Chegou ao fim o prazo que as Superstars da WWE tinham para abandonar as plataformas como a Twitch ou assinar um novo contrato com a WWE em que cedessem muitos dos direitos que tinham sobre os seus canais.

Assim, muitas foram as Superstars que esta quinta-feira anunciaram o fim dos seus canais de Twitch ou o simples abandono por tempo indeterminado dos mesmos, uma vez que não poderão continuar a fazer live streams com regularidade enquanto estiverem sob contrato com a empresa de Vince McMahon.

Uma dessas Superstars foi AJ Styles, que através do seu canal de Discord anunciou o “fim” do seu canal Stylesclash da Twitch e da Mixer, dizendo o seguinte:

Quero agradecer a todos pelas ótimas lembranças do Mixer e do Twitch. Vou guardar com carinho essas memórias e amo cada um de vocês que tornou isto possível e que me apoiou. Como muitos de vocês sabem, a WWE está a fazer algumas mudanças que envolvem o streaming. Veremos o que o futuro reserva a esse respeito.

Com isso dito, irei suspender o stream do Stylesclash. Isso não é um adeus, voltarei a ver-vos algum momento no futuro. Vamos deixar o Discord aberto, mas como ele não será monitorado, faremos alterações. Chris ou eu contaremos como será isso, assim que descobrirmos. Se me vires nas arenas ou em qualquer lugar, não deixes de me dizer que fazes parte da família fenomenal.

Novamente, este não é o fim, é apenas uma pausa. Obrigado novamente por teu apoio.

Quem também anunciou o fim das suas live streams foi Mia Yim, que cancelou a sua última transmissão e agradeceu aos fãs por todos estes meses de apoio. Por fim, a lutadora da WWE referiu que isto não é um “adeus”, mas apenas um “até logo”.

Outras Superstars como Cesaro, Zelina Vega e Aleister Black também já comentaram o assunto e é expectável que abandonem também os seus canais ou então que tenham assinado um contrato com a WWE no qual a empresa passa a poder controlar o conteúdo que lá é transmitido.

Esta medida da WWE tem sido altamente criticada por várias personalidades ligadas ao Wrestling e também do espectro político, alegando que os lutadores da WWE são vistos como “trabalhadores independentes” e que não deveriam ser obrigados a abdicar de outras formas de rendimento.

Do lado da WWE, a empresa alega que a utilização dos nomes das personagens e o aproveitamento da popularidade ganha na programação da empresa para venda direta de patrocínios é algo que prejudica não só a empresa como também entra em conflito com os patrocinadores da mesma.


O que achas de toda esta situação? Acreditavas que a WWE voltaria atrás nesta medida?

9 Comentários

  1. Nem deve ser tanto pela questão do dinheiro que os lutadores fazem nas streams, mas sim algo que eles dizem enquanto usam a marca WWE para ter mais visibilidade e por vezes podem dizer alguma coisa que prejudique a empresa. E se calhar até já aconteceu algo relacionado e por isso é que tomaram a medida que tomaram, por isso não acho que voltem atrás.

  2. Edge2 anos

    Eles estão certos melhor abandonar doque da $$$ pro Vince por mérito deles
    Não me surpreenderia se o Aj não renovar com a WWE porque ta deixando de fazer algo que gosta muito assim como a Mia

  3. Lucas2 anos

    Eu acho que não Edge. O Aj tem contrato com a wwe até 2024 e ele falou que apos esse contrato ele irá encerrar a carreira

  4. Acho que a WWE deveria voltar atrás na decisão..

  5. Anónimo2 anos

    Penso que a WWE não volta atrás. A menos que futuramente cheguem a um acordo que agrade a ambas as partes, caso contrário não vejo a WWE a mudar de ideias.