Como sabemos, desde que a pandemia começou e em especial em 2021 que a WWE despediu bastantes lutadores, algo que as outras promotoras, em especial a AEW, têm aproveitado para melhorar os seus rosters.

Em entrevista a Dan Le Batard, Tony Khan comentou os despedimentos em massa que a WWE tem feito.

Bem, eles tinham um roster realmente grande e escolheram tentar maximizar as suas margens de lucro, despedindo lutadores para reduzir o montante do custo que têm. Portanto, tinham muitas pessoas realmente boas e estão a fazer escolhas sobre as razões pelas quais as pessoas têm (ou não) valor para elas.

Por isso, não posso dizer que número estão a tentar atingir, mas estão definitivamente a tentar atingir um número ali. Penso que se trata de rentabilidade e eles estão a fazer escolhas que tenho a certeza de que não querem necessariamente fazer, mas estão a despedir boas pessoas neste processo.

Acho que posso dar-lhes algum crédito, porque não conseguem manter todos os lutadores “debaixo do seu polegar”, simplesmente não o conseguiam fazer. Tentaram contratar tantas pessoas e tinham lançado uma rede tão larga durante tanto tempo, que inevitavelmente, alguém com dinheiro e ligações ia começar a sua empresa de Wrestling.

Na entrevista, Tony Khan também falou da criação da AEW e como os seus programas já estavam na “sua cabeça” há vários anos.

A desconexão (para qualquer outro potencial início de actividade), seria provavelmente a de que teriam de a passar a outra pessoa para gerir o negócio. Uma das coisas reais que eu tinha quando lançámos esta empresa era todo o conhecimento institucional que eu tinha acumulado ao longo dos anos. O Dynamite é um programa que escrevo no papel há mais de 25 anos e o Rampage, o seu programa irmão, é um programa que concebi há mais de 10 anos.

Sempre quis fazer isto toda a minha vida e só precisava mesmo de alguém que acreditasse em mim, e foi aí que entrou a TNT/WarnerMedia. Não creio que fosse realmente possível deter-me neste caso, porque, sabes, eu teria encontrado um parceiro dos media, teria encontrado lutadores que quisessem trabalhar comigo, e teria sido capaz de lançar uma empresa.


Qual a tua opinião sobre estas declarações de Tony Khan?

17 Comentários

  1. Ele está a fazer muito bem, a dar uma nova vida aos que foram despedidos, ao menos podem ser mais felizes na minha opinião!

  2. Off Topic!
    O que é feito do Zé Pedro?
    Nunca mais o vi por aqui, alguém sabe dele?

    • É verdade, últimamente não tenho comentado muito, mas continuo a usar o site e a visitar as caixas de comentários. Talvez volte a comentar mais frequentemente por aqui novamente. Bem haja. (Agora de foto nova 😂)

    • Bem haja para ti Zé, é sempre um prazer comentar isso por aqui contigo!
      És um dos pilares do site junto com o GOAT, Flavio, Luís, El Cuebro, Jorge entre outros!

      Essa foto está qualquer coisa ahah! 😂😂

  3. El Cuebro3 semanas

    Eu não tinha ideia do quanto o Tony gostava do wrestling e como já tinha a ideia dos shows da AEW há tanto tempo, isso é ótimo de se saber, mostra o quanto ele está empolgado com a empresa e mais ainda, como ele ama a modalidade, bom saber dessa paixão e claro sobre os nomes despedidos da WWE, estou torcendo muito para que eles todos cheguem não somente na AEW, mas também em toda a parceria que a empresa está liderando, com o Impact, NJPW, NWA, AAA, algumas indys e quem sabe no futuro contando com mais empresas consagradas como a ROH, PWG, mais japonesas, etc!!

    • El Cuebro3 semanas

      Esqueci de falar da GCW ali também!

    • Nunca pensei que em 2021 ainda não existisse uma parceria com a ROH, muita gente se esquece mas eles ajudaram muito no All In, e grandes nomes que a AEW trouxe quando criou o projeto vieram exatamente de lá

    • El Cuebro3 semanas

      Foi o que pensei também Carlos, na minha opinião a ROH tornou a NJPW conhecida nos EUA e até para nós do “ocidente” num todo, tanto que nomes como Kushida, Nakamura, Raiders, etc estão hoje na WWE, a Elite na AEW, etc porque a ROH deu a abertura para eles na América do Norte, a ROH tem muita gente de qualidade hoje em dia e eles mereciam demais uma parte na grande parceria liderada pela AEW!!

  4. Não vou mentir, há anos que faço o mesmo, quando era puto tinha um caderno onde escrevia os shows de uma empresa inventada por mim, e desde 2014 que sou “agarrado” à série de jogos do TEW, ainda comecei durante uns tempos no EWR. Não há melhor simuladores de wrestling para quem quiser fazer algo do gênero.

    Quem me dera ter o dinheiro do Tony para tirar essas ideias do papel e criar uma empresa 🙂

    Com a quantidade de títulos mundiais que dei ao Davey Richards e ao Nigel McGuinness, ninguém ia saber quem era o Ric Flair, hehehe

    • TakerVanderVaart233 semanas

      Confesso que já fiz semelhante com os jogos da WWE.
      Criava histórias e vários combates, anotava em bloco de notas ou ficheiros Word e depois passava aquilo para o jogo e mesmo no modo Universe, tentava recriar aquelas histórias ao pormenor. O meu próprio booking.
      Também já cheguei a experimentar o TEW

  5. Por ser um grande fã de wrestling a que sabe tão bem o que os fãs querem, este senhor deu uma nova vida ao wrestling e fico-lhe agradecido por manter vivo o meu amor por este desporto

  6. X wrestler3 semanas

    Só falta o Daniel Bryan na AEW pra fecharem a WWE de vez

  7. Filipepc3 semanas

    Gosto muito da postura deste rapaz. Cresci a ver WWE, mas não me revejo neles. Se a AEW tiver estabilidade e não cometer alguns erros, pode vir a superar a WWE. Já reparei que existe aqui uma pessoa que vive DA WWE, LOL.