Visão Brasileira #418 – Draft que pouca coisa mudou

2 meses 5

Olá leitores do Visão Brasileira, aqui no Wrestling.PT. Tivemos nestes últimos dias o Draft entre as brands Raw e Smackdown na WWE, que começou no SmackDown, na sexta-feira (4) e continuou no Raw dessa semana, além é claro de uma série de trocas que tivemos entre e após os shows, com os superstars menos relevantes. Mas a grande questão é que poucas coisas mudaram, para quem esperava que o draft pudesse dar novos ares aos shows da WWE.

O Draft iniciou-se no Smackdown e achei péssimo o formato em que foi conduzido, sendo apenas a vinda de Stephanie McMahon a vir sozinha a anunciar os nomes, lendo-os em um papel. Que saudades onde o Draft era feito em um confronto entre o General manager do Raw e o do Smackdown, ou então com um sorteio, que revelava quem era o superstar draftado. O formato escolhido para esta edição foi decepcionante.

Tínhamos a disposição os 70 superstars, onde 30 foram elegíveis para serem escolhidos no Smackdown e 40 nomes elegíveis para o Raw. Como o Raw, tem 3 horas de duração e o Smackdown tem duas horas, o bloco de escolhas eram 3 nomes para o Raw e 2 para o Smackdown. Em relação as Tag Teams, estas contavam apenas como uma única escolha e poderiam vir a ser separadas, apenas se um dos dois shows, fizesse uma escolha individual, por um dos membros da stable. Quem não viesse a ser escolhido, passaria a ser free agent, estando a disposição para assinar com qualquer uma das brands.

Como primeiros nomes a serem selecionados, tivemos o de Becky Lynch para o Raw, o que demonstra que ela é um dos grandes nomes do ano na WWE e de Roman Reigns para o Smackdown, mostrando que ele continua com grande destaque. Complementando a primeira rodada de anúncios, tivemos que The O. C., com AJ Styles, Luke Gallows e Karl Anderson e Drew McIntyre serão do Raw e  que “The Fiend” Bray Wyatt agora é do Smackdown.

Bray Wyatt para mim foi a primeira grande mudança deste draft, pois Bray Wyatt vem em rivalidade com Seth Rollins e agora vai para o Smackdown. Das duas uma, ou teremos troca de campeões principais dos shows, ou mais uma vez Bray Wyatt só vai chegar perto do cinturão, mas não vai conquistá-lo, mais uma vez.

Mais adiante, durante o Smackdown, foram anunciados em três outros momentos que os seguintes superstars farão parte do Raw e do Smackdown. No Raw teremos Randy Orton, Ricochet, Bobby Lashley, Kevin Owens, Natalya, The Viking Raiders, The Street Profits, também foram anunciadas Alexa Bliss e Nikki Cross, mas estas depois foram remanejadas.

Orton e Owens para mim foram gratas surpresas de serem levados para o Raw, tomara que eles consigam ter um bom destaque, no Raw, quem sabe um deles entra em rivalidade com AJ Styles e o outro possa a vir entrar futuramente na rota pelo Universal Championship ou até mesmo pelo WWE Championship, se tivermos a possibilidade futura de mudança de campeões principais nos shows.

No Smackdown teremos Sasha Banks, Braun Strowman,  Lacey Evans, The Revival, Lucha House Party, Heavy Machinery. Estou curioso para qual o destaque que Braun Strowman terá no Smackdown, pois para mim, ele merecia destaque e ter ele e Bray Wyatt juntos, já complica o cenário de termos dois bons nomes que já mereceriam em algum momento conquistar o cinturão principal, a estarem juntos e assim seguirem sua senda de apenas serem ameaças, que não conquistam nada.

No domingo tivemos o Draft complementar do Smackdown, com os superstars que não foram escolhidos. Assim os anunciados para o Raw foram EC3, Eric Young e Sin Cara. O Smackdown selecionou Apollo Crews, Drew Gulak, Heath Slater, Tamina e The B-Team. Aqui claro se olharmos para o atual momento da WWE, não temos ninguém de relevância. Mas eu gosto de nomes como EC3 e Apollo Crews, mas sei que ambos são mal aproveitados pela WWE e deverão ficar relegados ao low card.

No Raw, tivemos a continuidade do Draft e as primeiras escolhas foram os campeões principais e estes permanecem em seus respectivos shows, o Universal Champion Seth Rollins no Raw e o WWE Champion Brock Lesnar no Smackdown. As outras escolhas da primeira ronda foram pelo lado do Raw, Charlotte Flair, Andrade e Zelina Vega. Do Smackdown, foi The New Day. Estou curioso para ver como será a presença do New Day no Smackdown e principalmente se Kofi Kingston conseguirá ainda ter algum destaque, ou será relegado apenas a stable, o que seria uma lástima.

Mais adiante, durante o Raw, foram anunciados em cinco outros momentos que os seguintes superstars farão parte do Raw e do Smackdown. No Raw foram anunciadas as Kabuki Warriors, com Asuka e Kairi Sane, Rusev, Aleister Black, Cedric Alexander, Humberto Carillo, Erick Rowan, Buddy Murphy, Jinder Mahal, R-Truth, Samoa Joe, Akira Tozawa, Shelton Benjamin, Rey Mysterio, Titus O’Neil e Liv Morgan. Aqui temos nomes relevantes e irrelevantes e me chama a atenção a presença de nomes da divisão Cruiserweight como Cedric Alexander e Humberto Carillo e quero ver como serão aproveitados. Mas a grande lástima para mim, foi separarem R-Truth de Carmella.

No Smackdown teremos, Daniel Bryan. Bayley, Shinsuke Nakamura, Sami Zayn, Ali, Robert Roode e Dolph Ziggler, Carmella, The Miz, King Corbin, Shorty Gable e Elias. O curioso aqui é que o Smackdown não recebeu praticamente ninguém, pois todos estes escolhidos, já faziam parte do Smackdown, a única aquisição pode ser a de King Corbin, que é um nome adorado pela WWE, mas que não o considero assim tão relevante.

Para vermos como o Draft parece que foi feito de forma desorganizada, tivemos um anúncio no preview do WWE Backstage de uma troca de brand em que foi anunciado que Alexa Bliss e Nikki Cross agora farão parte do Smackdown, após terem sido escolhidas para o Raw, na sexta, durante o Smackdown, mas alguns dias depois, resolveram desfazer isso, então provavelmente a pedido da FOX, elas vão para a brand azul.

As últimas definições ocorreram no The Bump, programa no Youtube da WWE e neste foram anunciados que farão parte do Raw, No Way Jose, Mojo Rawley, Curt Hawkins & Zack Ryder, The IIconics, com Billie Kay & Peyton Royce e Sarah Logan. Farão parte do Smackdown, Luke Harper, Cesaro, Drake Maverick, Fire & Desire, com Mandy Rose & Sonya Deville e Dana Brooke.

Neste bloco final de definições, gostei de ver Cesaro e Luke Harper no Smackdown, mas isso é claro se forem bem aproveitados, mas temo que isto não vá ocorrer. Me preocupa a presença deste dois, apenas no bloco final do Draft, pois para mim estes dois são bons talentos, muito mal aproveitados na WWE. Só para avisar, na quarta-feira, em uma notícia foi informado que os AOP fão parte do Raw, assim Akam e Rezar estarão no Raw.

Com o fim do Draft, percebemos que alguns nomes continuam sem uma definição de brand e sequer foram colocados com possibilidade de serem escolhidos e encontram-se livres e estes são: Aiden English, Alicia Fox, Ember Moon, Lana, Lars Sullivan, Maria & Mike Kanellis, Matt & Jeff Hardy, Mickie James, Naomi, Nia Jax, Ruby Riott, Sheamus, The Ascension, The Colons e The Usos. Claro que muitos dos que não estavam aptos ao draft, encontram-se lesionados e muitos devem retornar somente em 2020. Fico com a curiosidade onde estes nomes podem se encaixar.

Em suma o Raw ficou com os seguintes lutadores: Seth Rollins, AJ Styles, Aleister Black, Andrade, Bobby Lashley, Buddy Murphy, Drew McIntyre, EC3, Eric Young, Erick Rowan, Kevin Owens, Jinder Mahal, Mojo Rawley, No Way Jose, Randy Orton, Rey Mysterio, Ricochet, Rusev, R-Truth, Samoa Joe, Sin Cara, Shelton Benjamin e Titus O’Neil. Ficou um plantel bem relevante e se a WWE quiser pode nos presentear com boas rivalidades. Estou curioso também por nomes da divisão cruiserweight como Akira Tozawa, Cedric Alexander e Humberto Carillo, de como vão ser utilizados.

Na divisão feminina temos: Becky Lynch, Zelina Vega, Asuka, Kairi Sane, Charlotte Flair, Liv Morgan, Natalya, Sarah Logan, The IIconics, com Billie Kay & Peyton Royce, com uma boa distribuição, mas estou curioso se vamos voltar a cair na rivalidade entre Becky Lynch e Charlotte Flair.

Na divisão de duplas, temos: Curt Hawkins & Zack Ryder, Karl Anderson & Luke Gallows, The Street Profits com Angelo Dawkins & Montez Ford e The Viking Raiders com Erik & Ivar, AOP, com Akam & Rezar. Para mim ficaram poucas duplas e isso poder nos levar a termos uma sequência de combates repetitivos, o que pode desgastar todas estas stables.

Em suma o Smackdown ficou com os seguintes lutadores: Brock Lesnar, Roman Reigns, Ali, Apollo Crews, Braun Strowman, Bray Wyatt, Cesaro, Daniel Bryan, Drave Maverick, Drew Gulak, Elias, King Corbin, Healt Slater, Luke Harper, Sami Zayn, Shinsuke Nakamura, Shorty Gable e The Miz. Me preocupa é termos as presenças de Bray Wyatt e Braun Strowman juntos, pois ambos já mereciam reinados como principais campeões, mas neste momento temos o campeão Brock Lesnar, que mal aparece e irá colocar seu cinturão em jogo contra outro part time, Cain Velasquez, quero ver como a FOX irá resolver esta situação de ter seu principal campeão ausente a seus shows.

Na divisão feminina temos: Bayley, Alexa Bliss e Nikki Cross, Carmella, Dana Brooke, Fire & Desire com Mandy Rose & Sonya Deville, Lacey Evans, Sasha Banks e Tamina. Ficou uma divisão bem distribuída e estou curioso para saber quem serão as futuras desafiantes de Bayley por seu cinturão e como Sasha Banks irá se comportar em meio tudo isso.

Na divisão de duplas, temos: The Revival com Dash Wilder & Scott Dawson, Dolph Ziggler & Robert Roode, Heavy Machinery com Otis & Tucker, Lucha House Party com Gran Metalik, Kalisto & Lince Dorado, The B-Team com Curtis Axel & Bo Dallas, The New Day, com Kofi Kingston, Big E & Xavier Woods e The Revival. A divisão de duplas do Smackdown eu diria até que ficou bem inchada e quero ver como comportar tanta gente, em um show de suas horas semanais.

Para encerrar deixo uma série de perguntas para interagirmos.

– O que vocês acharam do Draft?

– Qual a mudança que você achou a mais relevante? Por quais motivos?

– Quem você mudaria de brand? Por quais motivos?

– Qual show teve melhores escolhas no Draft?

Desejo a todos uma excelente semana e até o próximo Visão Brasileira.

5 Comentários

  1. Ótimo artigo Mario

    – O que vocês acharam do Draft?
    Resp: Muito bom, mudanças pontuais ambas brand tiveram.

    – Qual a mudança que você achou a mais relevante? Por quais motivos?
    Resp: Sasha Banks pro SmackDown. Quem sabe na brand azul ela tem um reinado digno.

    – Quem você mudaria de brand? Por quais motivos?
    Resp: Ninguém. Só deixaria o Kevin Owens no SmackDown, depois de sair por cima de sua rivalidade com Shane McMahon devia continuar na brand azul pra tentar no mínimo o Intercontinental Championship.

    – Qual show teve melhores escolhas no Draft?
    Resp: SmackDown

  2. Samuel 3432 meses

    – O que vocês acharam do Draft?
    R: Até gostei, mas acho que poderia ter sido melhor organizado, senti falta de general managers para as brands, que eram tão característicos nos drafts do passado!
    – Qual a mudança que você achou a mais relevante? Por quais motivos?
    R: Sasha Banks, será bom pra ela apesar que na
    – Quem você mudaria de brand? Por quais motivos?
    R: Mandaria o Drew Mcintyre para o SD e o Daniel Bryan para o Raw, pois daria novos ares em ambas as brands, já que o Bryan sempre esteve no SD desde que retornou aos rings, seria interessante vê-lo no Raw como babyface indo atrás do Universal title, pois pra mim Rollins já deu!!
    – Qual show teve melhores escolhas no Draft?
    R: Raw

    • Samuel 3432 meses

      Continuando a segunda resposta que ficou incompleta… R: Sasha Banks, será bom pra ela pois estava no Raw desde 2016 e no SD poderá ter melhores opotunidades, apesar que na divisão feminina do SD ficou com poucas faces pra ela rivalizar antes de ir atrás do title.

    • Também senti falta de termos confrontos entre os dois GM dos shows. Drew no Raw, espero que venha a ter destaque mais adiante. O Bryan manteria no Smackdown, pois para mim ele é um dos grandes nomes da brand azul.

Comentar