No AEW Dark desta terça-feira tivemos a participação de uma portuguesa e um brasileiro, com Shanna a fazer o seu regresso após longos meses de ausência por causa da pandemia, para um combate contra Tesha Price, e Cezar Bononi a fazer novamente parte de um Tag Team Match.

Dos dois, a primeira a entrar em ringue foi Shanna, que teve até direito à sua entrada promovida nas redes sociais da All Elite Wrestling. Este foi o primeiro combate da portuguesa na AEW desde o dia 26 de Fevereiro, tendo esta agora a esperança de retomar a sua carreira na promotora onde a deixou.

Shanna enfrentou então Tesha Price e entrou com tudo no combate, ficando até logo perto da vitória com uma Hurricanrana e um Crucifix Pin. No entanto, a adversária deu à volta ao combate depois de se desviar de um Dropkick no qual a portuguesa foi contra as cordas do ringue e ficou bastante queixosa.

O domínio de Tesha Price durou alguns minutos, aproveitando várias áreas do ringue para maltratar Shanna e prendê-la depois numa submissão tentando-a deixar ser ar. No entanto, a portuguesa resistiu e levantou-se, contra-atacando com vários strikes, um Stunner, o Dropkick nas cordas e um Tiger Suplex que lhe deu a vitória.

A lutadora portuguesa está assim de volta à All Elite Wrestling, mas resta saber se terá espaço no Dynamite no futuro.

O combate pode ser visto no vídeo no topo, aos 32:30, e em baixo encontram-se algumas fotografias do mesmo.

Quanto a Cezar Bononi, voltou a combater num Tag Team Match, ao lado de Ryzin e contra Griff Garrison & Brian Pillman Jr, mas nunca se mostrou muito convencido com o parceiro de equipa que tinha. Ryzin foi dominado na parte inicial do combate, mas só até o brasileiro levar Brian Pillman Jr para fora do ringue e o atacar cá fora.

Seguiu-se depois um domínio da equipa de Cezar Bononi & Ryzin, com o brasileiro a ter vários momentos para brilhar, com duros golpes e strikes em Brian Pillman Jr. Só que a entrada de Griff Garrison virou o combate do avesso, e os dois lutadores acabaram por afastar Cezar Bononi do ringue.

De seguida vimos um grande double team move de Neckbreaker e Spinebuster de Griff Garrison & Brian Pillman Jr em Ryzin, que lhes deu a vitória neste Tag Team Match. Apesar de nova derrota, o lutador brasileiro voltou a ficar protegido ao nem sequer estar em ringue no momento do pin.

O combate pode ser visto no vídeo no topo, aos 1:26:30, e em baixo encontram-se algumas fotografias do mesmo.


O que achaste desta participação portuguesa e brasileira no AEW Dark desta semana?

11 Comentários

  1. lucas5 meses

    derrota numero 14 mas o importante é não levar Pin, ta saturado e ficando patético já.

    • mani5 meses

      tem calma na wwe é bem pior

    • Dedo4 meses

      Concordo! Enquanto Taynara está arrasando no ringue tanto na WWE (brilhou muito com pouco tempo, de vitórias e até participou da Wrestlemania) quanto na AEW, pois ela tem uma expressão/emoção mais forte e golpes únicos dela.
      Cezar Bononi falta muito no seu personagem sem graça e falta golpes únicos também. O pior é que ele fica falando em português durante a luta e os espectadores e narradores não entendem.
      Enfim, nem só de físico viverá o homem.

  2. El Cuebro5 meses

    Primeiro bom saber da volta da Shanna e ainda voltou com vitória, isso dá muito ânimo para o futuro, espero muito ver ela brilhando mais! E só impressão minha ou o ring announcer falou que ela era francesa? Sobre o Bononi, uma pena mais uma derrota, por mais que ele tenha sido protegido por não ter tomado o pin, mas tantas derrotas assim não fazem bem, ele vem tendo ações contundentes, mas precisa de uma ação individual mais longa e claro vitórias, que ele possa ter sua chance na AEW, força para o wrestling de Brasil e Portugal!!

  3. Anónimo5 meses

    A Shanna tem contrato com a AEW e o Cezar Bononi não, resumidamente fica aí explicado os resultados.

  4. Boas prestações de ambos. Shanna esteve a um nível decente, sendo que ainda irá melhorar quando estiver dentro do ritmo “certo”.
    Sobre Cezar Bononi, ainda não sofreu qualquer pin e isso é de valorizar; porém, já faz falta uma vitória para dar um boost moral ao lutador brasileiro.

  5. Dani Fixe5 meses

    Parabéns Shanna,continua energética e bonita em ringue 🙂

  6. Priceless5 meses

    Pena que a Shanna é francesa agora, aparentemente. Nem sequer o nickname de Portugal´s Perfect Athlete ficou, se calhar naturalizou-se.

    • mani5 meses

      motivos familiares amigo (namorado), mas isso nao quer dizer nada a killer kelly qualquer dia ta a fazer o mesmo para o lado dos EUA pois o namorado é americano

    • Priceless5 meses

      Ter um companheiro de certo país, não significa que sejamos desse mesmo. É só um pouco triste, nada mais.