O Cantinho do Ferreira #7 – Revolution Era

Foto de perfil do Facebook há 2 meses 4

Bom dia! Boa tarde! Boa noite! Isto tudo depende da altura em que estão a ler este artigo. Dou as minhas saudações à comunidade do Wrestling PT. E, como sempre, desejo-vos uma excelente semana. Que venha bom conteúdo de pro wrestling da RAW, SmackDown, NXT, 205 Live, AEW, NJPW, tudo e mais alguma coisa. Que assim seja!

Ora bem… esta semana irei falar sobre um tópico que, do qual, já toquei num dos artigos passados. Quem leu, sabe que eu referi que o mundo do pro wrestling está a passar por um novo ciclo, graças à concorrência existente. Graças a Deus por isso!

Todos nós, ao longo dos anos, temo-nos queixado do produto que a WWE tem apresentado, os resultados das audiências, o conteúdo criativo que parece inexistente… quer dizer, um conjunto de ingredientes que não nos está a conseguir agarrar como nós gostaríamos. No entanto, isso estará prestes a mudar. Assim o espero.

Noto que, já começa a existir umas blueprints, aqui e acolá, do nosso grande amigo Paul Heyman. Do lado da SmackDown não consegui discernir bem se, o camarada Bischoff, já entrou em ação. Parece, mas ao mesmo tempo, também não parece. Um tanto ou quanto estranho.

Infelizmente, mesmo com estes pequenos pormenores, ainda não é o suficiente para levantar as audiências, que continuam a cair. Contudo, não estou com uma visão negativa referente a esse fenómeno que tem assombrado a companhia nestes últimos angustiantes meses.

Eu acredito que isso vá mudar. Acredito que, assim que chegar o mês de outubro, e a AEW estrear em televisão, tudo irá mudar. Vai ser nessa altura que a batalha vai começar a sério. A WWE é um colosso, disso não há dúvidas, mas não nos podemos esquecer que também podem ser derrubados por heróis no momento certo. Tamanho não é tudo neste mundo.

A AEW tem muito para mostrar, e espero que consiga acompanhar as exigências dos fãs. Nem sempre é fácil corresponder às espectativas. Nem sempre as coisas correm tão bem como esperado. E, nem sempre, o que está planeado acontece. Nada do que uma boa organização antecipada não consiga fazer, mas nunca se sabe.

Agora… porque é que eu decidi chamar a esta batalha, entre companhias de pro wrestling, de Revolution Era? É bastante simples, e acho que vocês também irão perceber o porquê.

Revolution Era é algo que soa bem na minha cabeça. Pode não soar bem na vossa, mas acho que é uma palavra sonante. Tenho de enviar este título para as companhias para darem este nome à disputa que está prestes a surgir. A ver se ganho uns trocos.

A razão de eu dar este nome a este novo ciclo é simples. O mundo do pro wrestling precisa de uma revolução. Não, eu não me refiro a uma revolução estilo comunista ou algo relacionado com o espetro esquerdo da política. Refiro-me à evolução do produto. O começo de um novo ciclo.

O que eu gostaria de ver a acontecer na Revolution Era? Ora aí está uma boa questão…

Gostaria de ver as companhias a apostarem em novos conteúdos, na criação de novos tipos de competição. Apostar em novos talentos que estão lá, mas que, neste momento, parecem invisíveis para a companhia. Quero ver as empresas a arriscarem mais, pois é isso que falta neste momento. É sabido que, quanto maior o risco, maior a chance de dar alguma coisa errada. MAS… também pode-se dar o caso de criar algo maior do que se esperava. Algo fenomenal.

Eu gostaria de ver um EC3 campeão. É verdade! Eu acho que ele tem talento, mas neste momento, está ali um peso morto. Porque não um Braun Strowman campeão? Cesaro? Andrade? Aleister Black? Eu sei que se vão rir desta, mas porque não um Titus O’Neil campeão? Seria engraçado. Arriscar para inovar. E não estarem presos sempre aos mesmos que, sinceramente, já enjoa.

Uma coisa que não gosto muito é quando estão, constantemente, a irem à caixa da nostalgia buscar os mesmos protagonistas. Vezes, vezes, e vezes sem conta. Deixem o Undertaker descansar. Mesmo que ele queira continuar, façam-no fazer outra coisa. Já não é excitante. Nem nostálgico. O que é demais farta o fã. Anda Bray Wyatt! Estamos à tua espera. Acho que seria um bom substituto para o Taker. Provavelmente mais inovador. Ele aplicou ideias que não tínhamos visto até agora. Isto sim é arriscar.

Tal como disse algumas vezes durante o texto, quero que arrisquem. Não quero uma companhia acomodada com produtos familiares que já se aplicam quase desde 2001 e 2002. Não é ao calhas que a companhia tem vindo a morrer aos poucos e as audiências traduzem isso mesmo.

Vai ser esse mesmo arriscar que irá trazer uma nova esperança para o mundo do pro wrestling. Mais concretamente para a WWE. No entanto, espero que as companhias aprendam umas com as outras. Só assim é que elas podem evoluir o seu conteúdo. Tal como já falei num artigo passado, sobre a concorrência.

Felizmente, aos poucos, eu tenho notado que a WWE tem vindo a fazer isso. Tenho a certeza de que a AEW está a colocar alguma pressão na empresa para que ela saia da sua bolha, para fazer com que evolua. Acredito que, no fim de tudo, o verdadeiro objetivo é criar pontes e não muralhas. Imaginem que, em vez de existirem corporações, existia uma enorme família interligada por uma paixão em comum. Isso sim seria algo lindo de se ver. Um pouco utópico eu sei, mas seria algo fascinante.

É mesmo por isso que nós precisamos de uma Revolution Era. Poderá ser este ciclo que irá revolucionar o mundo do pro wrestling? Eu espero que sim. Entretanto, até esse momento chegar, vamos ver como se desenrolam os primeiros passos da revolução que promete abanar os alicerces da fundação.


E vocês? O que acham que irá acontecer? Acreditam numa Revolution Era? Gostaria de saber as vossas opiniões. Já sabem que estou sempre disposto e disponível para falar com vocês. Seja qual for a vossa opinião será bem-vinda. Não se acanhem!

4 Comentários

  1. Showstealer há 2 meses

    Concordo em tudo o que foi dito neste texto! Espero e também acredito que haja uma nova era. Se calhar até já começa hoje, visto que esta será alegadamente a primeira semana em que Paul Heyman e Eric Biscoff vão estar realmente à frente de Raw e SmackDown, respetivamente. Isto só irá beneficiar o wrestling em geral, portanto vamos a isso! Excelente artigo!

    • Foto de perfil do Facebook

      Em primeiro lugar, gostaria de agradecer por teres lido o artigo.

      Espero que eles comecem a entrar no esquema aos poucos e não à pressa. Para não dar errado. É a tal coisa, é preciso um novo ciclo para isto arrebitar. Sem isso, não há muito por onde andar. É isso mesmo! Vamos a isso!

  2. Bom artigo, continua assim.💪💪

Comentar