Em Maio deste ano, Gable Steveson foi um dos poucos lutadores que a WWE despediu.

O atleta assinou contrato com a empresa como um lutador muito promissor e com uma medalha de ouro olímpica a seu nome.

No entanto, após meses de treino, só lutou um combate na televisão, mas trabalhou em vários live events e dark matches.

Drew Gulak foi outro lutador que saiu da empresa, embora Triple H tenha afirmado que o seu contrato tinha apenas expirado.

Durante a conferência de imprensa do Heatwave deste domingo, Shawn Michaels foi questionado sobre as saídas de Drew Gulak e Gable Stevenson.

Pelo que sei, nada da parte de ninguém, para além do facto dos contratos estarem a terminar. Certamente, no lugar de Drew Gulak. Do ponto de vista da empresa, não havia nada no main roster em que o fossem utilizar.

No NXT, ao longo do último ano e meio ou dois anos, temos tentado entrar no processo de manter a fluidez. O objetivo é chegar ao main roster quando tudo estiver dito e feito. Daqui a dois ou três anos, se isso não acontecer, trazemos outras pessoas ou vemos se estamos prontos para seguir em frente.

No que diz respeito ao Gable, ele é um tipo incrivelmente talentoso. É espantoso algumas das coisas que ele consegue fazer. É um tipo que se mantém de pé. Desejo-lhe sorte (na NFL), e estou entusiasmado para ver como isso funciona.

No NXT, usamos as pessoas o melhor que podem, mas, olhando para o main roster, se sentir-mos que não há lugar para elas e que os seus contratos estão a terminar, do ponto de vista comercial, optamos por seguir em frente.


O que achaste das palavras de Shawn Michaels?

3 Comentários

  1. Conde de Monte Cristo2 semanas

    Se for assim, por que não demitem Trick Williams, Wes Lee e Tony D?

    E o que fazer de Dunne, Holland, Dragon Lee e Bate que estão de volta ao NXT roubando espaço dos que estão lá? Hipocrisia isso na minha opinião.🤣

    • CoffinMeme2 semanas

      impressionante como não se aproveita palavra alguma do que sai da tua boca ai ai

  2. El Cuebro2 semanas

    Sobre o Gable, não o vejo como um grande nome na NFL, digo pelo futebol americano não ter sido prioridade para ele nos tempos de universitário, acho que ele deveria continuar no olympic wrestling onde ele vinha fazendo muita coisa, aliás até poderia ser bicampeão agora em Paris.