Durante o Rebellion deste sábado, Sami Callihan regressou à TNA para auxiliar Jordynne Grace a manter o TNA Knockout’s World Championship.

Foi uma noite de regressos para a TNA, que viu não só “Broken” Matt Hardy a regressar, como também deu as boas vindas de volta a Sami Callihan.

O combate feminino foi repleto de interferências, com os Good Hands (Jason Hotch & John Skyler) e Kon a interferirem a favor de Steph De Lander.

PCO ajudou a campeã antes de as luzes se apagarem e voltarem a acender para revelar o regresso do “Death Match Machine”.

Sami Callihan acabou por abrir caminho para a vitória de Jordynne Grace, que reteve assim o TNA Knockout’s World Championship.


O que achaste deste regresso inesperado?

3 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Mais um retorno mais do que acertado, o Sami estava meio sem rumo por esse mundo, até chegou a começar algo na MLW, mas não avançou e agora de volta à casa para retomar algumas rivalidades e salvar o dia, foi um dos grandes retornos da noite sem dúvidas, aliás interessante como a TNA ainda mantém a ação intergender, mas é ver como se dará isso tudo!

  2. tosse1 mês

    meh

  3. Natan1 mês

    Lembro que na última vez ele estava na Aew ? O que aconteceu será ? 🫣