Olá leitores do Visão Brasileira!

Neste semana abordaremos um apanhado de coisas que ocorreram desde o Hell in a Cell, um evento que só teve um combate temático e os acontecimentos que estão nos levando ao Money in The Bank, com os classificados aos combates temáticos e só para relembrar, teremos mais uma vez, pela enésima vez o confronto entre Roman Reigns e Brock Lesnar, no SummerSlam, algo inclusive até que já tivemos em 2018.

Começando pelo Hell in a Cell, onde tivemos um combate estupendo entre Cody Rhodes vs. Seth Rollins. Seth Rollins entrou soberbo, com a roupa de Dusty Rhodes. Cody entrou lesionado e combateu, mesmo assim, com um machucado que assustava, mas mesmo assim entregou um grande combate e saiu vencedor. Pena que sua lesão é grave e deverá só retornar aos ringues em 2023. Rollins teve essa grande rivalidade e agora espero que seja sim o próximo Mr. Money in The Bank.

No Raw, Pós-Hell in a Cell, vimos a mudança na Judgement Day. Quando achávamos que Finn Balor, seria o novo membro da stable, na verdade ele uniu-se a Rhea Ripley e Damian Priest, em um ataque a Edge. Com golpes combinados de um Coup de Grace no ringue de Balor, um Razor’s Edge na mesa de comentaristas e por fim, um Conchairto de Damian Priest, a stable agora tem nova formação. Nos resta saber quando Edge retornará para enfrentar os membros da stable. Meu palpite é um combate contra Balor, quem sabe no SummerSlam.

Rhea Ripley chegou a ser alçada a desafiante a Raw Women’s Champion Bianca Belair, ao derrotar em uma Fatal 4-Way, Doudrop, Liv Morgan e Alexa Bliss, mas na ultima semana vou anunciado que ela não enfretará Bianca Belair no Money in The Bank. Tomara que mais adiante Rhea Ripley volte a ter uma oportunidade pelo cinturão.

A nova desafiante será Carmella, que venceu Alexa Bliss, Liv Morgan, Asuka e Becky Lynch em uma Fatal 5-Way Match. Aliás para mim foi uma escolha acertada, mesmo que surpreendente, pois se olharmos as outras lutadoras, Becky e Asuka, enfrentram Bianca recentemente, Alexa Bliss e Liv Morgan seriam boas opções, mas como penso que Bianca deverá continuar como campeã, Carmella é a melhor opção para este combate no Money in The Bank.

Por falar do cinturão feminino do Smackdown, Natalya será a desafiante da campeã Ronda Rousey no Money in The Bank, ela derrotou Shotzi, Aliyah, Raquel Rodriguez, Shayna Baszler e Xia Li em uma Six-Pack Challenge Match, isso no Smackdown, que ocorreu antes do Hell in a Cell. Natalya diria que é uma excelente escolha para dar um combate interessante a Ronda e que pode ser derrotada e nada abalará sua carreira na WWE. Das outras opções, Shotzi, Aliyah, Raquel Rodriguez e Xia Li, tem pouco tempo de Main Roster e não as faria bem, ser derrotada por Ronda. Shayna Baszler é que poderia ser uma opção interessante, mas a WWE não deverá fazer as amigas se enfrentarem, pelo menos por enquanto.

Temos também um novo Intercontinental Champion que é Gunther que derrotou Ricochet. Este aliás foi um campeão com um reinado bem simplório, por culpa do booking da WWE. Merecia ter tido mais combates em eventos importantes e ficou relegado a defendê-lo apenas no Smackdown. Tomara que Gunther consiga ter destaque, mas acho difícil.

Nosso Campeão sumido dos shows, Roman Reigns, nos deu um grande combate contra Riddle no Smackdown da semana passada e pelo menos pode descansar nestas semanas que andou descansando e que ficou fora do Hell in a Cell e também ficará fora do Money in The Bank. Me lembrou até um antigo campeão ausente, que lutava só de vez em quando Brock Lesnar.

Por falar em Lesnar, ele também retornou das merecidas férias e enfrentará Roman Reigns no SummerSlam. Aliás é algo que já vimos ocorrer em 2018, com direito a Braun Strowman de Mr. Money in The Bank e com Reigns a derrotar Lesnar e ganhar o cinturão, não custa lembrar.

Só não entendo o porquê de a WWE nos empurrar goela a baixo, essa rivalidade que já perdi as contas de quantas vezes a vimos ocorrer e não tem nada que possa acontecer, para que tenhamos vontade de vê-la acontecer mais uma vez. Agora as coisas pioraram a ponto de que os dois são ausentes aos shows, se tornando dois part-time champions. A WWE deveria criar o Part-Time CHampionship e o primeiro combate deveria ser entre eles. Pois os shows precisam sim da presença de seu campeão, seja ele quem for, ou então a WWE deveria valorizar os cinturões intermediários, mas com Gunther e Austin Theory, é difícil que eles ganhem destaque.

Começando as pinceladas dos combates temáticos do Money in The Bank, gostei dos quatro escolhidos até o momento, Seth Rollins, Drew McIntyre, Sheamus e Omos. Omos dos quatro é o que menos me agrada, mas sempre é bom termos algum superstar de força no combate. Como este Visão Brasileira está sendo escrito horas antes do Smackdown de 24 de junho, pode ser que tenhamos outros nomes adicionados ao combate, mas de momento está muito bom.

Também me agradam as participantes do Money in The Bank, para o combate feminino. Alexa Bliss, Liv Morgan, Raquel Rodriguez, Lacey Evans e Asuka. Claro que aqui sinto a falta de Becky Lynch, se bem que ela nem precisaria da pasta, para ter chance de disputar um cinturão. Eu a faria entrar no combate, estilo Brock Lesnar, no combate de 2019, ia ser engraçado.

Sobre os meus favoritos e palpites para o Money in The Bank, isso é conversa para a próxima semana, aqui no Visão Brasileira. Agora vamos ao espaço de interação.

Agora vamos ao espaço para interagirmos e trocarmos opiniões:

  • O que você acharam de Cody Rhodes lutar lesionado no Hell in a Cell?
  • Como Edge retornará e enfrentará a Judgement Day?
  • Alguma das desafiantes aos cinturões femininos, tem chance de vitória no Money in The Bank?
  • Você quer ver mais uma vez Brock Lesnar vs. Roman Reigns? Por quais motivos?
  • Você esta gostando das presenças para os combates temáticos do Money in The Bank? Quem mais você acrescentaria?

Abraços a todos e até o próximo Visão Brasileira, aqui no Wrestling.PT!

2 Comentários

  1. Zickelous2 meses

    Seria engraçado a Becky entrar e tentar pegar a pasta msm, mas não ganhar a pasta em si