto, e eu continuei a ignorar, pois não queria acreditar e aceitar que o universo que eu tanto dediquei o meu tempo a apoiar, estava a começar a passar por uma fase complicada.

Estamos no ano 2019. A WWE está a passar por uma fase complicada. O roster está insatisfeito com as tomadas de decisão, têm a moral muito baixa. Muitos querem sair e voltar a redescobrir a sua paixão. Podem e devem fazê-lo, pois a sua felicidade e sanidade depende desse passo importante.

Ao ouvir a entrevista de Chris Jericho e Jim Ross no programa Busted Open Radio, as minhas suspeitas confirmaram-se. Na entrevista ao Jon Moxley, conhecido como Dean Ambrose na WWE, no podcast Talk Is Jericho, serviu para cimentar ainda mais o meu sentimento.

A companhia, da qual eu dediquei tanto tempo da minha vida, está a cair aos poucos e poucos. Eu não queria acreditar, mas infelizmente é uma realidade. Chegou ao ponto em que a WWE, em certos momentos, tem menos audiência que a WCW nos seus tempos de desgraça, antes de cair nas mãos do Vince McMahon.

A desilusão tomou conta de mim durante algum tempo. Foi nessa altura que decidi dar uma oportunidade a promoções como Impact Wrestling, Ring of Honor, New Japan Pro Wrestling, e à recém-chegada All Elite Wrestling. Como eu andei cego durante tanto tempo. Mas não faz mal.

A desilusão foi a minha lufada de ar fresco, o reboot de que tanto precisava. Graças a ela, pude voltar a sentir novamente paixão pelo pro wrestling. Consegui libertar-me da doutrina que me conduzia, imposta inconscientemente pelo tio Vince McMahon. Sabes que mais Vince? Consegui libertar-me!

Para todos aqueles que ainda estão presos, façam o mesmo que eu. Não se prendam. Não amem companhias. Amem o pro wrestling. É isso que falta, e muito, na comunidade. Deem uma chance às alternativas. Vão ver que irão sentir-se melhor e mais felizes. O universo do pro wrestling é muito para além do que se vê e conhece. Abracem o desconhecido. Vão ver que não se vão dececionar.

26 Comentários

  1. Boas, primeiro de tudo gostava de dizer que o artigo está bem escrito e bem elaborado, e segundo vais escrever mais “O Cantinho do Ferreira”?

  2. Sandrojr há 3 semanas

    EU TAMBÉM FAÇO ISSO, ACOMPANHO A NJPW, IMPACT E A WWE PARA TER UMA NOÇÃO MAIOR SOBRE O PRO WRESTLING

  3. Luke Harper há 3 semanas

    Gosto de comer

  4. PedrKo há 3 semanas

    Em primeiro lugar parabéns por este espaço de comentário, acho que fazem falta a este site mais artigos de opinião, e este como está bem escrito e tem lógica promete.
    Actualmente acho que a grande maioria das pessoas se revê no artigo, a WWE por aparente falta de concorrência não se dá ao trabalho de construir histórias coerentes e quando as constrói repete-as até à exaustão, o produto está saturante e até para os fãs mais fiéis é difícil não ficar entediado.
    Espero que a AEW tenha sucesso e faça a WWE acordar, porque enquanto quiserem entreter adultos tendo como público alvo frequentadores de escola primária não se vislumbram melhorias.

    • Foto de perfil do Facebook

      Muito obrigado! Fico contente por saber que gostaste do artigo.

      Eu acho que, enquanto o Vince lá estiver, acho que nem ele se vai dar ao trabalho de competir com quem quer que seja. Eu noto que ele vive muito na sua própria bolha, não olhando para o que existe para além dela.

      A AEW é uma boa alternativa. Vamos a ver o que o futuro nos reserva. Espero que sejam boas novas.

  5. Muito bom artigo, percebo perfeitamente o que estás a descrever, eu próprio me estou a sentir assim neste momento. Sempre fui alguém que apenas viu WWE regularmente e tal como tu também me decidi por ignorar os “sinais” que foram dados pela companhia em 2012, mas a verdade é que só agora é que realmente cheguei a um ponto em que sinto que estou preso a uma companhia cujo conteúdo já não me agrada, vou vendo devido a uma pessoa ou outra que me interessam. Não digo que deixarei de assistir à WWE, mas vou passar concerteza muito menos atenção.
    Boa sorte para este novo espaço:)

    • Foto de perfil do Facebook

      Muito obrigado!

      Uma pessoa que acompanha o produto há muito tempo, como nós, acaba por dar os seus sinais de desgaste. Até ao ponto em que não dá mais. Já cheguei ao meu ponto de ruptura há algum tempo, mas agora é que revelei às pessoas aqui no site. Pois, ao pessoal que me conhece pessoalmente já sabe do meu descontentamento.

      Claro. Deixar de ver não. Apenas esperamos por melhores dias. Espero que a empresa melhore.

  6. KevinNash99 há 3 semanas

    Vou ser sincero, não gostei do artigo, parecia que estava a ler mais um dos comentarios cheios de drama dos ultimos dias aqui do site .
    É bom ter mais pessoal a escrever , e a sua escrita é boa e simples de ler , mas aconselho a trazer conteudo mais original para a proxima .
    Claro que isto vai ser uma opinião unica , de resto a sua publicação vai ter sucesso porque é mais um “desiludido” , e pegou moda pela internet os desiludidos com a wwe , mesmo quem não ve o produto se mobiliza neste momento .
    Hoje em dia passa se de bestial a besta em dois tempos.

    • Foto de perfil do Facebook

      Em primeiro lugar gostaria de agradecer por ter reservado um pouco do seu tempo para ler o artigo.

      Eu aceito de muito bom grado. Não podemos agradar a todos. E, faz parte da minha formação cívica, respeitar a sua opinião. É válida e tem a sua razão de ser.

      Vou ser sincero, se o drama anda pelo site nos últimos dias eu não sei, pois não tenho tido tempo para ler. Eu simplesmente decidi escrever algo que sinto. O que sinto não uma coisa destes últimos dias, mas sim de alguns anos. No entanto, o timing em que publiquei coincide exactamente com os tais dramas. Quem me conhece pessoalmente sabe que me venho a queixar do estado da companhia desde 2012. Por isso, não é algo que venha de agora. Se fizesse parte deste site há mais tempo, já há muito que teria publicado um artigo deste género, mas ainda sou um bebé por estas bandas.

      Muito obrigado pelo comentário e veremos o que irei escrever para o próximo artigo. Possa ser que o delicie.

  7. Kurt angel há 3 semanas

    Tens 29 anos e em 2001 tiveste esse “sentimento que o wrestling não ia ser o mesmo”? Com 11 anos andava eu a jogar ao berlinde e a ver doraemon hehe

    • TioVince há 3 semanas

      Em 2001 começou o sentimento , em 2007 existia algo dentro dele que o avisava que as coisas não andavam bem, em 2012 o sentimento começou a falar mais alto . Este jovem gostou do produto até aos 11 anos , a partir dali foi sempre a desagradar .

    • Foto de perfil do Facebook

      Eu sei que pode parecer estranho, mas foi o que realmente aconteceu. Quando uma pessoa gosta muito de algo, mas começas a ver que as coisas estão para mudar, começas a pensar sobre vários cenários. Um deles foi o desiquilíbrio. E foi o que aconteceu com o tempo. Tal como o TioVince comentou.

      Mas atenção, eu nessa altura também andava agarrado aos berlindes a rapar aos outros e a assombrar buracos. Soa mal eu sei, mas era assim. Eu nunca fui grande fã de Doraemon, mas Dragon Ball, Pokemon e Digimon era comigo XD

  8. Muito bom artigo! Já agora, algumas questões: Dessas outras promoções a que assistiu qual a que lhe agrada mais?
    O próximo artigo vai ser sobre quê? Vai fazer também críticas a PPV? E já agora, quem é que aparece na sua imagem de perfil? xd

    • Foto de perfil do Facebook

      Muito obrigado! Fico contente por saber que gostou do artigo. Vamos lá então responder às questões.

      Respondendo à primeira questão, a que eu fiquei dividido entre a NJPW e a AEW. No entanto, não quer dizer que as outras sejam más. Simplesmente consegui criar ligação com elas. A AEW é mais do estilo a que estamos habituados, mas a NJPW é qualquer coisa de especial. Não lhe consigo dizer ao certo da qual eu gosto mais, tal a indecisão que o Marco Paulo tinha na sua mítica canção, Dois Amores.

      Referente à segunda e à terceira questão, os meus artigos serão escritos conforme o meu estado de espírito na altura em que começar a escrever. Eu sou mais de improvisar do que programar o que virá a seguir. Por isso, aguarde por novidades XD

      Última, mas não a menos importante, a minha imagem de perfil é o Bruiser Brody. É claro que tem duas alterações, sendo elas os óculos e o sorriso, que são ambos meus. Magia feita no photoshop pelos meus amigos que adoram brincar com as minhas fotografias.

    • VinceMcMahon há 3 semanas

      Já que esta a responder a perguntas , como se gosta dessa maneira de uma coisa que mal existe (AEW) ?

      “A AEW é mais do estilo a que estamos habituados”
      Com um ppv consegue já perceber isso? Até considero diferente do que estamos habituados com as regras que eles querem colocar e assim.
      Não faz muito sentido nem conseguir concluir qual delas gosta mais quando uma tem um ppv e a outra é toda ela um monumento historico do Puroresu

    • Foto de perfil do Facebook

      Vamos a isto VinceMcMahon. Antes de mais, muito obrigado pelo comentário.

      Ora bem, é muito estranho o que eu disse de verdade. No entanto, eu já a considero uma companhia, não com muita história, mas com um certo prestígio. Tem apenas e exclusivamente um PPV. Em contraste, a NJPW fez os seus 47 anos de existência em janeiro deste ano. O mais engraçado de eu dizer isso é porque, mesmo a AEW sendo tão recente, parece que já está connosco há muito tempo. O que me leva a outro ponto da familiaridade. Quem segue pro wrestling há mais de 10 ou 15 anos, vai sentir uma grande conexão com a nova promoção, pois vai buscar muita energia ao estilo “Atitude Era”. Nesse tempo era tudo simples e acelerado. As feuds eram simples e partiam logo para a “porrada” da velha. Nos dias de hoje, e referindo-me só à WWE, sendo a mais dominante, vemos muita fala, muitas vezes pouco wrestling, querem fazer storylines complexas que acabam por se tornarem confusas, acabando mesmo por deixar de as utilizar e fazerem algo que depois já não funciona. A AEW foi buscar ideias à “Atitude Era”, NJPW (não na longevidade dos combates), possivelmente ao Ring of Honor, entre outras promoções. É mais direto. Mais “in your face”. Atenção que não estou a desmerecer a WWE, pois se não fosse essa promoção, o wrestling não tinha chegado onde chegou hoje.

      É por isso que eu dei a resposta que dei. Tem a sua base de uma certa invalidade eu sei, mas é a ideia que tenho construída. Sou sincero, espero que a AEW mantenha a fórmula. Porque se não o fizer, será mais uma que irá afundar à medida que o tempo passe. Vamos esperar para ver o que os próximos PPV, e o seu programa televisivo terá para nos apresentar.

    • Foto de perfil do Facebook

      Aproveito para fazer uma pequena correcção à citação “Quem segue pro wrestling há mais de 10 ou 15 anos”, para quem segue pro wrestling há mais de 20 anos. É o dado mais preciso, que coincide com a “Atitude Era”.

      Peço desculpa pelo lapso.

  9. Gostei do artigo. “Ame pro wrestling e não companhias” é uma grande verdade mas infelizmente penso que que para muita gente a unico wrestling que viram foi a WWE dos ultimos 15 anos e por isso sera dificil começarem ver algo novo e diferente.. mais rapidamente deixam de ver wrestling completamente se a wwe nao melhorar nos proximos anos.
    Mais, até acho que muitos dos fãs mais novos se vissem hoje um episodio do Raw da “Atitude Era” iriam nao gostar ou pelo menos achar estranho tendo em conta a diferença abismal dos estilos.. Mas espero estar errado e que as pessoas que estao ficar cansadas com WWE dêm chances à AEW, new japan ou ROH etc e que encontrem pelo menos uma que comecem a gostar/seguir!

    • Foto de perfil do Facebook

      Muito obrigado!

      Eu acho que as pessoas já estão a começar a dar uma oportunidade a outras promoções. É claro que muitos fãs da WWE pensam que, por ver outra promoção, estão a “trair”. Pelo menos foi o que pude reparar com algumas pessoas que fui falando. Sei que é estranho, mas foram as ilações que fiz.

      Poderiam gostar de ver um episódio dos tempos da “Atitude Era”, mesmo por ser tão diferente. Acaba por ser algo novo, pois ainda não tinham visto o estilo que a companhia usava anos atrás. Eu pelo menos acredito que iriam gostar.

      Quem se sente cansado, eu compreendo e pode dar um tempo e não ver mais nada sem ser a WWE. Mas, mais tarde, ou mais cedo, acabam por dar uma oportunidade a outros.

Comentar