O NXT desta terça-feira terminou de forma surpreendente, com Bron Breakker a desafiar o World Heavyweight Champion Seth Rollins para um combate.

Na mais recente edição do Wrestling Observer Radio, Dave Meltzer revelou a razão para que esse desafio do lutador do NXT tenha sido feito.

Esta foi uma decisão de Nick Khan, que quer utilizar o maior número possível de Superstars do main roster no NXT, para tentar aumentar ao máximo as audiências do programa da brand de desenvolvimento.

Assim, quando a WWE negociar a renovação do contrato do programa televisivo do NXT com a USA Network, espera receber o máximo de dinheiro possível.

Por isso, para além do World Heavyweight Champion Seth Rollins, é de esperar que mais estrelas do main roster da WWE apareçam no NXT nas próximas semanas.

Recentemente, também já apareceram Baron Corbin, Mustafa Ali e Dana Brooke.


Pensas que esta é uma boa ideia da WWE?

4 Comentários

  1. Tini1 ano

    Então… Levar uma Dana Brooke não é lá uma grande estratégia

  2. El Cuebro1 ano

    Não acho que irá resolver tanto assim a parte das audiências do NXT só com nomes dos main rosters por lá, sim o Seth e outros podem ajudar, mas o que mais poderia ajudar seria se a WWE melhorasse o produto que é oferecido hoje em dia no NXT, treinar e preparar melhor seus novíssimos e “desconhecidos” talentos, fazê-los terem melhores momentos e mais conhecimento e reconhecimento por parte do público!

  3. Anónimo1 ano

    Não vai acontecer, mas imagine-se o cenário de que a WWE enlouquece e nos dá um “good old swerve” a la Vince Russo e dá a vitória ao Bron e lhe “devolvia” o apelido Steiner ahaha. Fazia dele um monstro heel com um reinado bem longo e dominador. Basicamente uma mistura de Scott Steiner e Goldberg. Atenção eu sei que não vai acontecer e estou basicamente a brincar. Sei perfeitamente que é demasiado cedo e que acabava por queimar o rapaz. Estou só a brincar, mas se fosse “bem feito”… ahahaha

  4. Tiago1 ano

    Acho que se enganaram na dana ou então ela foi subestitura à última da hora