Frank casino

Durante décadas foram raras as vezes em que se viu Undertaker fora da personagem, pois o lutador sempre tentou preservar ao máximo a mística de “Deadman”. No entanto, isso tem vindo a mudar no último par de anos, através das redes sociais e também recentemente pelo documentário da WWE Network.

Para promover o 4º episódio do documentário “Undertaker: The Last Ride”, que já está disponível na WWE Network (subscrever aqui) e tem como foco os combates do “Phenom” em 2019, o lutador esteve à conversa com Gary Vaynerchuk, um famoso empreendedor norte-americano.

Mark Calaway falou de vários temas ao longo de uma conversa de quase 20 minutos, revelando como foi a sua entrada para o Wrestling, como começou a treinar, alguns grandes momentos da sua carreira, os seus maiores adversários, como é liderar um grupo e também como tem sido quebrar o kayfabe.

A lenda da WWE afirma ao longo da entrevista que deixou passar muitas oportunidades na sua carreira, porque estas não se encaixavam na personagem que Undertaker tinha na WWE, como participações em filmes, aparições fora da empresa de Wrestling, entre outras, mas que agora está a tentar recuperar um pouco isso.

São 20 minutos de conversa que os fãs de Undertaker ou do empreendedor Gary Vaynerchuk têm de ver.


Tiveste a oportunidade de ver este vídeo de Undertaker com Gary Vaynerchuk? E tens acompanhado o documentário “Undertaker: The Last Ride”?

7 Comentários

  1. O Undertaker é o derradeiro exemplo de dedicaçao à industria do wrestling.
    A cada entrevista que da e a cada episodio do “Last Ride”(documentario espetacular) ve-se isso e pessoalmente a minha admiraçao por ele é cada vez maior…uma lenda viva do business e nunca mais vai haver alguem igual

  2. Em 2008 pensei que aquilo era verdadeiramente ele kkk até pq ñ sabia nada sobre wwe, ele sempre preservou a kayfabe, e agora nessa serie estamos sabendo um pouco da historia desse grande wrestler, q com absoluta certeza entrou para a historia. 👏👏👏👏

  3. L26MC3 meses

    O Taker é um Deus, nunca vai haver alguém que tenha melhor personagem que ele, mesmo que queiram é uma coisa impossível. Estamos numa era digital em que tudo é partilhado e o lutador tinha que se resguardar durante anos.
    Sempre vou ficar com a derrota da Wrestlemania engasgada na garganta, porque queria que a streak ficasse para sempre marcada na Wrestlemania e em todas as gerações de fãs.
    Ainda não vi o documentário porque não percebo inglês, assim como também não sou assinante da WWE Network por causa disso.

  4. A dedicação dele para com o kayfabe foi sempre incrível. Ele próprio revela que teve de ser tornar também no Undertaker fora dos ringues para a personagem nunca perder a credibilidade. Mudou todo o seu guarda-roupa e começou apenas a vestir-se de preto em ocasiões públicas. Um dos maiores de sempre com a melhor gimmick de sempre – não tinha como não funcionar. Nunca quebrou kayfabe durante 30 anos. One of a kind.

  5. El Cuebro3 meses

    Esse cara é simplesmente uma lenda, eu o vi a primeira vez em 2005 e já gostei do personagem de primeira, também me fez gostar da WWE, ele é o motivo pelo qual vejo seus shows há 15 e no caso os verei para sempre, ele merece o posto que tem como um dos pilares não só da marca, mas também do pro-wrestling mundial!

  6. Anónimo3 meses

    O documentário tem sido bastante interessante.