Frank casino

A documentário “Undertaker: The Last Ride”, que está a ser transmitido na WWE Network (subscrever aqui), está a acompanhar Mark Calaway (Undertaker) durante estes últimos anos da sua carreira, isto depois de quase 30 anos sem quebrar o kayfabe da sua personagem.

Agora, em entrevista ao programa Busted Open Radio, Undertaker falou de como foi gravar o documentário e de como às vezes se esquecia de que tinha concordado em fazer um documentário sobre si.

Quando tudo isto começou, as câmaras seguiam-me para todo o lado e eu às vezes perguntava-lhes porque é que me andavam a seguir e a filmar-me, mas depois lembrava-me que eu tinha concordado em fazer o documentário e eles estavam a acompanhar-me.

Foi bastante esquisito ao início, tanto ter as câmaras a seguirem-me para todo o lado, tal como foi esquisito como o processo de fazermos o documentário aconteceu, porque isto não era para ser um documentário de vários anos, era para ser algo muito mais simples, porque eu ia ter o meu combate contra Roman Reigns e ia acabar a minha carreira.

Eu queria apenas algumas imagens, porque durante tantos anos protegi a minha personagem e óbvio que os rapazes que partilharam o balneário comigo tiveram a chance de me conhecer e ver partes de quem eu sou realmente, mas o público não e eu queria dar-lhes essa hipótese.

Eu sabia que aquele combate contra Roman Reigns seria a última hipótese que eles teriam de ver um pouco de como eu sou na realidade.


Estás a gostar de ver o “Undertaker: The Last Ride”? Na tua opinião, qual esperas que seja o desfecho deste documentário sobre os últimos anos da carreira de Undertaker?

7 Comentários

  1. Fernando Sousa4 meses

    Um documentário de quilate. 30 anos acompanha-lo sem nunca desiludir e a superstar mais fiel ao negócio. A melhor gimmick alguma vez conseguida e é desfrutar até ao fim. Taker é a WWE.

  2. O documentário está a ser qualquer coisa de magnifico

  3. El Cuebro4 meses

    Como faço para ver esse documentário?

  4. Anónimo4 meses

    O documentário tem sido bastante interessante!

  5. É interessante ver mais o lado Mark Calaway