Durante o Raw desta segunda-feira aconteceu um grande momento por parte de Rhea Ripley, a única lutadora que pertence aos Judgment Day.

Este acontecimento deu-se durante o combate entre Finn Balor e Karl Anderson, enquanto que o resto dos The OC e a “Nightmare” estavam fora do ringue.

O caos começou a instalar-se quando os lutadores fora do ringue foram tentando interferir, sendo que Rhea Ripley foi o fator decisivo, tendo fora do ringue acertado um grande Body Slam em Luke Gallows.

De seguida, conseguiu acertar com um low blow em Karl Anderson enquanto o árbitro estava distraído, o que ajudou Finn Bálor a conquistar a vitória.

Esta vitória de Finn Bálor aumenta o ímpeto do grupo rumo ao Six-Man Tag Team Match marcado entre os Judgment Day e os The OC para o Crown Jewel de 5 de Novembro.

Desde que se juntou aos Judgment Day, Rhea Ripley tem atacado vários lutadores como Rey Mysterio e Edge, e já declarou que tem intenções de ter Mixed Tag Team Matches ao lado de Damien Priest.


O que achaste deste grande momento de Rhea Ripley contra os The OC?

28 Comentários

  1. Sirkazzio3 meses

    Ja devem estar arrependidos de terem regresso

  2. MrCareca3 meses

    So acho estúpido as mulheres poderem fazer body slam, e não só, a homens e o contrário não se poder aplicar. Mas enfim ..

    • Concordo. É uma política um bocado ridícula da wwe, mas andam a abusar desse poder nos combates nos últimos tempos.

    • Mas já aconteceu homens atacar mulheres na WWE. Por exemplo o Randy Orton que já aplicou o RKO em algumas mulheres.

    • BigMando3 meses

      E o Corbin já aplicou um End of Days à Becky

    • willow3 meses

      Criança chorona.

  3. Facebook Profile photo
    A Marcos3 meses

    The OC precisa da Liv

  4. Ricardo3 meses

    Por uma questão de justiça e igualdade, as mulheres deveriam poder ser atacadas. Até ver, lembro-me de casos do Orton e do Reigns. Mas tirando esses, poucos devolvem o gesto.

    • Rúben3 meses

      É o que estou farto de dizer… Ela é a maior porque bate em toda a gente e ninguém retribui…
      Para quando um combate entre a bloodline e judgment data?
      Iria ser interessante o facto de estarem sempre a interferir no combate, era interminável 🤣

  5. Bruno Fec3 meses

    Amo-te Rhea.
    PS. O heat que o Dominik tem está brutal

  6. BigMando3 meses

    A Rhea é a melhor estrela feminina neste momento no Raw literalmente. Para quando um title match para ela?

  7. El Cuebro3 meses

    A Rhea ainda é um fator interessante nos JD e o Club vai ter que encontrar alguém para ajudá-los quanto à ela, nem imagino qual poderia ser a lutadora recrutada por eles, eu imaginei a Raquel, mas acho que o Gallows irá nos mostrar uma boa surpresa também, a Piper poderia ser uma alternativa visto que não tem mais a parceria com a Nikki! Queria saber como andam as tratativas entre WWE e NJPW sobre Gallows & Anderson se é que elas existem.

  8. roteiristas3 meses

    Toda equipe deveria ter uma mulher e acho que logo isso vai ocorrer. Bloodline, Naomi ou Tamina, ja que são da familia mesmo. Sarah Logan nos Vikings, Alexa com Bray, Shayna deveria se juntar ao OC, Zelina ja esta com o Legado

  9. Jane3 meses

    Teve umas pessoas falando que não ia ser desse jeito que os caras na hora de assinar o contrato sabe o que estão fazendo tá aí ó 😂

  10. Também não gosto do fato das mulheres baterem nos homens, espero que mudem isto porque não faz sentido nenhum.

    • Jane3 meses

      Eu disse em outro post que esses carecas não deveriam ter voltado para wwe o pessoal aqui do site me encheu o saco tá aí o resultado

    • BigMando3 meses

      A Rhea só o faz por que é heel e também não fazia sentido um lutador sendo face bater numa mulher mesmo que ela seja heel.

    • Jane3 meses

      O negócio e que se fosse contrário iria dar uma repercussão negativa e a wwe age de acordo com mercado afetaria diretamente no preços das ações pq pessoal do mimimi iria ficar enchendo o saco enfim e só começo da queda dia carecas anota aí que negócio para eles vai feder mais

  11. Alexandre3 meses

    essa é uma das razões que algumas, ou muitas pessoas, não levam wrestling a sério. Quem leva a sério uma merda dessa, uma mulher levantando um cara que tem 50 kg mais que ela e ai vai e ainda bate no outro. Tudo em nome da LACRAÇÃO!

  12. Frank3 meses

    Se fosse o inverso, ia dar uma polêmica.

  13. wrestling is wwe and nothing else3 meses

    A Chyna dos nossos tempos ehehe

  14. Grande Rhea Ripley! Não entendo porquê tantas criticas de uma mulher estar a atacar um homem. Já aconteceu o contrário. Ainda por cima é a Rhea Ripley. É alguém que não demonstra ser nada fraca.

    • Anónimo3 meses

      Concordo.

    • Facebook Profile photo
      Klaus3 meses

      O problema é que descredibiliza os wrestlers, a partir de agora para mim o luke galows virou piada

  15. Para todos aqueles que são contra mulheres a atacar homens e que ao contrário não aconteceria. Aqui está uma lista de homens que atacaram mulheres na WWE:

    CM Punk deu um GTS na Beth Phoenix
    Randy Orton fez um RKO em várias lutadores
    Rey Mysterio aplicou um 619 na Nia Jax
    Mr. McMahon atacou a própria filha
    Kane fez um Tombstone na Lita
    Duddley Boyz atacaram a Mae Young
    John Cena fez um Attitude Adjustment na Lita
    Baron Corbin atacou a Becky Lynch

    de nada.

    • Por já ter acontecido não quer dizer que não seja ridículo, porque os homens não tocam HOJE nas mulheres, e as mulheres abusam desse poder em vários combates, dá uma imagem que esta era de Triple H quer apostar no poder das mulheres, o que para os que comentaram isso não gostam é uma questão de gostos e opiniões e cada um tem a sua.

      De nada.

    • Não tocam HOJE quando? Esse ataque do Baron Corbin à Becky Lynch é algo recente. O Rey Mysterio e Randy Orton atacaram a Nia Jax em 2019. Não vejo mulheres abusarem de poder nenhum na WWE. Dá-me exemplos sff. E já agora qual o mal de querer apostar no poder das mulheres? É uma mensagem errada que estão a passar para o mundo? É assim tão grave? Não entendo o porquê de tanto stress por ver uma mulher a atacar um homem no pro wrestling. Jeez louise.