Depois de Eddie Kingston ter sido suspenso e retirado do All Out, após um confronto com Sammy Guevara nos bastidores da AEW, o jovem fez os seus primeiros comentários sobre este assunto.

Antes disso, Sean Ross Sapp do Fightful sublinhou que o “Mad King” não gostou de ser apelidado de “monte de m*rda gordo” numa promo (que não foi transmitida) e confrontou o rival, o que levou à sua suspensão.

Esta suspensão de duas semanas do veterano deu muito que falar, e numa declaração ao Fightful, o “Spanish God” disse o seguinte:

Como profissional, tu comunicas coisas que não queres que sejam ditas (como outras pessoas com quem estive em programas e trabalhei com Matt Hardy, [Chris] Jericho e outros) e comuniquei o que não queria ser dito neste angle e Eddie [Kingston] não. Eddie não fez o mesmo e não me disse, aos treinadores, Tony Khan ou qualquer um na AEW o que ele não queria que eu dissesse.

Então, depois do meu combate e da Tay [Melo] com a Sky Blue e Dante [Martin], fiz uma promo a insultar Eddie Kingston e os fãs. O que eu sei que todos gostam de fazer é odiar-me e à Tay, então eu sou a pessoa perfeita para interpretar essa personagem idiota, para Eddie finalmente vencer no All Out. Eu vejo o que as pessoas dizem online sobre o Eddie e a sua aparência.

Qualquer um que legitimamente envergonha Eddie pela sua aparência pode ir para o inferno, são as mesmas pessoas que me envergonham por ser muito pequeno. Então, Sammy Guevara, o personagem, poderia ser a pessoa física a interpretar aquela pessoa que Eddie pode calar no All Out.

Só que o Eddie não fez a coisa profissionalmente e não me comunicou, o que se ele fizesse eu nunca teria dito isso, porque a última coisa que eu quero fazer é magoar alguém de verdade.

Sammy Guevara contou ainda mais detalhes do que aconteceu nos bastidores:

Então, depois da promo, eu chego aos bastidores e Eddie está maluco a gritar repetidamente “TU NÃO PODES CHAMAR-ME DE GORDO” enquanto eu estou a tentar descer as escadas. As pessoas ficam entre nós, Eddie tenta encarar-me e acabou por tocar na minha cara, foi estranho.

Foi lamentável porque essa promo estava num show gravado e facilmente poderia ter sido editada (o que eles acabaram por fazer de qualquer maneira).

Eu sei que essa não é a primeira vez que Eddie é agressivo e fica fora de controlo nos bastidores. Eu sei que ele teve que fazer algum tipo de controlo de raiva depois de tudo isto. Isto foi muito desnecessário, mas é o que é, viver e aprender, eu acho.

Ainda assim, o jornalista apontou que é o jovem que tem vindo a desenvolver uma reputação de ser alguém difícil com quem trabalhar.

Já Dave Meltzer acrescentou na Wrestling Observer Newsletter que o combate entre Eddie Kingston e Shammy Guevara não deverá acontecer no All Out, mas que ainda há tempo para uma possível mudança de planos.


O que pensas sobre a situação depois destes detalhes? Pensas que Sammy Guevara não teve culpa?

6 Comentários

  1. Alex Kidd1 mês

    Um dos grandes problemas da AEW foi a contratação de lutadores já considerados problemáticos na indústria. Eddie Kingston e Thunder Rosa são um bom exemplo. Há uma razão e um motivo pelo qual a WWE evita contratar este tipo de lutadores.

    Este tipo de personalidade afeta constantemente os bastidores, a luta livre pode ser um desporto desgastante.

  2. Rulqi Rugas1 mês

    foi so o Veio Vince sair da WWE e virar noticia, a AEW começou a pipocar noticias de desentendimentos, brigas, etc… . A bomba vai explodirrrrrrr

  3. Facebook Profile photo

    Sammy só fez o papel de heel, aquele q quer provocar a irá do adversário, Kingston foi ingênuo neste quesito de tentar se promover e chamar o público para ficar ao seu lado como Babyface, mais aí o Kingston leva no pessoal, por isso acho o Kingston péssimo de luta e mentalidade, só é bom pra fazer promo, de resto é temperamental demais, reconheceu q errou, ótimo, agora é ver se vão remarcar esse combate ou não, por mim Kingston tinha q ser mandado embora da AEW além de outros lutadores para dar uma enxugada no seu main roster, AEW tá uma bagunça e tanta atualmente.