Alguns dos lutadores que foram despedidos pela WWE no último ano, além de terem tido bom destaque nas suas passagens pelo NXT, eram considerados “Triple H guys”, pois eram da confiança do responsável pela brand.

Os despedimentos de Keith Lee, Karrion Kross e tantos outros fez com que começasse a existir alguma especulação sobre se um dia iremos ver Triple H a trabalhar noutra empresa de Wrestling que não a WWE.

De acordo com Wade Keller do PWTorch, o “The Game” nunca irá trabalhar noutra empresa de Wrestling, explicando que falou com uma pessoa dentro da WWE e esta lhe disse que Triple H nunca poderá pegar no seu dinheiro e ir para outra empresa ou arrancar com a sua própria promotora.

O jornalista apontou que isso iria prejudicar bastante o ambiente familiar, algo que Triple H nunca faria. Assim e quer goste ou não, o “The Game” irá continuar a trabalhar na WWE ou simplesmente não trabalhará no Wrestling.


Acreditas que alguma vez veremos Triple H trabalhar noutra empresa que não a WWE?

18 Comentários

  1. Saudades do NXT que o Triple H construiu. Espero que ele venha a suceder ao Vince e que possa impôr na WWE a sua visão, acredito que quando isso acontecer o mundo do wrestling venha a ser um lugar muito melhor

    • Cebola9 meses

      comentário perfeito

    • Facebook Profile photo

      Sei que é uma opinião pouco popular, mas não sei mesmo se a visão do Triple H ia funcionar no Main Roster.

      O que tornava o NXT do Triple H algo tão bom e fresco era o facto do roster estar sempre a rodar, de três em três meses era apresentado sempre algo diferente.

      As novas estrelas chegavam, afirmavam-se, tinham uma Run que variava sempre de lutador a lutador(algumas duravam poucos meses, outras meio ano, outras um ou mesmo dois anos), e depois quando chegava a altura de subirem ao Main Roster abriam o seu espaço a novas contrações, que melhores ou piores, apresentavam sempre algo diferente, mantendo o produto sempre fresco.

      No main roster esta filosofia não ia resultar tão bem, porque a partir dali, estes lutadores já estavam no topo na escada.

      Claro, a mecânica RAW/SmackDown podia sempre ajudar, mas nunca seria a mesma coisa.

      Penso que dois bons exemplos que posso dar são do Gargano e do Ciampa. Eram duas das maiores estrelas do Wrestling em 2018, mas como não saíram acabaram por estagnar.

      O main roster e o centro de desenvolvimento requerem visões completamente diferentes. Claro, a do HHH resultou na perfeição no NXT. E não digo que ele não tenha capacidade para oferecer um produto excelente no main roster, estamos a falar de uma lenda que está no negócio há 30 anos, mas com esta visão dificilmente ia ter sucesso. E penso que isso foi notório na altura que o NXT deixou de ter capacidade para contratar em massa, como fazia desde 2014 (por várias razões, o circuito independente estava praticamente morto, o covid só piorou, e a AEW apareceu para disputar grande parte dos talentos disponíveis) . Tendo que trabalhar com o que tinha, e ainda a perder alguns talentos como o Riddle, a Ripley ou o Keith Lee para o main roster, esta visão deixou de funcionar tão bem.

    • Percebo o ponto de vista, óbvio que no roster principal ia ser tudo muito mais complicado. Não acho que o Gargano e o Ciampa tenham estagnado, o Ciampa é o campeão, passaram por mudanças na personagem, e apenas o foco vá agora para os mais jovens, é normal. Mas olha o que o Triple H fez com o Kross e olha o que aconteceu depois, e pensar que queriam que o Adam Cole fosse manager, cortasse o cabelo e mudasse de nome.
      Mas pior que o que está não ficava de certeza, as subidas do NXT são uma piada, parecem que fazem de propósito para fracassarem, é que já nem tentam.
      Ao longo dos anos o NXT tornou-se de um programa estúpidos de jogos á principal alternativa á própria WWE (até chegar a AEW), simplesmente porque apresentava grande wrestling e usava grandes wrestlers.
      O Triple H fez do NXT o melhor programa de wrestling, teve nomes conhecidos, mas ajudou a crescer muitos outros, criou stables espetaculares, iniciou a revolução das mulheres, deu destaque ao “tag team wrestling”, o que no main roster é uma piada. Mesmo os wrestlers que passam por lá não têm uma palavra má a dizer, muitos voltaram outros ainda querem voltar.
      As histórias também eram muito melhores que as do roster principal, lembro-me por exemplo do Owens vs Zayn ou Ciampa vs Gargano que foram fantásticas.
      Competir de frente com a AEW por um lado foi bom pois atrasou o crescimento da AEW, mas por outro colocou uma pressão para o NXT de estar sempre á procura de ratings, o que acaba por atrapalhar pois é preciso colocar em tv os mais famosos, e os outros acabam por ter menos oportunidade de desenvolver.

    • Facebook Profile photo

      Claro, concordo com tudo isso.

      Só discordo no que toca ao Gargano e ao Ciampa. Mesmo que este último seja o campeão, na minha opinião, não acho que tenham o momentum de há 3/4 anos. E mesmo antes desta revolução do NXT já o achava.

      O trabalho dele foi excelente. As contrações foram cirúrgicas, encaixaram na revolução. As histórias eram interessantes, diria que o NXT “abriu o livro” com o booking do Sami Zayn. Não ponho de todo em causa o trabalho dele, pelo contrário.

      Também é de destacar esses exemplos que deste da divisão feminina e de equipas. Foi tudo muito bem feito.

      Só não sei até que ponto é que este método funcionaria bem num sítio onde não estás constantemente a mudar o roster. Em termos de história, desenvolvimento de talentos e cards sólidos, nisso ele já nos deu provas do que é capaz. Falo sim, numa gestão do roster, em como seria capaz de gerir um roster ‘fixo’ sem deixar que grande parte deles estagnasse

    • Verdade, o Triple H precisa de assumir a WWE um dia!

    • Facebook Profile photo

      Concordo com o Carlos, o Triple H criou um produto para um audiência mais “hardcore”, e já vimos que nao passa dos 700mil/1milhao. Caso fosse esta a filosofia que implementasse no main roster nao sei ate que ponto se iria aguentar. Já disse isto muitas vezes, mas o Shane seria a melhor opção na minha opinião, toda a gente fala bem dele e em termos de booking e so ver o Royal Rumble 2020 que deve ter sido um dos senao o melhor rumble de sempre.

    • O NXT não é o Raw e o Smackdown, ter o programa de desenvolvimento a ter 700 mil/1 milhão é incrível, vamos ver agora o NXT 2.0 a ver como faz sem concorrência da AEW.
      O Shane é um pouco uma incógnita, além disso fala-se que não está muito interessado. Não é por o RR 2020 ter sido bom que o booking é bom, A WWE parece que faz de propóstito para boicotar o NXT, nem manter o que está bem fazem, basta olhar para Bearcat Lee e todos os outros. mas já agora que teve o RR de booking genial?

    • Facebook Profile photo

      1 parte com o lesnar a dominar ate ser eliminado pelo drew com aquele pop incrível, regresso do edge, rated rko, o final foi excelente, e a vitoria do drew. Eu achei fantastico.

    • Facebook Profile photo

      Concordo, foi dos Royal Rumbles com melhor história que vi.

      Também gostei muito do de 99 se bem que o foco estava todo no Austin e no McMahon, como acompanhei os RAWS até lá a história fez sentido.

      Não sabia que o de 2020 tinha dedo do Shane, fez um belo trabalho. Sem dúvida que esse Rumble ajudou a criar uma estrela no Drew e a fazer aquele que é para mim o melhor regresso de sempre.

  2. El Cuebro9 meses

    Sinceramente não vejo o Hunter saindo da WWE, até porque para mim ele deverá ser o grande comandante da empresa no futuro e por favor que leve ela de volta aos trilhos, tal qual já fazia muito bem no NXT, o Vince já não dá mais, bem como outros irresponsáveis que ele comanda como Nick Khan, John Laurinaitis, Bruce Prichard, entre outros!

  3. Rui Ribeiro9 meses

    Nao estou a ver a sair o the game alem de trabalhar la dentro tem la mulher

  4. Anónimo9 meses

    Não vejo o Triple H a trabalho em outra empresa de Wrestling que não seja a WWE.

  5. JOAOPEDROOOOOOO9 meses

    Claro que vai ficar. Isto nem é uma não-notícia, é um não-assunto. HHH teve uma história de sucesso, é casado com uma das sucessoras, tem milhões de dólares investidos na empresa, quer dizer…

    Quanto ao produto que ele apresentava no NXT, enquanto o politicamente correcto continuar a existir e a mentalidade da geração Disney, Nutella, como lhe queiram chamar, não vai longe. Podemos ter alguns spots mas nunca será um wrestling tão bom como quandk HHH estava no seu auge.

  6. Tiago luta9 meses

    Eu triple eu quero dizer ele atacou Bobby Lashley um filho deles bill Goldberg eu sei wwe Bobby disse ele atacou filho estava frente dele mas ele não pára tens de lutar contra Bobby ele roubo título wwe championship triple enfrentar Bobby Lashley ele todo poderoso respondeu quer lutar contigo agora mesmo wwe não pode dar título ninguém shane mcmahon mas por favor escute Bobby ele atacou filho adversário chamado filho dele de Bill Goldberg está ferioso conforto isso vai acontecer agora mesmo wwe championship vai enfrentar Goldberg Bobby Lashley títulos wwe

  7. Vibora9 meses

    Bem se ver que tipinho de esposa ele tem, sacrificar um talento do 3H pelo bem da empresa do papaizinho. Gado

  8. Nuno Santos WWE8 meses

    Espero que ele venha a suceder ao Vince e que possa impor na WWE com a sua visão acredito que quando isso acontecer no mundo do wrestling e que venha a ser um lugar muito melhor.