Frank casino

Mais uma semana, mais um episódio do Being The Elite lançado, mais uma referência feita aos The Revival. Há meses que a equipa de Dash Wilder & Scott Dawson vem sendo apontada à All Elite Wrestling e parece que a sua estreia na promotora poderá acontecer a qualquer momento.

Depois de na semana passada as letras FTR terem aparecido escritas como nuvens no céu, esta semana foi a vez de Cody beber café de um copo onde lá estava a sigla da ex-equipa da WWE. Isto porque os The Revival são agora conhecidos por Fear The Revolt, e formados por Cash Wheeler e Dax Hardwood.

Para além disso, FTR também significa F*ck The Revival, algo que os Young Bucks proferiram em 2017.

Ninguém sabe ao certo quando é que os The Revival irão estrear-se na All Elite Wrestling, mas com estes teasers pode ser uma questão de dias ou poucas semanas. O AEW Dynamite desta quarta-feira será ao vivo e teremos o Double or Nothing a 23 de Maio, sendo estas as datas mais prováveis.


Achas que vamos assistir à estreia dos The Revival na AEW ainda antes do Double or Nothing?

7 Comentários

  1. Anonimo5 meses

    FTR means Fuck The Revival

  2. Creio que The Revolt irão estrear-se na AEW em pleno Double or Nothing, como Jon Moxley no ano passado.
    Acredito numa feud de Cash Wheeler & Dax Harwood com os Young Bucks rumo ao All Out, em agosto próximo (se tudo correr bem).

  3. Alexandre5 meses

    A nossa querida AEW já tem a melhor divisão de duplas do mundo, e ainda vai ficar melhor ainda. Realmente a All Elite se tornou a melhor companhia muito rapidamente, só falta ser a melhor na divisão feminina, embora seja difícil superar as meninas da Stardom, que tem o melhor wrestling feminino do mundo.

    • WWE Sucks5 meses

      Ora agora disseste tudo.

      Sou assiduo com a Stardom e o top tier delas é realmente fantástico. Uma pena que a Kagetsu se tenha retirado.

      O pessoal fala que a E tem a melhor divisão feminina no mundo… Eu costumo responder que só se for na ‘murica, porque no mundo esse lugar é da Stardom.

      Como tudo o resto, aliás, já a nível masculino a NJPW tem intervenientes (desde o topo até ao midcard) que dão um baile de qualidade a qualquer outra empresa no mundo.
      Como são empresas que não se vendem tão bem (e a bem dizer, nem precisam assim tanto), excepção da NJPW que começou há pouco tempo uma expansão para os USA e um show na Europa no ano passado, as pessoas acabam por nem conhecer a qualidade do que é feito no Japão (e a meu ver, perdem o melhor wrestling que pode ser visto).

  4. El Cuebro5 meses

    Lembrem-se do que aconteceu com o Matt Hardy, acho que os Revival/Revolt já são parte da AEW!