Durante este mês de Maio, a NJPW sofreu com um grande surto de COVID-19 e apesar de ao início não se ter sabido quem foi ou não infectado, é agora explicado por Dave Meltzer que toda esta situação gerou um grande mau estar nos lutadores não japoneses da empresa.

Na mais recente edição da Wrestling Observer Newsletter, foi apontado que os lutadores não japoneses foram obrigados a ficar no Japão a fazer quarentena e isso não lhes permitiu viajar para as suas casas, algo que os deixou descontentes.

Apesar de não haver muitos detalhes sobre tudo isto da parte dos lutadores, o lendário Fit Finlay, pai de Dave Finlay, que é um dos lutadores da NJPW que está em quarentena, numa entrevista explicou que vários lutadores foram testados no aeroporto quando se preparavam para viajar e testaram positivo à COVID-19 e que iam ser colocados num hotel que o governo japonês tem disponível para este tipo de situações, mas que a NJPW quis que o seu filho e Jay White fossem para Dojo da empresa, algo que pelos vistos não agradou aos lutadores.

Também tem sido especulado que alguns destes lutadores estão tão descontentes com a forma como a NJPW lidou com a situação que estão a começar a pensar em seguir outras opções na carreira, em vez de continuarem a lutar na empresa japonesa.


Qual a tua opinião sobre esta situação envolvendo a NJPW?

5 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    surpreendente que a WWE foi a que menos sofreu com isso, agora no caso né, aprendeu muito com os surtos que teve, tomara q essa onda da njpw passe

  2. El Cuebro3 semanas

    Eu ouvi falar que as coisas sobre a pandemia estavam meio complicadas no Japão, mas tudo isso dito no artigo é um fator pesado demais, espero que a NJPW possa lidar melhor com isso porque muitos nomes importantes e claro todos os funcionários da empresa podem acabar saindo e não é o que eles querem, todos devem ficar seguros!

  3. Anónimo3 semanas

    É normal haver esse tipo de frustrações. A NJPW tem de apreender com isso, e fazer o melhor possível daqui para a frente.

  4. Acredito que haja algum mau estar,agora duvido que haja malta que queira sair por causa disso

  5. É compreensível que haja um mal estar!