Segue-nos no Instagram!
Frank casino

Nos últimos meses temos visto vários lutadores a sair do NXT e a rumar ao main roster da WWE, como por exemplo Matt Riddle ou Angel Garza, para continuarem a sua carreira na companhia de Vince McMahon.

De acordo com o Fightful, esses mesmos lutadores continuam com contrato de lutador do NXT e ainda não viram os seus salários serem aumentados, ao contrário do que costuma acontecer quando a transição acontece.

De acordo com uma das fontes dentro da WWE com que o Fightful contacta, estes lutadores que passaram do NXT para o Raw ou SmackDown irão ter os seus contratos revistos apenas quando as condições na WWE e no mundo em geral normalizarem.

De notar que neste momento os lutadores têm um horário muito mais leve do que no passado, pois para além de não haver live events, a WWE tenta condensar ao máximo os seus dias de gravações, para que os lutadores se exponham o menos possível ao coronavírus e façam menos viagens.

Matt Riddle, Angel Garza, Bianca Belair, entre outros foram alguns dos lutadores que saíram do NXT rumo ao main roster desde o início da pandemia e agora sabemos que ainda estão com o mesmo contrato que tinham quando lutavam na brand amarela da WWE.

Como foi escrito antes, esta situação dos contratos será revista quando o mundo normalizar, mas fica no ar o tipo de contrato que a WWE lhes irá oferecer, visto que a empresa dificilmente deverá regressar aos live events num futuro próximo.


Pensas que faz sentido a WWE ainda não ter renovado o contrato destes lutadores que saíram do NXT?

5 Comentários

  1. Claro que faz sentido, estamos numa crise sem precedentes onde a questão financeira está complicada em todo canto, assim que as coisas normalizarem, o certo será que todos vão ter seus contratos de Main Roster, eventualmente os seus salários ajustados.

  2. Sim, é compreensível

  3. Faz sentido tendo em conta a situação atual no mundo

  4. Faz sentido tendo em conta o rumo que tem seguido nesta fase da pandemia, logo aumentar o contrato a estes neste momento seria errado tendo em conta que despediram várias pessoas pelo salário que recebiam ser elevado.

  5. Anónimo1 mês

    Sim, faz sentido. Devido a toda a situação que se está a viver atualmente, é natural que assim seja.