CM Punk regressou à WWE no final do Survivor Series de 25 de Novembro, depois de ter sido despedido da AEW, no início do passado mês de Setembro.

Durante o seu regresso, foi bastante visível a irritação de Seth Rollins, sendo os problemas entre os dois bastante conhecidos.

Em entrevista a Jimmy Traina no podcast SI Media, o “Visionary” afirmou que ficou irritado com o regresso do “Second City Saint”.

Só soube que ele regressou quando ouvi a música. Sim, fiquei irritado por não saber. Depois de refletir, é fácil compreender por que razão algo assim seria mantido em segredo. Compreendo porque é que muito poucas pessoas sabiam o que ia acontecer, mas no momento fiquei bastante emocional.

Depois de tudo o que passámos e de tudo o que a empresa passou com essa pessoa em particular, e depois da noite em si, do regresso do Randy, tudo isso, foi um momento muito emotivo para mim. Obviamente, se têm alguma rede social, viram a minha reação no momento. Foi uma reação muito real e emocional. Terei ido longe demais? Talvez. Foi o que foi. Não posso voltar atrás.

Toda a gente sabe o que sinto pelo CM Punk. Não posso ser mais transparente do que fui nos últimos anos. Nada mudou a esse respeito. Naquele momento, senti uma emoção muito real, normalmente, não me emociono muito com muita coisa, mas apanhou-me desprevenido e houve ali muita emoção. É provavelmente o máximo que posso dizer sobre isso sem ir demasiado longe.

Lamento essa parte, porque levo a sério a minha responsabilidade para com o nosso público mais jovem. Essa parte, de ter ido longe demais, gostava de ter agido com um pouco mais de compostura. Não posso retirar o que fiz. Posso pedir desculpa ao nosso público mais jovem e às suas famílias se ofendi alguém.

Já estou na WWE há mais de dez anos, por isso já nada me surpreende. Ouvi rumores sobre uma possível surpresa. As surpresas são ótimas na nossa indústria e, nesta era das redes sociais, em que tudo se sabe, é bom ter surpresas. Não foi uma surpresa muito agradável para mim, mas foi para muitas pessoas que são fãs dele por qualquer razão.

A minha reação foi do género: “Ah, meu, é agora. É com isto que temos de lidar agora. Este é o nosso futuro, como vamos lidar com isto.” Foi uma reação emocional combinada com a adrenalina do que vivemos dentro do WarGames.

A minha mulher estava lá e eu tinha algumas pessoas a encurralar-me, suponho. A minha mulher é muito boa a compreender o meu temperamento e a certificar-se de que estou calmo quando preciso de estar. Ela certificou-se de que não me metia em mais problemas.

Havia lá pessoas suficientes que sabiam que eu ia ficar perturbado no momento e que tomaram conta de mim, pelo que a situação não se tornou demasiado caótica. Eu não o vi nos bastidores, ainda esperei por ele, mas não o encontrei.


O que pensas destas declarações de Seth Rollins?

9 Comentários

  1. Ainda pensou que seja uma feud pra wrestlemania, então pra mim já está claro que cm punk vencer o royal rumble

  2. El Cuebro3 meses

    Tem muita realidade nesse angle, acho que muita gente lá não sabia desse retorno do Punk até acontecer e sabemos o que o Rollins pensa disso tudo, é ver como a WWE irá conduzir isso tudo, deve certamente virar uma rivalidade logo!

  3. Pedro3 meses

    Melhor vai ser, quando ele tirar o título ao Seth.
    Vão dar show quando se defrontarem e isso está á vista de todos

  4. Espero que a personagem do arquiteto volte se eles rivalizarem e que seja main event, e digo, de último combate da mania (segundo dia, final do evento). Era algo de bonito que a WWE faria depois da m***a toda que fez noutras wm’s.

  5. Discurso forte do Seth, não que concorde em algumas coisas, mas foi um discurso forte, disso não há dúvidas.

  6. Realmente o Seth não sabia acho que dali só ele não sabia do regresso do Punk por isso ficou tão desgovernado

  7. Amy3 meses

    Percebeu se

  8. Anónimo3 meses

    Promete ser uma boa rivalidade.