Para além de transmitir o Dynamite à quarta-feira, All Elite Wrestling também tem transmitido desde o seu início um programa secundário à terça-feira, chamado Dark, e já no passado mês de Março acrescentou o Dark: Elevation à segunda-feira, quase com o mesmo formato do anterior.

Ao início o Dark era um programa com cerca de um hora e 4-5 combates, mas com o passar do tempo foi aumentando no número de combates e na sua duração, e já tivemos edições com mais de 15 combates e 2 horas ou mais. Com o Dark: Elevation também tem sido praticamente a mesma coisa.

Entretanto, segundo Dave Meltzer na Wrestling Observer Newsletter desta semana, há dois grandes motivos para os dois programas, Dark e Dark: Elevation, terem esta quantidade de combates e duração.

Primeiro, permite aos responsáveis da AEW avaliar mais lutadores na mesma semana, e alguns desses lutadores acabam por ser contratados. Segundo, são produzidas mais horas de conteúdo para um arquivo que no futuro poderá ser incluído numa plataforma de streaming da AEW ou vendido num pacote/acordo de direitos de transmissão a uma plataforma de streaming já existente, o que significa mais dinheiro ganho com esse acordo.

Ao contrário da WWE ou até mesmo do Impact Wrestling que possuem já uma vasta biblioteca e arquivo passado, de vários anos de actividade, a AEW está ainda a criar os seus primeiros conteúdos e a tentar “acelerar o passo”, mesmo que muitos combates acabem por ter pouca relevância histórica.


O que achas destas razões para os AEW Darks serem tão longos e com tantos combates? Costumas acompanhar os programas secundários da All Elite Wrestling?

9 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Compreendo os motivos, mas continuo assistindo somente ao AEW Dynamite.

  2. El Cuebro4 semanas

    Eu imagino tudo o que eles avaliam de conteúdo, para mim é até algo bem acertado, eu gosto muito do formato com muitos combates, exatamente por causa da qualidade e por podermos ver muitos novos nomes do wrestling que normalmente não aparecem muito nas mídias por aí!

    • Exatamente. Vários jobbers são utilizados no dark, mas o nível do match é sempre alto mesmo sabendo quem será o vencedor. E claro, as vezes os jobbers acabam virando lutadores integrais como Lee Johnson, Aaron e Red Velvet, isso é o mais legal de acompanhar.

  3. L26MC4 semanas

    É um produto grátis, às vezes temos lá os grandes nomes da empresa a fazer um combate ou outro, o que ajuda também no crescimento do canal, no YouTube.

    Se formos pensar bem, é algo bastante útil visto que a AEW usa o método de mostrar os records de cada lutador, o que ajuda quando eles vão para o main show, exibem o que foi construído no Dark.

    Acredito que tambem passe muito por os lutadores não se sentirem frustrados por estarem parados, assim podem mostrar o seu potencial, sem grandes pressões.

  4. Esse cara é um gênio. Admiro muito. É muito divertido assistir tantos combates assim, as vezes selecionamos quais lutadores vamos ver e quais não, mas é legal para aquelas pessoas que admiram lutadores pouco utilizados no show principal. Também é bom para conhecermos o trabalho de lutadores desconhecidos, o dsrk revela vários talentos semana a semana.

  5. Alexandre3 semanas

    eu não perco um Dark meu amigo, é interessante ver caras novas e possíveis futuras estrelas, e sem falar que os combates tem uma boa/ótima qualidade.

  6. Percebo as razões,mas continuo a achar que a duração dos programas é um exagero tremendo.

  7. Compreendo até as razões!