Olá Amigos do Wrestling.PT, aqui no Visão Brasileira. Depois da ausência de algumas semanas, tivemos uma série de retornos, tanto na AEW, como a estrondosa aparição de CM Punk, os retornos de Becky Lynch e de Brock Lesnar a WWE, no SummerSlam e até mesmo o retorno de Ric Flair a NWA, portanto abordaremos todos estes retornos, onde alguns foram importantes e outros nem tanto.

No SummerSlam, o primeiro dos retornos da noite que tivemos foi o de Becky Lynch. Esta reapareceu antes do início do combate entre a Smackdown Women’s Champion Bianca Belair e de Carmella, que iria ser a substituta de Sasha Banks. Becky atacou Carmella e assim foi alçada ao combate. Mas nem sequer tivemos um combate, pois em segundos, após um soco e um Rock Bottom, Becky Lynch acabou com o reinado de Bianca Belair e conquistou o SmackDown Women’s Championship.

Aqui tenho duas situações: A primeira é que gostei do retorno de Becky Lynch, é interessante ver ela novamente nos ringues e estou curioso para ver o comportamento dela como heel. Ela deverá ser o grande nome do Smackdown nos próximos tempos.

A segunda situação é que lamento a forma como Bianca Belair foi derrotada. Dizimaram o reinado dela em segundos e assim vai-se a credibilidade de mais uma lutadora no roster da WWE. A WWE aliás precisa dar uma sacudida na divisão feminina, pois parece que o booking parece estar sem muitas ideias, ficando sempre atrelado a dupla Becky Lynch e Charlotte Flair.

Por falar em Charlotte ela voltou a conquistar o Raw Women’s Championship na Triple Threat Match contra a campeã Nikki ASH e Rhea Ripley. Ela sempre vence nos grandes PPVs e agora deverá ter mais um reinado longo, assim espero. Parece que sua próxima desafiante pode ser entre Nia Jax e Alexa Bliss, mas confesso que Bliss com aquele personagem, sabemos que não irá conquistar o cinturão, ela sofrerá do mesmo estigma de Bray Wyatt.

O outro retorno que tivemos no SummerSlam, não foi bem um retorno, pois sequer sabermos quando Brock Lesbar retornará aos ringues. Lesnar apareceu ao final do PPV, depois do combate entre o Universal Champion Roman Reigns e John Cena. Este combate tinha tudo para ser estupendo, mas depois da promo catastrófica de Reigns, que disse que deixaria a WWE, se fosse derrotado, o resultado do combate ficou escancarado. Lesnar voltou encarou Reigns e depois do PPV atacou Cena.

Agora nos resta saber quando Lesnar retornará. A grande questão é que Lesnar com seu calendário esdrúxulo, de datas limitadas, acaba empolgando apenas a uma pequena parcela do universo WWE. Deveremos provavelmente seu retorno no PPV Crown Jewel, pois os sauditas apreciam muito Lesnar. Já Roman Reigns para o PPV  Extreme Rules deverá ter outro desafiante.

A grande questão de Lesnar, é que para mim ele deveria ter desafiado é outro campeão principal da WWE, Bobby Lashley. Este aliás teve uma tarefa ingrata em enfrentar Goldberg, outro que retorna em datas limitadas e parece que a rivalidade deverá ter continuidade, o que é uma lástima.

Já Roman Reigns vem em um reinado estupendo e superando a todo e qualquer desafio. Espero que a WWE não ponha tudo a perder, só por causa do petrodólares e que encerre seu reinado no Crown Jewel. Reigns deve seguir como campeão, até a próxima Wrestlemania, pelo menos. Não acredito que ele venha a sofrer o cash-in de Big E, que para mim deverá falhar em sua tentativa de conquistar o cinturão.

Continuando na família Flair, foi emblemático ver Ric Flair de volta, ao menos por uma noite na NWA. A National Wrestling Alliance foi importante na carreira dele, que lutou nas décadas de 70 e 80 por lá e teve 10 conquistas do NWA World Heavyweight Championship, sendo o maior campeão.

Flair fez uma promo, onde agradeceu a Billy Corgan, a Vince McMahon, Triple H, Shawn Michaels, Undertaker, Stone Cold Steve Austin e Randy Orton. Este último aliás ele disse que gostaria que fosse o homem a quebrar seu recorde de conquistas, mas que agora espera que venha a ser sua filha que venha a quebrar seu recorde.

Também falou sobre a NWA de histórias com Harley Race e de como se sentiu como campeão da promotora. Mostrou-se feliz por a NWA ressurgir e falou que o Wrestling precisa de mais empresas, o que concordo com ele, existe muita vida no wrestling, fora da WWE.

Claro dos principais retornos que tivemos nas últimas semanas e o de maior impacto com certeza foi o de CM Punk, que voltou após 7 anos, depois de deixar a WWE, aventurar-se sem sucesso no UFC e agora está na AEW. Punk retornou com “Cult of Personality” fez um estrondo enorme na arena em Chicago.

Punk falou que regressou ao Wrestling e contou sobre sua carreira, onde disse que tinha se retirado do Wrestling em 2005 e que só regressou agora em 2021. Mostrando assim ainda muitas magoas com a WWE, classificando assim sua passagem por lá, apenas como entretenimento. Acho que Punk deveria deixar de lado a WWE e aproveitar seu retorno aos ringues.

Agora vai falar quem teve a oportunidade de conversar com CM Punk, durante a Raw World Tour, no Brasil em 2012, quando CM Punk era WWE Champion naquela altura e onde o Wrestling.PT foi o único site de wrestling presente na coletiva de imprensa, ao lado do Canal Esporte Interativo. Não me lembro de um CM Punk tão chateado em ser o campeão principal da WWE e ele disse na oportunidade que estava adorando aquele reinado, que durou por mais algum bom tempo e só depois de estar fora da rota por cinturões, é que ele chateou-se e depois deixou a WWE.

Gostaria de ver CM Punk a nos proporcionar uma série de grandes combates na AEW e sei que ele e Darby Allin no All Out vão nos entregar isso. Bom que vimos Punk já citar uma grande série de nomes que gostaria de enfrentar como Brian Pillman Jr, Hobbs, Ricky Starks, Jungle Boy, Darby Allin, Jon Moxley, Young Bucks e Kenny Omega. Então vamos nos brindar com este retorno de CM Punk aos ringues e que ele pare de citar a WWE em seus discursos. Não só ele, mas como todo e qualquer nomes que rumar da WWE para a AEW, deveria esquecer de Vince e celebrar seu novo momento em uma nova promotora de wrestling, que tem tudo para crescer cada vez mais.

Para encerrar, as perguntas desta semana para interagirmos:

– Qual destes retornos foi o mais impactante para ti? Qual o menos impactante?
– O que esperar do reinado de Becky Lynch?
– Quando teremos o real retorno de Brock Lesnar aos ringues?
– CM Punk, poderá ainda nos proporcionar grandes combates na AEW? Quem seriam os adversários que você escolheria para enfrentá-lo?

Abraços a todos e até o próximo Visão Brasileira.

3 Comentários

  1. Ótimo artigo Mario

    – Qual destes retornos foi o mais impactante para ti? Qual o menos impactante?
    Resp: CM Punk mas na WWE Becky Lynch. Brock Lesnar
    – O que esperar do reinado de Becky Lynch?
    Resp: Que volte a ser aquela Becky Lynch que bate em praticamente todas com propriedade.
    – Quando teremos o real retorno de Brock Lesnar aos ringues?
    Resp: Talvez em algum evento da Arabia Saudita.
    – CM Punk, poderá ainda nos proporcionar grandes combates na AEW? Quem seriam os adversários que você escolheria para enfrentá-lo?
    Resp: Sim. Darby Alin, Kenny Omega, e o Daniel Bryan se confirmar que irá rumar a AEW.

  2. Rodrigo3 semanas

    Gostava de também mencionar, embora se calhar não assistas, que no Stardom tbm tivemos dois grandes retornos este ano, a Koguma que se tinha retirado há 6 anos e a Hazuki que tbm se tinha retirado há dois ou três. Portanto é uma altura bastante entusiasmante para se ser fã de Wrestling 😀

  3. Facebook Profile photo

    Bom artigo, respondendo às perguntas:
    1. Com certeza o do Punk que mais me impactou, em 2 anos nenhum evento me deixou mais ansioso por ver e feliz após o ver que aquele Rampage, o menos impactante o do Ric Flair por não assistir muito à NWA.
    2. Não faço ideia…
    3. Provavelmente no Crown Jewel em Outubro na Arabia Saudita.
    4. Só saberemos no All Out se ele ainda têm o que é preciso mas contando que sim, gostava de ver combates dele contra nomes como Brian Pillman Jr., Rey Fenix, MJF, Sammy Guevara, Ethan Page, Jungle Boy, Malakai Black… se fosse possível algumas estrelas e lendas do Japão.