Tal como já noticiámos no passado, o Wrestling está com a “vida complicada” no YouTube. A plataforma resolveu passar a considerar a modalidade como “conteúdo ofensivo”, impossibilitando os canais gerarem receitas publicitárias com a transmissão desses vídeos.

Um dos maiores afectados com esta mudança foi a WCPW (WhatCulture Pro Wrestling), companhia que dependia em boa parte da receita proveniente do YouTube.

Mas agora a plataforma resolveu ir mais longe e no passado Sábado impediu a WCPW de transmitir ao vivo o show Fight Back, que tinha como tema “lutar contra” as medidas impostas pelo YouTube.

A WCPW publicou o seguinte no Twitter:

Entretanto a WCPW optou por disponibilizar o show completo no Facebook:

https://www.facebook.com/whatcultureprowrestling/videos/359118687837407/

8 Comentários

  1. Daqui a pouco o Youtube vai estar proibindo até os palavrões.

  2. Facebook Profile photo

    O que eu acho mais absurdo e completamente autoritário, é o facto de um conteúdo “inapropriado” para o youtube não possa ganhar dinheiro com isso. Ou seja, o que o youtube nos diz é que apenas os conteúdos “apropriados” podem existir. É o mesmo tipo de argumento das ditaduras quando censuram os jornais, revistas, músicas, tv, etc. Patético.

  3. O comunismo está cada vez maior nesse youtube!

  4. O capitalismo é amiguinho, a empresa quer te ajudar, pode confiar amiguinho…

    Uma pena.

  5. Só não entendo é o porque do conteúdo da WCPW(um live-event) ser censurado e o da WWE não ser (por exemplo, o kick-off do Extreme Rules). O principio de igualdade no seu máximo…

  6. Acho uma palhaçada estas mudanças no youtube muito sinceramente e não concordo e impediram isto porque sentiram que era o ataque ao site.

    A WCPW esta em excelente e a desenvolver-se bem e tudo sinceramente espero que não leve ao encerramento da companhia espero que arrajem maneira de dar a volta por cima…