Faz login e remove a publicidade
Frank casino

Para muitos, a melhor altura da história do Wrestling foi os anos 70 ou 80, para outros foi o final da década de 90, com a Attitude Era e as Monday Night Wars entre a WWF e WCW, já outros dirão que foi a Ruthless Agression Era que viu nascer estrelas como John Cena, Randy Orton ou Batista.

As opiniões dividem-se e Seth Rollins recorreu esta quinta-feira à sua conta de Twitter para afirmar que, para ele, estamos neste momento a viver a melhor altura da história do Wrestling ou pelo menos a altura em que assistimos a melhor qualidade de Wrestling dentro dos ringues.

Mesmo sem público, o “Monday Night Messiah” afirmou que não se lembra de outra altura em que tenhamos tido tanto e tão bom Wrestling, numa clara referência não só ao que acontece na programação da WWE, mas também ao que acontece fora dela, como na All Elite Wrestling, Impact Wrestling e New Japan Pro Wrestling.

O lutador também refere que não quer tirar valor ao passado, pois os lutadores de outrora inspiraram e abriram caminho para o que se faz hoje, mas que os lutadores de hoje estão a conseguir acompanhar e até a ultrapassar o que se fazia há umas décadas atrás, apelidando os dias de hoje como “época dourada”.


Concordas com esta afirmação de Seth Rollins sobre o Wrestling de hoje?

16 Comentários

  1. Dimas2 semanas

    100% certo, anos 80 e 90 com os mais carismaticos, anos 2000 pra frente com os mais tecnicos

  2. Acompanhar e ultrapassar os talentos do passado em termos atléticos? Sim, não haja duvida. Já viram os atletas que temos hoje em dia no pro-wrestling? É uma coisa incrível. Nesse aspeto, está melhor do que nunca. Em termos de talentos larger than life, carismáticos, com personalidae e mic skills de topo e que conseguem ser legítimos draws? Nem lá perto chega. Mas se calhar é porque a WWE não os deixa chegar a esse ponto, porque não querem que alguém se torne em algo que seja maior que a própria WWE, o que aconteceu com pessoas como Steve Austin, The Rock, John Cena, etc que se tornaram maior que a própria empresa. Hoje em dia, o Vince e companhia cortam as pernas a talentos que possam vir a ter potencial para chegar a esse patamar.

    Já imaginaram se o Rocky Maivia e o The Ringmaster fizessem o seu debut em 2020 e fossem rejeitados? Nunca na vida se iam tornar no The Rock e Stone Cold porque estamos a falar de tempos completamente diferentes na forma como a WWE apresenta as suas personagens. Ambos nunca teriam a liberdade no mic para ficarem over. O Stone Cold nunca teria feito a promo 3:16 que o meteu no mapa na altura. Quem sabe não há Rocky Maivias e Ringmasters no roster de hoje? Nunca vamos saber porque a WWE mudou totalmente a forma como opera. Não deixam os talentos ficarem over por eles mesmos. É tudo scriptado e controlado ao máximo.

    • Excelente análise Pedro Santos, concordo com tudo.

    • Sem criatividade para nome2 semanas

      Eu concordo a WWE tem medo de elevar seus lutadores nesse patamar, mas eles perdem muito mais do que ganham tomando essa atitude. Claro que nunca veremos um novo Stone Cold Steve Austin ou The Rock, mas poderíamos ter, por exemplo, um Roman Reigns que o público gosta.

    • Concordo a 100% contigo Pedro.

    • Filipe2 semanas

      Talento ha como D. Bryan na altura do Yes Movement que ultrapassou muito a WWE e que a todo o custo tentou cortar-lhe o impeto, pena as lesões… Queiramos ou nao tdos os que fales foram escolhidos pela wwe…
      Agora com as redes sociais e Internet é dificil, ja se sabe de onde vem qq lutador, o que fez ou n fez, o que faz fora, poucos mantem a personagem fora da wwe. Hulk Hogan dificilmente teria sucesso hoje com a falta de qualidade em ringue. Rock e Stone Cold teriam sucesso a começar a carreira nesta altura?!?
      Roman Reigns o escolhido pela wwe é o que se ve…

    • Dreamer2 semanas

      Nem mais, Pedro. Análise cirúrgica.

    • JP2 semanas

      Se estão insatisfeitos, comecem a ver outras empresas em vez de se lamentarem com a WWE e a sua falta de criar estrelas porque aquilo só piora à medida que os anos passam.
      Qualidade não falta por aí, passem a ver e focam a vossa atenção na AEW, no Impact, na NJPW ou noutra coisa qualquer que seja, só tenho é pena de algumas estarem paradas neste momento devido à pandemia.

    • Anónimo2 semanas

      Concordo.

    • Surf2 semanas

      Lembra-te que os tempos são outros e estamos na geração sensivel hoje em dia, daí aquela promo do 3:16 era o enterro em 2020

    • Facebook Profile photo

      Não brinquem com o Pedro. Ele é o Luís Freitas Lobo deste site! Melhor não há!

  3. A evolução física, diferente de outros esportes, não necessariamente implica em aumento de qualidade. Já vimos combates com vários golpes atléticos, mas sem sentido nenhum, e outros excelentes, onde não há um único golpe de alto risco. É só rever o combate do Edge e Randy Orton e ver os comentários do Undertaker sobre, para perceber isso.

    • Ryu2 semanas

      Concordo, acho que nos dias de hoje, ao contrário do que muita gente já disse, não há muitos melhores wrestlers técnicos do que no passado. Acho que as pessoas não entendem bem o conceito de ser técnico no wrestling e confundem com o estilo mais comum de hoje em dia que envolve algum high flying, com uns suicide dives, e uns spots de risco lá pelo meio, mas no fim, muitas vezes nada disso acaba por adicionar nada ao combate, para além de manobras aleatórias, nem o torna num combate técnico.

    • El Merenguero2 semanas

      Vocês dois foram perfeitos.

  4. Anónimo2 semanas

    Concordo com o Seth Rollins atualmente vivesse um bom momento no Pro Wrestling, mas claro os atletas do passado também eram bons não se pode dizer o contrário.

  5. Surf2 semanas

    Qualidade tecnica? Sim
    Star Power? Deixa muito a desejar hoje em dia, não consigo assistir um show sem distrair-me para ser sincero, o wrestling com que cresci infelizmente morreu em 2011