Olá leitores do Wrestling.PT, bem-vindos a mais um Visão Brasileira, peço desculpas por minha ausência na semana passada, mas parece que estava adivinhando que teríamos um Premium Live Event catastrófico do Royal Rumble, o primeiro da caminhada rumo ao WrestleMania 38, mas com escolhas para lá de controversas para os vencedores, uma vez que Ronda Rousey e Brock Lesnar, sequer precisariam de vencer os combates temáticos para se tornarem desafiantes a qualquer cinturão, bastavam estalar os dedos.

O evento começou de forma estupenda com um grande combate entre o Universal Champion Roman Reigns e Seth Rollins, com direito a entrada do desafiante dos tempos de The Shield. Uma pena foi apenas a forma de desfecho do combate, com Rollins a vencer por desqualificação. Isso deveria fazer continuar a rivalidade entre eles, mas não será o que teremos, pois Rollins, já está inserido no combate do Elimination Chamber do WWE Champion Bobby Lashley.

A Raw Women’s Champion Becky Lynch e Doudrop nos deram um bom combate, mas que não teve mais emoção, pois sabíamos que seria mais que improvável de termos uma nova campeã. Mas gostei da forma de Droudrop em ringue, mas para mim, ela poderia ter tido mais destaque se estivesse no combate temático.

A conquista do WWE Championship por Bobby Lashley em um combate bem extremo e que me agradou veio após Lesnar aplicar um F-5 em Lashley que também atingiu o árbitro. Com isso tivemos a interferência do Universal Champion Roman Reigns, algo que já estava a esperar, assim como a traição de Paul Heyman. Roman Reigns apareceu aplicou um Spear em Lesnar e Lashley se tornou o novo campeão.

Mas já sabemos que Lashley terá um grande desafio para o Elimination Chamber, pois terá que defender o cinturão no combate temático contra Brock Lesnar e Seth Rollins, que entraram como participantes, apenas por anúncio e de AJ Styles, Riddle e Austin Theory, que venceram combates qualificatórios contra Rey Mysterio, Otis e Kevin Owens, respectivamente. Aliás gastar uma vaga com Austin Theory, só pode ser mais uma brincadeira de mau gosto, por parte da WWE.

Por falar em mau gosto, já vou escrever antes, meu medo em relação a Lashley é que ele consiga defender com sucesso o cinturão na Elimination Chamber, algo que acho improvável, mas imaginem se ele continuar como campeão e depois ser rivalizado com Goldberg, pois não esqueçam que eles ainda tem contas a acertar e vermos Goldberg a lutar pelo WWE Championship na Wrestlemania, isso seria o caos.

O combate feminino começou com Sasha Banks e Melina e uma pena ver Melina escorregar e sair tão rápido do combate. Sasha Banks para mim não deveria estar a 100% e por isso teve apenas uma participação bem modesta na parte inicial, não ficando por 10 minutos e sendo eliminada por Queen Zelina.

Não gostei muito da forma que a WWE tratou as lutadoras convidadas, que tivemos, como Kelly Kelly, Cameron, Ivory, Alicia Fox, Nikki Bella, Sarah Logan, Mighty Molly, que ficaram por poucos minutos e nem tiveram sequer momentos interessantes no combate. Das convidadas, Michelle McCool durou 20 minutos, Nikki Bela ficou por 19, Lita e Mickie James ficaram em torno de 10 minutos, foram as que tiveram momentos razoáveis.

Não gostei do destaque a Sonya Deville e impressionou-me o tempo de combate a Natalya e Liv Morgan, mas não chegaram a ter chance de vencer, ficando em meio ao caminho. Quem teve grande destaque foi Charlotte Flair, que eliminou Rhea Ripley e Bianca Belair que foram as finalistas do combate do ano anterior.

Mas quando Ronda Rousey, entrou como número 28, já sabíamos que venceria o combate a última a entrar foi Shayna Baszler, que acabou eliminada por Charlotte. Ficaram ao final do combate a SmackDown Women’s Champion Charlotte Flair e Ronda Rousey. Ronda jogou Charlotte para fora do ringue e saiu como vencedora. Como se ela precisasse dessa vitória.

Me incomoda por demais ver um part time como Ronda Rousey a vir vencer o combate. Tira a credibilidade de todo o roster feminino da WWE, que trabalha por todas as semanas do ano, para chegar a Wrestlemania e alguém surgir do nada e ocupar lugar de destaque, lutando por um dos cinturões. Para mim os part time, deveriam vir para combates dream matchs, para preencher o card, mas não serem alçados a rota dos títulos.

Para mim Ronda Rousey decidirá enfrentar a Raw Women’s Champion Becky Lynch, penso isto eu, apenas para não termos os dois vencedores da Royal Rumble Match, a desafiar os dois campeões do Smackdown, deixando o Raw em segundo plano.

Gostei do combate de duplas mistas entre Edge & Beth Phoenix, contra The Miz & Maryse. Muito boa a contribuição em ringue dos 4. Os ataque de Beth a The Miz, foram um dos pontos altos do combate, que ao final teve um Glam Slam de Edge e Beth aplicados nos adversários e Edge venceu o combate. Agora é aguardar para vermos o que a WWE reserva para Edge na Wrestlemania.

A Royal Rumble Match masculina, para mim foi uma das piores de todos os tempos e digo isso porque a lista de participantes em boa parte deu dó. Não tivemos nenhum retorno surpresa, nem ninguém do NXT e vermos em ringue nomes como Austin Theory, Rick Boogs, Madcap Moss e Shane McMahon, tendo ausências como Cesaro e Finn Bálor é um ultraje. Até as celebridades como Johnny Knoxville e Bad Bunny tem mais valia do que esses inúteis. Bad Bunny aliás das celebridades em ringue é a que tem melhores movimentos em ringue.

O combate começou com AJ Styles e Shinsuke Nakamura. Mas Nakamura ficou apenas por 5 minutos e AJ Styles ficou por 30 minutos, mas acabou eliminado por Madcap Moss. Ver Sheamus eliminado por Bad Bunny e Kevin Owens por Shane McMahon, foram outros momentos tensos do combate, sem falar no domínio parcial de Happy Corbin e Madcap Moss. A queda de Kofi Kingston relâmpago, e Randy Orton ficar como número 29 e durar 2 minutos, me irritaram profundamente.

E quando o número 30 entrou e foi Brock Lesnar, já sabíamos que era questão de tempo, nem 3 minutos, que ele limparia o ringue e tornar-se-ia o vencedor, assim como já por exemplo no combate do Money in The Bank, em que venceu, sem sequer ser um participante oficial. Lesnar eliminou Randy Orton, Bad Bunny, Riddle, Shane McMahon e Drew McIntyre e venceu a Royal Rumble Match.

Lesnar já anunciou que irá desafiar o Universal Champion Roman Reigns para a Wrestlemania, algo que nem desconfiávamos, não é mesmo? Mas antes, Lesnar vai em busca do WWE Championship na Elimination Chamber, para termos o combate entre campeões na Wrestlemania. Eu confesso que não gostaria de ver isso, mas não sei como a WWE vai fazer Lesnar perder o combate, às portas da Wrestlemania, não seria válido fazer ele, entrar na rota do título do Smackdown, como derrotado por dois eventos seguidos, somando-se Royal Ryumble e Elimination Chamber. Para mim Lesnar sai sim como campeão e eles se enfrentam na Wrestlemania.

Em resumo o evento foi catastrófico para mim, pois a Royal Rumble Match, é o momento de se dar destaque a alguém e alçá-lo ao Main Event da Wrestlemania e dar destaque a alguém que vem o ano todo galgando por algo. Ronda Rousey e Brock Lesnar, estão bem distantes disso. Gostam de aparecer somente neste momento de janeiro a abril e depois somem dos eventos. Mas para o Vince, o que interessa são os chamariscos, então pouco se importa com seu roster e para que buscar novos nomes de destaque se sempre dá para buscar essa turma nessa janela de 3 meses. Malucos somos nós que acompanhamos a WWE em tempo regular, todas as semanas.

Agora vamos ao espaço para interagirmos:

  • Vocês acharam do Royal Rumble?
  • Qual o grande momento da noite?
  • Qual a grande decepção da noite?
  • Quem será o desafiante para o Universal Champion Roman Reigns no Elimination Chamber?
  • O que você espera da rivalidade entre Brock Lesnar e o Roman Reigns?
  • Quem você escolheria para Ronda Rousey desafiar na Wrestlemania 38?
  • Você gostou das vitorias de Ronda Rousey e Brock Lesnar? Se não, quem seria teus vencedores?
  • Quais as grandes ausências na Royal Rumble Match?

Desejo a todos uma espetacular semana e até o próximo Visão Brasileira!

4 Comentários

  1. Ótimo artigo Mario

    – Vocês acharam do Royal Rumble?
    Resp: Péssimo
    – Qual o grande momento da noite?
    Resp: A vitória do Edge e da Beth
    – Qual a grande decepção da noite?
    Resp: Lesnar vencer o RR match
    – Quem será o desafiante para o Universal Champion Roman Reigns no Elimination Chamber?
    Resp: Brock Lesnar
    – O que você espera da rivalidade entre Brock Lesnar e o Roman Reigns?
    Resp: Nada de novo
    – Quem você escolheria para Ronda Rousey desafiar na Wrestlemania 38?
    Resp: Charlotte Flair
    – Você gostou das vitorias de Ronda Rousey e Brock Lesnar? Se não, quem seria teus vencedores?
    Resp: Ronda sim, Brock não. Acho que o Seth Rollins ou Big E seriam melhores escolhas
    – Quais as grandes ausências na Royal Rumble Match?
    Resp: Cesaro

    • Muito obrigado André.

      Lesnar vencer a RR Match, era algo que já temia, e acabou se confirmando.
      Tua escolha de Ronda para Charlotte se confirmou.

  2. Excelente artigo.