Olá Amigos do Wrestling.PT, aqui no Visão Brasileira. Retomamos este espaço em novembro iniciando-o com uma excelente notícia aos fãs de wrestling no Brasil, pois finalmente passaremos a ter os shows da AEW a serem transmitidos de forma ao vivo, a partir do próximo dia 10 de novembro, com o Dynamite, pelo canal Space.

O canal Space havia abusado em lançar um desafio para atingir os 100 mil subscritores no seu canal de YouTube, pcomo meta para a transmissão do Dynamite ao vivo. Depois esta meta foi mais realista e desceu para 70 mil inscritos, o que foi atingido no domingo (31/10). Assim teremos as transmissões ao vivo não só o Dynamite como também do Rampage, às sextas-feiras com narração de Octavio Neto e comentários por Marcelo Ferrantini.

Estreia do AEW Dynamite no Space

Assim finalmente no Brasil, pela primeira vez, passaremos a ter os shows ao vivo, tanto da WWE com o Raw e o Smackdown, já transmitidos pela Fox Sport 2, como os shows da AEW a serem transmitidos pelo Space, o que é um momento histórico.

Super Catch: Carlos Valadares e Bob Léo, os melhores narradores de luta livre! - YouTube

Lembrando que claro a nível nacional, me lembro de ver Gigantes do Ringue a ser transmitido na Record, quando criança e a WWE chegou a nossas TVs, na extinta TV Manchete, com  Carlos Valadares e Bob Léo, através do programa Super Catch, que inicialmente passava aos sábados as 18 horas e depois foi para os domingos, devido as grandes audiências, isto no longínquo ano de 1995 e que ficou por dois anos no ar.

Adam Bomb vs. Shawn Michaels – Supercatch

SBTpedia: O Dia na História (05/01/2008): SBT estreia 'WWE - Luta Livre na TV' com exibição nas tardes de sábado

A WWE no Brasil só retornaria em 2008 no SBT que passou a transmitir a WWE, aos sábados à tarde, tanto Raw quanto o SmackDown, transmitido por Jarbas Duarte e Michel Serdan, uma grande dupla que animou nossos sábados, mas que não durou muito tempo, pela questão do Ministério Público achar o programa violento.

Jeff Hardy vs. Randy Orton – Smackdown

Wrestlemaníacos on Twitter: "“Quando você for para São Paulo no dia 23 de maio para assistir o nosso show pela primeira vez no Brasil, você irá ver o show mais incrível possível”.…

De vez a WWE veio apara a TV e não saiu mais, pelo menos por enquanto, desde 2011, quando a TV Esporte Interativo, transmitia os shows com uma semana de atraso em relação aos shows ao vivo, algo normal devido a edição, e assim a multidão pode recomeçar a ver os shows regularmente. A WWE no Esporte Interativo, ficou a cargo dos apresentadores Luis Felipe Freitas e Luiz Prota, aliás este último, um amigo que conheci, graças a Raw World Tour no Brasil.

Estreia da WWE no Esporte Interativo

Tivemos algumas experiências ruins do Wrestling na TV Brasileira, como com a RedeTV que chegou a transmitir em novembro de 2012, o SmackDown aos domingos as 21 horas, algo que não durou muito tempo. O SBT também retomou os shows em 2020, mas sem sucesso, o que foi uma pena, muito mais pelos péssimos horários escolhidos pela emissora, para a exibição dos shows, que chegaram a ir cada vez mais tarde nas madrugadas de sábado para domingo.

MARCO ALFARO E ROBERTO FIGUEROA TERÃO MESA DE COMENTÁRIOS NA WRESTLEMANIA 32 - WWE Noticias 24 horas | Tudo sobre WWE

Na Fox Sports, a narração e os comentários são de Roberto Figueroa e Marco Alfaro e por vezes também de Livio Reis. Os shows começaram gravados, mas depois passaram a ser ao vivo, desde 2014, até hoje, com Raw às segundas-feiras e Smackdown, às sextas.

Portanto se olharmos de uma maneira geral a WWE, não tem por parte de qualquer emissora, a verdadeira atenção que deveria ter, posso até me arriscar a dizer que o Canal Space tem a grande oportunidade de se o primeiro canal a realmente valorizar o produto, quando digo isso, não desmerecendo as emissoras anteriores, mas é que com o produto ao vivo, eles tendem a crescer ainda mais.

Espero um dia ainda que os shows de wrestling no Brasil tenham o devido respeito e que tenhamos mais espaço na mídia, e que deixem de realizar os comentários maldosos sobre o tema, e que admirem o que esta sendo transmitido.

Sobre o tema é isto, não vou entrar no mérito de criticar, a forma da narração e comentários, quero apenas agradecer a todos que nos tornaram possível acompanhar os shows de wrestling no Brasil. Pois todos estes cidadãos foram responsáveis pela inserção dos shows smanais no Brasil e somente em 2012 é que tivemos pela primeira vez a presença do superstars da WWE no caso, em um House Show no Brasil, até hoje em 2021, ainda não tivemos um retorno, quem sabe um dia não tenhamos um show da AEW no Brasil, seria soberbo.

A AEW com Tay Conti, Cezar Bononi, Adrian Jaoude e Junior Cigano (Dos Santos, para os não brasileiros) são nomes do país em destaque, que poderiam trazer o grande . A WWE por enquanto conta apenas com Valentina Feroz, mas que vem em um crescimento gradual dentro da WWE.

Para encerrar, as perguntas desta semana para interagirmos:

  • O que vocês acharam do anúncio dos shows da AEW passaram a ser ao vivo no Brasil?
  • AEW nos apresenta um produto mais interessante que a WWE?
  • O que Raw e Smackdown poderia fazer para se tornar mais atrativos?
  • Quais teus shows preferidos por ordem de importância? Por quais motivos?

Abraços a todos e até o próximo Visão Brasileira.

3 Comentários

  1. Ótimo artigo Mario

    O que vocês acharam do anúncio dos shows da AEW passaram a ser ao vivo no Brasil?
    Resp: Fantástico, aparentemente a AEW está olhando para o Brasil com mais carinho que a WWE, só falta um live event por aqui, com a volta do publico, quem sabe, sonhar não custa nada.
    AEW nos apresenta um produto mais interessante que a WWE?
    Resp: No momento sim.
    O que Raw e Smackdown poderia fazer para se tornar mais atrativos?
    Resp: o Raw seria interessante ter só 2 horas, mas em ambas as brands, fazer storylines mais divesificadas e menos cansativas e arrastadas.
    Quais teus shows preferidos por ordem de importância? Por quais motivos?
    Resp: No momento Raw e depois SmackDown. No momento são os shows que estão oferecendo coisas mais interessantes.

  2. Rafael3 semanas

    Ótimo artigo! Me fez relembrar as primeiras vezes que vi pro wrestling na TV aberta brasileira. Lembro-me de ver pela primeira vez aos 3-4 anos na TV manchete e rever em 2008, no SBT, quando me apaixonei de vez e nunca parei de assistir.

    O que vocês acharam do anúncio dos shows da AEW passaram a ser ao vivo no Brasil?
    – Uma notícia fantástica! Histórico para os fãs do Brasil. Eu assisto pelo AEW Plus no Fite, utilizando uma VPN, mas agora irei assistir pelo Space com comentários em português. Isso é demais!

    AEW nos apresenta um produto mais interessante que a WWE?
    – Muito mais interessantes. Há muita qualidade no ringue, sinto que os atletas são mais valorizados e estão se divertindo naquela empresa. Algumas storylines são contadas a longo prazo, o que é ótimo para os fãs de longa data. Cada combate tem um ar especial sobre ele, pq parece que os atletas tem mais liberdades sobre suas personagens e seu move-set.
    O que Raw e Smackdown poderia fazer para se tornar mais atrativos?
    – Valorizar mais seus talentos, colocar combates com qualidade, diminuir as rematches, pois elas, na wwe, são muito repetitivas. Diminuir a quantidade de resultados terminados em DQ ou roll-up (sei que fazem parte do Pro Wrestling para haver continuidade das rivalidades e outras coisas, mas lá isso é feito muitas vezes). Por último e mais importante: escute seus fãs!
    Quais teus shows preferidos por ordem de importância? Por quais motivos?
    – Em vez de shows, citarei minhas empresas de luta vacoritas:
    1 – NJPW
    2 – AEW
    3- NOAH
    4- DDT
    5- TJPW
    Outras que assisto esporadicamente, quando tem grandes combates: AJPW, GLEAT, BJW, IMPACT, WWE, REV PRO. Prefiro as empresas do Puroresu por priozirarem a qualidade dos combates.

    • Rafael3 semanas

      Eu geralmente pulo a parte de comédia do DDT (Nada contra, apenas não é do meu gosto)