Faz login e reduz a publicidade

SmarkDown! – Becky Lynch: Quem tem razão? Os fãs ou a WWE?

Hoje, no SmarkDown!, falamos sobre a recente controvérsia à volta do booking da Irish Lass Kicker, Becky Lynch.

Apesar de ser uma das lutadoras mais adoradas pelo público da WWE, a empresa decidiu fazer o heel turn à Becky, algo que deixou muitos fãs descontentes. Mas será que a WWE tinha alguma razão para fazer isto? E o que é que os fãs podem fazer para mostrar o seu desagrado de uma maneira que a WWE entenda?

Apoia o SmarkDown!

Youtube / FacebookTwitter / TwitchDiscord / SmarkDown.net

4 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    O que aconteceu entre a Bayley e a Sasha Banks, está longe de ser semelhante à feud entre a Becky Lynch e a Charlote. Esta feud é uma feud normal e comum, que já vimos tanto, onde uma amiga ataca a outra e temos um feud a sério. O que aconteceu entre a Bayley e a Sasha Banks, foi uma perda de tempo, não foi nada, foi uma imitação má e barata dos Team Hell No. Quanto à Becky heel, é a WWE a cair no erro comum de fazer heel turns sem qualquer sentido. Isto acaba por ser a repetição do que a WWE fez com o Kevin Owens, uma história em que o vilão tem toda a razão e deveria ser o héroi e onde o herói é um vilão. Só que nessa altura, a WWE beneficou da popularidade do Shane McMahon, entre os que acham piada ele arriscar a vida por nada e da popularidade do Daniel Bryan, cujo regressou eclipsou a promo pateta de ambos, para justificar porque eram os heróis, numa espécie de “desculpa lá, relamente fui parvo”. O que a WWE esqueceu é que a Charlote Flair, apesar de ser a melhor wrestler feminina da WWE, não tem a popularida que tem a Becky lynch, que já existia um sentimento de a Charlote ser beneficiada por ser uma Flair (o que eu discordo), que já teve aquela feud pateta com a Sasha Banks (de popularidade injustificada), em que o titulo fez de batata quente, contra uma wrestler popular mas que não conseguia reter o titulo por mais de 24 horas. Além disso os fãs já não querem saver de quem é o heróis ou o vilão, apenas querem saber se gostam deles ou não. Agora é continuar, acho a Charlote a melhor mas realmente já cansa, daqui a nada é campeã por 30 vezes e não se justificava neste caso.

  2. Júnior 007 há 4 meses

    Na minha opinião a WWE tá ciente do que fez a beckey Lynch se tornou mais popular ainda por que ela lutou todas as semanas em quanto a Charlotte caiu de paraquedas no combate sem nenhum tipo de construção , os fãs estão enxergando isso agora o que tem que acontecer e o que eu digo já a um tempo depois dessa rivalidade entre elas Charlotte desaparecer da tv por um tempo.

  3. Dante_Edy há 4 meses

    A Charlotte até pode ser a melhor Wrestler feminina, mas não me justifica ter tantos títulos em tão pouco tempo. Em 2016, cheguei a conclusão que a WWE quer duas Wrestlers para serem a cara da divisão feminina, e por isso as duas (Charlotte e Alexa) têm de estar nas feuds mais importantes e são recorrentes em cada ano e torna-se impossível não terem um título anual por ano (se bem que Ronda vem estragar a festa delas neste sentido).

    A Alexa ganha wrestlers face para e gera hate e depois perde para a próxima face de modo a eleva-la (isto em termos de title matchs). Ganhar Charlotte em combate, só o facto de ser uma atleta fantástica, já é uma elevação muito boa e não é a toa que a Carmella tinha de tirar o título a Charlotte e não a Asuka. Charlotte neste momento já perdeu o título para duas das três amigas – Sasha (3 vezes) e Bayley (uma) – ambas Wrestlers que tinham potencial para serem a cara da companhia. Agora vai lutar novamente com Becky e provavelmente vai perder o título para a sua amiga.

    Mas parece-me que Charlotte vai continuar a ganhar títulos por ano (num máximo de 3 por ano) por forma a chegar ao n.º de títulos do paí, pois falta um rosto feminino que faça este recorde.

    Becky assim ter sorte por estar a ter outra feud (e desta vez tem de ser heel para não ser a mesma coisa de antes) e pode ganhar o título da sua amiga, que depois pode ganhar o título de volta ainda este ano por forma a ser 8 vezes campeã feminina.

Comentar