A WWE tem feito nos últimos meses algumas alterações à sua política de renovação de contratos, por causa da reduzida agenda que as Superstars têm neste momento, limitada aos programas semanais e televisivos.

Lutadores que subiram recentemente do NXT para o main roster, como Matt Riddle, estão em fase de renovação de contrato. O “Original Bro” pode já ter renovado contrato, mas há quem também defenda o contrário.

Outro caso são os RETRIBUTION, que segundo o Fightful receberam no final do ano novas propostas de contrato por parte da WWE. É reportado que os vários elementos do grupo, à excepção de Mustafa Ali, receberam novos contratos para renovarem por mais 3 anos e por um salário a rondar os 250 mil dólares anuais.

Este valor é significativamente inferior à maioria do que a WWE oferecia nos últimos anos e isso deve-se aos cortes que a empresa tem feito por causa da pandemia do COVID-19, apesar de ter batido lucros recorde no ano passado, e ao facto de atualmente não existirem live events, o que reduz bastante a agenda dos lutadores.

Não se sabe se os vários elementos dos RETRIBUTION já aceitaram estes novos contratos, mas é dito que muitos lutadores têm preferido levar as negociações com a empresa “até ao fim”, na esperança que a WWE ofereça valores um pouco mais simpáticos para as suas renovações.

Numa nota adicional, Dave Meltzer referiu que vários lutadores que recentemente subiram do NXT para o main roster continuam a trabalhar com os mesmos contratos que possuíam na brand amarela e que só quando os live events voltarem é que a WWE apresentará novas propostas.


O que achas desta situação? Achas que 250 mil dólares anuais era um bom valor para os membros dos RETRIBUTION?

10 Comentários

  1. The Phenomenal One1 dia

    Bom, por ser um valor bastante inferior ao que a WWE oferecia no passado, é mesmo capaz dessa negociação ir até o fim, mas se os membros do Retribuiton recusassem, não ficaria surpreso, visto que seu booking está sendo muito ruim e eles estão sendo muito mal aproveitados, principalmente Mustafa Ali, Reckoning e T-Bar.

  2. Para aquilo que têm feito, antes receberem essa quantia anual do que serem despedidos, mas só dá mais vontade de trabalhar com um booking melhor, mas acredito que vai haver melhorias!

  3. O Maddin so serve para jobbar,o gajo é horrivel.
    Triste ver malta como o Ali e o Dijakovic neste esterco de stable.

  4. El Cuebro24 horas

    Deviam é dar fim no Retribution de uma vez, está sendo prejudicial às carreiras de todos os envolvidos, espero que a WWE ponha a mão na consciência, faça isso acontecer e salve as carreiras e identidades de Ali, Dijakovic, Mia Yim, Maddin e Thorne!!

  5. Rooben22 horas

    Podiam era aproveitar estas negociaçoes de contratos para acabar com a stable .
    Em kayfabe , os Retribution queixam se de ter sido abandonados .
    Entao renovem ou nao , o melhor a fazer era acabar com a Stable e recuperarem as suas personagens antigas

  6. Best20 horas

    Ainda é muito pra eles, bastante fracos

    • Na verdade fraco é no booking que estão dando para eles… Nota-se que você não assistiu as matchs onde nome como Ali, Dijakovic, Mia Yim e Shane Thorne estiveram envolvidos.

  7. Anónimo17 horas

    Comparado ao salario que alguns ganham, é um valor bem abaixo, mas também vão ganhando conforme o lucro que dão a empresa.

  8. Parece-me bem até pelo que estamos a passar, depois podem renegociar, até podem ter essa cláusula no contrato.