CM Punk regressou à WWE no final do Survivor Series de 25 de Novembro, depois de ter sido despedido da AEW no passado mês de Setembro.

O “Best In The World” envolveu-se num conflito nos bastidores do All In, a 27 de Agosto, que levou ao seu despedimento da empresa.

Em entrevista a Marc Raimondi da ESPN, o atual AEW World Champion Samoa Joe desvalorizou o que aconteceu nos bastidores do All In.

Houve um pequeno incidente. Acabámos com aquilo e fomos para o ringue lutar. Essencialmente, foi isto que aconteceu. Toda a gente quer que seja muito mais do que aquilo que aconteceu, mas foi o que foi.

Falar mais sobre isso seria inútil, a não ser que quisesses saber quem ganhou, mas acredita em mim, não foi esse tipo de combate.

Não foi nada de especial. Para mim não. Já vi outras lutas a acontecer. As coisas acontecem. Mas, mais uma vez, já estive nestas situações.

Acho piada quando as pessoas dizem: “Oh, o Joe não se importa com isso”. Quer dizer, não, mas foi uma situação de grande stress. Claro.

Mas é uma situação que já vi acontecer muitas vezes. Nós resolvemos isso. Tínhamos um espetáculo para fazer. Tínhamos 81 mil fãs à espera.

E era nisso que eu me concentrava, porque era isso que estava em causa naquele momento. Estávamos prestes a ir para o ringue e a ter a melhor noite das nossas vidas.

Oiçam, todos nós percebemos que havia algo a fazer. Havia uma missão à nossa frente e toda a gente se concentrou. E, se eu fiz parte disso, fixe. Mas a minha intenção era ir lá para fora e começar o espetáculo.


O que pensas destas declarações de Samoa Joe?

1 Comentário

  1. CoffinMeme1 mês

    o Joe tem toda a razão, o show ja estava anunciado, nao se ia fazer esperar 81 mil fãs por causa de uma briga estupida como a que foi, mas pronto ainda bem que aconteceu, ja que fez o Punk voltar a WWE.