Durante o NXT desta quarta-feira tivemos um entrevista de backstage com Adam Cole e Roderick Strong a falarem sobre Kyle O’Reilly e de como no NXT New Year’s Evil o resultado deste contra o NXT Champion Finn Bálor será diferente do que o que tivemos no NXT TakeOver: 31.

Só que a dupla da Undisputed ERA foi interrompida por Velveteen Dream, que fez assim o seu regresso após alguns meses de ausência devido a lesão. Este veio tentar criar problemas entre o grupo, dizendo que Kyle O’Reilly é claramente o líder do mesmo, enquanto Adam Cole é apenas o chefe da claque.

O antigo NXT Champion não gostou da provocação e deu um estalo ao “Dream”, e explicou que na Undisputed ERA não existem líderes e que ele neste NXT vai mostrar que continua a ser melhor do que Velveteen Dream.

Já no main event tivemos então o combate entre os dois, com Adam Cole a entrar de forma dominante e a controlar o combate por vários minutos. O seu ímpeto só terminou quando Pete Dunne veio atacar Roderick Strong fora do ringue, o que causou uma distração que deu espaço a Velveteen Dream.

Ainda assim o domínio deste foi curto e Adam Cole reverteu-o novamente a seu favor. Nos minutos finais tivemos várias false finishes, especialmente depois do Purple Rainmaker de Velveteen Dream, mas acabou mesmo por ser Adam Cole a arrecadar a vitória depois de aplicar o seu Last Shot.


O que achaste deste regresso de Velveteen Dream e respectivo combate contra Adam Cole?

8 Comentários

  1. Vamos ver no que nesta feud vai dar!

  2. El Cuebro2 meses

    Dream de volta, continua como um heel um tanto forte, duelo de egos também entre ele e o Adam Cole, ansioso para ver no que dará isso tudo!

  3. Veremos o que o Dream fara depois deste regresso.

  4. Gostei, vamos ver o que acontece.

  5. Carlos2 meses

    Acho que a Undisputed era se separa, provavelmente RedDragon deve dar as cara no nxt e um possivel regresso do Bullet Club com Cole e Balor juntos

  6. Velveteen Dream é mais uma opção com provas dadas para surgir em feuds com alguma relevância no NXT. Desse prisma, foi um regresso saudado. Aliás, este combate do Dream contra Adam Cole até correu muito bem (para mim, terá sido mesmo o melhor da noite).